Fechar

logo

Fechar

Benedito Antonio Luciano: Geraldo Amâncio, um cantador diferenciado

Benedito Antonio Luciano. Publicado em 21 de janeiro de 2021 às 9:09

Em 1977, depois de assistir a uma apresentação da dupla de violeiros Ivanildo Vila Nova e Geraldo Amâncio no Teatro Severino Cabral, em Campina Grande – PB, adquiri um exemplar do primeiro LP que eles lançaram, intitulado “Violas de Ouro”.

Nas 8 faixas que compõem o disco, quatro no lado 1 e quatro no lado 2, encontramos amostras da criatividade e versatilidade desses grandes artistas populares ao transitarem por diferentes gêneros da cantoria, tanto pelos já consagrados (sextilhas, galope beira-mar, quadrão mineiro, mourão voltado e gabinete), como também por uma inovação criada pelo poeta José Alves Sobrinho: o “Pai Tomás, Preto Velho e Pai Vicente”.

No dizer de Braulio Tavares na contracapa: “um disco não pretende nem de longe imitar essa coisa viva e espontânea que é uma cantoria”.

De fato, o registro gravado em disco é como uma fotografia que intenta aprisionar um momento enquanto o tempo corre livre. Pois, o repente e o improviso são lampejos dinâmicos da arte em estado puro; e o disco, conquanto documento histórico, é importante, mas é estático.

Quase vinte anos depois, em 1996, ao passar em frente da filial da antiga livraria Livro 7, localizada na Praça da Bandeira, em Campina Grande, vi através da vitrine um livro cujo título achei interessante: “De repente cantoria: Uma coletânea de versos e repentes dos maiores cantadores do Brasil”. Me aproximei e vi que a obra era de autoria de Geraldo Amâncio e Vanderley Pereira. Então, não tive dúvida, entrei na livraria e comprei o livro.

Ao concluir a leitura do livro, comecei a querer saber mais sobre Geraldo Amâncio e sua produção artística e percebi que ele é um cantador diferenciado, não apenas por cantar bem, mas, sobretudo, pelo que ele tem feito em prol da memória e da divulgação do trabalho de outros cantadores.

Segundo informações coletadas no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira e no Dicionário Bio-Bibliográfico de Repentistas e Poetas de Bancada (Vol. I, Átila Augusto F. de Almeida e José Alves Sobrinho, 1978), Geraldo Amâncio Pereira é natural de Cedro- CE, nascido em 29/4/1946.

Em 1964, começou a cantar na Rádio Iracema de Iguatu- CE.  Participou de centenas de festivais, no Brasil e no exterior, onde classificou-se mais de cento e cinquenta vezes em primeiro lugar.  Organizou festivais internacionais de repentistas e trovadores, além do festival Patativa do Assaré.

Em parceria com o poeta Vanderley Pereira, o cantador, violeiro, poeta e contador de causos, Geraldo Amâncio é coautor de duas antologias sobre cantoria.  Ao longo de sua carreira, Geraldo Amâncio gravou discos em vinil e quinze CDs, publicou cordéis e apresentou o programa dominical “Ao som da viola”, na TV Diário, em Fortaleza – CE.

Prosseguindo com as pesquisas, encontrei uma matéria sobre Geraldo Amâncio publicada na revista Latitudes, No 16, dezembro de 2002 (p. 36-40). Nessa matéria há uma entrevista concedida por ele à especialista em cultura popular brasileira Sylvie Debs, da Université Robert Schuman, Strasbourg, França.

Na referida entrevista, publicada em português, o leitor poderá compreender o porquê de Sylvie Debs ter intitulado a matéria de “Geraldo Amâncio, profissão: repentista” e de eu ter escolhido para o título deste artigo “Geraldo Amâncio, um cantador diferenciado”.

Atualmente, o poeta Geraldo Amâncio mora em Fortaleza, base de suas atividades poéticas.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Benedito Antonio Luciano
Benedito Antonio Luciano

Professor doutor, titular do Departamento de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube