Fechar

logo
logo

Fechar

Campina em Três Tempos (II)

Evaldo Gonçalves. Publicado em 1 de outubro de 2018 às 11:30

Hei de cuidar, agora, do funcionamento do Memorial Severino Cabral, comandado pela Professora Eneida Agra Maracajá, atual Diretora daquele Patrimônio da Cultura Campinense, onde o Culto à Memória é objetivo único de vitoriosas e benéficas práticas.

A dedicação de todos os que cuidam do Memorial transmite aos visitantes um especial entusiasmo, diante das Evidências do Espirito Público de Seu Cabral, homem de Trabalho que conquistou o Povo de Campina com suas ações de interesse público, recebendo dele todas as manifestações de confiança, elegendo-se inúmeras vezes para a atividade pública.

Evidente que o Memorial Severino Cabral recebe colaborações financeiras de várias parcerias, naturalmente insuficientes por atenderem não só as despesas com sua manutenção, com material e pessoal, mas, por outro lado, promove vários espetáculos cultuais, envolvendo datas e festejos populares com despesas extraordinárias que ultrapassam as previsões orçamentarias.

Dada essa diversificação de suas prestações de serviços, o Memorial Severino Cabral, via de regra, tem seu orçamento alimentado por colaborações de órgãos públicos e doações pessoais, o que não cobrem suas despesas efetuadas em nome dos melhores interesses culturais de Campina e da Paraíba.

Inegáveis os benefícios prestados à Rainha da Borborema e ao próprio Estado, em termos de guardião da sua Memória, sem esquecer que o seu Patrono, Líder Popular, Severino Cabral, no exercício do seu civismo, superou-se em lutar em favor das causas que favorecessem a vida do Povo que o elegeu, em várias eleições.

No seu Velório, que consternou a Paraíba e Campina Grande, dentre outras, duas vozes se fizeram ouvir, sob fortes emoções dos presentes: Raymundo Asfora e Argemiro de Figueiredo. Ninguém poderá supera-las por sua grandeza única. Oportunamente, vou repetir trechos desses pronunciamentos monumentais.

São peças retóricas jamais ouvidas na Paraíba que lembram os maiores Tribunos desta República. Nelas, o Vulto de Cabral, e a Justiça realizada com a conservação da sua Memória, estão igualmente ressaltados.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Evaldo Gonçalves
Evaldo Gonçalves

* Ex-deputado federal e membro da Associação Paraibana de Letras..

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube