Fechar

logo

Fechar

Alexandre Moura: Computação Quântica e o Ministério da Defesa

Alexandre Moura. Publicado em 30 de abril de 2021 às 8:26

O MD – Ministério da Defesa, através da Secretaria de Produtos de Defesa, promoverá o 1º Seminário da série sobre as “Tecnologias de Interesse do Ministério da Defesa”.

Este primeiro evento, que acontecerá nos próximos dias 12 e 13 de maio, terá como tema: “Computação Quântica, sua importância, desenvolvimento e o domínio dessa tecnologia estratégica, pela Tríplice Hélice – Academia, Empresa e Governo”.

O objetivo é incentivar as principais iniciativas no País sobre o Computação Quântica, que é de interesse também, do MD.

Destinado ao público relacionado à inovação brasileira e interessado na área, o evento vai propiciar o encontro entre representantes das áreas da Defesa, Indústria e Academia, tais como a Base Industrial de Defesa (BID), as Universidades e os setores de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) das Forças Armadas Brasileiras.

Computação Quântica e o Ministério da Defesa (II)

O tema é extremamente atual, pois a “Computação Quântica fundamenta-se no desenvolvimento de algoritmos lógicos que podem ser executados por um tipo de computador diferente do convencional.

Os computadores quânticos são máquinas muito complexas e que dependem de um equilíbrio térmico muito preciso e de extremo controle.

A Computação Quântica, assunto antes restrito aos meios acadêmicos, ganhou espaço na mídia especializada em tecnologia e inovação, bem como no meio militar, pelas suas aplicações atuais e futuras”.

O Seminário será realizado de forma virtual, através das plataformas Microsoft Teams e YouTube.

Mais informações no endereço: https://www.gov.br/defesa/pt-br/assuntos/ciencia-e-tecnologia/seminario-computacao-quantica-1

Aplicativos, “sites mobile” e o Consumidor

Parece que a “febre” do uso de Apps (Aplicativos) para smartphones começa a “baixar”, passando os usuários (consumidores) a preferir soluções de “sites mobile” (sites na Internet “desenhados” especificamente para smartphones) e que não precisam ser “baixados” no celular e assim, não ocupam espaço na memória do aparelho, espaço este que pode ser usado para outras finalidades, como fotos e vídeos, por exemplo.

Na realidade, o consumidor quer ter acesso a solução e não sendo necessário ir em uma loja de Apps, para baixar o aplicativo, melhor ainda. Afinal, quantos aplicativos você tem no seu celular? Algumas dezenas? É bem possível. Mas quantos você usa, realmente, diariamente? Dois ou três, no máximo.

Então, tem lógica usar um site mobile na maioria das vezes, no lugar de um App. O empresário ou gestor, deve levar isso em consideração quando for decidir entre um App e um site mobile, para oferecer seus serviços/produtos e comunicar-se com seu público-alvo.

Startups e o Varejo

Segundo o documento Inside Retailtech Report (relatório que trata de investimentos e tecnologia no segmento de varejo), “os investimentos nas startups do setor, as chamadas retailtechs, já atingiram cerca de R$ 3,5 bilhões no primeiro trimestre de 2021” (quase o total investido em 2020) e não param de crescer.

Tudo leva a crer que 2021, será o ano das startups que desenvolvem soluções inovadoras para as empresas de varejo, em nível mundial.

O predomínio dos investimentos, continua ainda na área B2B (Business to Business – Negócio para Negócio), ou seja, entre as empresas, mas já se nota (inclusive aqui no Brasil) um crescimento interessante nas empresas que fornecem soluções para serem utilizadas diretamente pelos consumidores, o chamado B2C (Business to Consumer – Negócio para o Consumidor final) e o D2C (Direct to Consumer – Do fabricante para o Consumidor final), que é uma espécie de “Atacarejo Digital”, onde “empresas que possuem fábricas fazem as vendas diretamente para o consumidor.”

É importante ficar atento a esse movimento técnico-mercadológico.

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Alexandre Moura
Alexandre Moura

Engenheiro Eletrônico, MBA em Software Business e Comércio Eletrônico, Diretor da Light Infocon Tecnologia S/A e Diretor de Relações Internacionais da BRAFIP - Associação Brasileira de Fomento à Inovação em Plataformas Tecnológicas.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube