Fechar

logo

Fechar

Coluna: Cinquenta e cinco anos de Engenharia Elétrica: da POLI à UFCG

Benedito Antonio Luciano. Publicado em 12 de dezembro de 2018 às 22:21

Foto: Leonardo Silva/ Paraibaonline

Por Benedito Antonio Luciano

No dia 7 de dezembro de 2018, numa belíssima solenidade realizada no Auditório Dom Anselmo Pietrula, no Seminário Diocesano São João Maria Vianney, em Campina Grande – PB, ocorreu a comemoração dos “55 Anos da Engenharia Elétrica da UFCG”.

A ideia de criar um Curso de Graduação em Engenharia Elétrica na cidade de Campina Grande é atribuída ao professor Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque, na condição de diretor da Escola Politécnica da Paraíba (POLI), em 1961. Até então, a POLI contava apenas com o Curso de Engenharia Civil, em funcionamento desde março de 1954.

A primeira chefia do originalmente denominado Departamento de Eletricidade da Escola Politécnica da Universidade da Paraíba foi assumida pelo professor José Rezende Pereira Neto, pioneiro na organização e estruturação do Curso de Engenharia Elétrica, em nível de graduação.

Segundo fontes bibliográficas sobre a história do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica na POLI, as aulas tiveram início no dia 17 de junho de 1963, após a realização do primeiro exame vestibular no qual foram aprovados quatorze candidatos.

Ainda segundo essas fontes, a primeira turma a concluir o Curso de Graduação em Engenharia Elétrica na POLI, em 20 de dezembro de 1965, era composta por 3 alunos: Antonio Faustino Cavalcanti Neto, Joaquim Adauto e Pedro Pereira Pinto.

Estes breves registros sobre os primórdios do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica na atual Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) foram apresentados objetivando fundamentar a motivação da efeméride comemorativa dos “55 Anos da Engenharia Elétrica da UFCG”, lembrando que a UFCG é a sucedânea da Escola Politécnica da Paraíba e da Universidade Federal da Paraíba – Campus II.

De fato, alguns destes registros foram feitos, de forma direta ou indireta, nas falas de alguns convidados para compor a Mesa de Honra do evento, dentre elas a do atual Reitor da UFCG, Prof. Vicemário Simões; do Prof. Damásio Fernandes Júnior, atual Coordenador Administrativo do Departamento de Engenharia Elétrica (DEE); e do Prof. Antonio Faustino Cavalcanti Neto, merecidamente homenageado na solenidade comemorativa, como forma de reconhecimento pelas relevantes contribuições por ele realizadas no âmbito do DEE, com destaque pela sua participação na criação e implantação do Laboratório de Alta Tensão.

Durante as falas ficou evidenciado que o DEE e o Curso de Graduação em Engenharia Elétrica tiveram sua evolução influenciada positivamente pela cooperação local, regional, nacional e internacional (Canadá, Alemanha, França, dentre outras), seja pela doação de equipamentos, seja pela vinda de professores oriundos de outras regiões do Brasil e do exterior.

Certamente, a participação desses professores e de seus colaboradores muito contribuiu para o êxito do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica e, posteriormente, pela criação e instituição do Mestrado em Engenharia Elétrica na Escola Politécnica da Universidade da Paraíba, em 5 de outubro de 1970, e pela instituição do Doutorado em Engenharia Elétrica, em 1979.

Ao longo da cerimônia comemorativa dos “55 Anos da Engenharia Elétrica da UFCG” também foram homenageados todos os professores e professoras que ocuparam os cargos de chefia, coordenação dos cursos de graduação e de pós-graduação, os coordenadores de pesquisa e extensão, assim como os funcionários técnico-administrativos que atualmente exercem as funções de secretário e secretárias nas respectivas coordenadorias.

Destaque, também, para os números e os níveis de excelência alcançados pelos Cursos de Graduação e de Pós-graduação em Engenharia Elétrica na UFCG.

Neste ano de 2018, pela décima segunda vez consecutiva, o Curso de Graduação recebeu o conceito cinco estrelas (excelente) na avaliação dos cursos superiores do Brasil realizada pelo Guia do Estudante da Editora Abril.

O curso de Pós-graduação, na avaliação quadrienal realizada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) recebeu recentemente a nota 7, sendo o único, dentre as Instituições Federais de Ensino Superior, na Área de Engenharias IV, a receber o conceito máximo, desempenho equivalente a padrões internacionais de excelência.

Em termos quantitativos, até o corrente ano, no Curso de Graduação em Engenharia Elétrica colaram grau 2.550 (dois mil e quinhentos e cinquenta) alunos e no Programa de Pós-graduação foram defendidas 658 (seiscentas e cinquenta e oito) dissertações de mestrado e 282 (duzentas e oitenta e duas) teses de doutorado.

Adicionalmente, como arremate, deixo uma mensagem aos que, nos dias atuais, fazem parte dos corpos docente e técnico-administrativo do DEE e das coordenadorias dos Cursos de Graduação e de Pós-graduação em Engenharia Elétrica na UFCG: votos de que as ações ousadas dos pioneiros, sementes plantadas no passado, germinadas e frutificadas no presente, possam servir de motivação e farol para iluminar o futuro do DEE; e que a luz que brilha sobre a Serra da Borborema continue a brilhar sobre todas as luzes.

O autor é professor Titular do Departamento de Engenharia Elétrica da UFCG.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Benedito Antonio Luciano
Benedito Antonio Luciano

Professor doutor, titular do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube