Quantcast

Fechar

logo

Fechar

Amparo nas horas difíceis

Rafael Holanda. Publicado em 6 de fevereiro de 2019 às 12:25

Que haja sempre uma paz emanada pelo céu, para compensar sofrimentos que são impostos nos lugares de um mundo onde a melodia maior é o canto da miséria.

Que todas as palavras amargas e sofrimentos desapareçam da estrada, onde o passar do vento que sopra de forma quente, possa se transformar em suave brisa de paz.

Que todas as árvores do mundo sejam abençoadas, pois suprem de frutos, os milhos e feijões que são capazes de nos sustentar e revigorar um corpo sofrido.

Que possamos agradecer pelo ar, pelo amor materno e paterno, pelos conselhos que recebemos pelas benditas palavras nos ajudaram a conhecer a verdade.

Que possamos agradecer pelo canto dos pássaros, pela macia relva tão fresca e suave, pelas flores que embelezam os jardins, pelos rios e pelos sonhos programados.

Que os nossos corações permaneçam na fé imutável para que nenhuma aflição venha desgastá-los e nem tentados, por nenhum propósito indigno e destrutivo.

Que possamos servir ao próximo em todos os sentidos, não buscando em atos mesquinhos, coisas que nos levem a uma palavra de ódio ou humilhação.

Que possamos fortalecer a nossa fé, em decorrência das dúvidas que surgem diante das desigualdades que os nossos olhos são capazes de enxergar.

Os nossos pecados são infinitos, e não podemos continuar a buscar em gestos de maldades em cima das maldades que gostamos de realizar, ou persistir em erros que cativamos.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Rafael Holanda
Rafael Holanda

* Médico.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube