Fechar

logo

Fechar

Aos amigos maristas

Gisa Veiga. Publicado em 16 de julho de 2018 às 11:35

Há amigos mais chegados que irmãos, ensina a Bíblia. É como se fossem nosso sangue. Por isso, se você tem amigos, mime-os, cultive-os, ame-os.

Sou do tipo meio “retrô”, saudosista, que guarda como um tesouro memórias de uma história de vida. Como aqueles doces momentos da infância e sua suave inocência; as inquietações e descobertas da adolescência; a conquista de uma certa liberdade na juventude; a passagem insegura para o mundo adulto.

Em todas essas fases, há sempre aqueles com quem compartilhamos angústias e alegrias, paixões e desilusões, as confidências indiscretas. São os amigos mais chegados – alguns já distante dos olhos, mas tão perto do coração! Que bom contar com ouvidos atentos e ombros disponíveis! Tão alentador saber que alguém ora por nós, torce pelo nosso sucesso, sofre com nossas dores, ri das nossas piadas sem graça, aguenta firme quando damos “piti” por bobagem, nos passa bronca quando merecemos e aponta nossos erros sem a menor intenção de nos julgar. Amigo é assim, chega junto, sente saudade e às vezes é até meio E.T.: capaz de nos abduzir só para nos tirar de algum sufoco.

Nesta semana estou particularmente feliz. Dentro de alguns dias estarei revendo colegas e amigos que fiz no Colégio Pio X (alguns desde antes). Vamos comemorar 40 anos de formatura do científico (é o colegial, caros filhos).  Alguns estarão mais gordos, carecas ou grisalhos (eu estarei tingida, of course). Vou me deparar com empresários bem-sucedidos, aposentados, mulheres empoderadas e influentes, vovôs corujas, artistas, donas de casa assumidas e sem traumas, gente de todos os humores e cores. Todos com marcas do tempo no rosto – quem fez plástica terá menos – e muita estória bacana pra contar.

Será um grande encontro, onde iremos nos redescobrir jovens, ainda cheios de sonhos, ainda que os “sessenta” já nos acenem avisando que em breve estaremos no time dos legalmente idosos, com direito a carteirinha e tudo. E nós, ah, não estamos nem aí pra isso. Vamos curtir as baladas dançantes de nossa época – toca Abba, Bee Gees e Dona Sommer aí, DJ – alheios às dores na coluna.

“Tô nem aí” será nosso brado uníssono para o avanço dos anos. Tô nem aí para as diferentes opções políticas de meus amigos – elas não nos arranham ou separam. Tô nem aí pra quem nos achar ridículos dançando discoteca – esses não entendem nada de genuína alegria. Quero mais é estar perto dos amigos e amigas que fizeram ou ainda fazem parte da minha história, sentir que o tempo não nos ergueu muralhas, que nossas escolhas não enfraqueceram nossos laços, que nossos destinos ainda fazem linha cruzada. E que, sim, amigos podem ser irmãos, com todas as suas características: cumplicidade, chatice, doçura…

Quero mais é ser feliz, que todos sejam felizes, mesmo com eventuais dores na alma e inevitáveis preocupações. Vamos parar o tempo, vamos nos permitir comemorar em festa.

E, nesse dia, vou afagar o passado com um carinhoso abraço de “bem-vindo ao futuro”.

Ô tempo bom!

Em tempo

Nossa festa será sábado, 21, no clube Cabo Branco, precedida de uma missa na sexta-feira à noite. Tudo meticulosamente organizado por uma comissão nota mil, que abriu mão de momentos de lazer e descanso para se esmerar nos detalhes e surpresinhas. Vocês valem ouro, Chiquita, Rosana, Lucas, Sandra, Suzana, Aninha e Herusa. Obrigada por tudo.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Gisa Veiga
Gisa Veiga

Gisa Veiga é jornalista profissional (formada pela UFPB) e advogada (formada pelo Unipê), com experiência em jornalismo impresso, internet, televisão e assessoria de imprensa. Atualmente trabalha como assessora de imprensa na Assembleia Legislativa e apresentadora do programa Sobretudo, da TV Master.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube