Fechar

Fechar

A grandeza da vida

Rafael Holanda. Publicado em 26 de junho de 2017 às 8:39

Por Rafael Holanda (*)

Muitas vezes mãos deformadas pelas patologias ou pelos erros da vida sossegam mais a dor e consolam a lágrima melhor do que os que possuem a perfeição.

Muitas vezes os que não possuem os pés costumam chegar primeiro a solidão do que os que vivem a correr e se sentirem libertos, mas não levam dentro de si o sentimento de amar. Muitos que não conseguem se espessarem falam melhor diante da tempestade, do que os eloquentes que vivem em seu mundo, e se cobrem com suas vaidades.

Muitos esquecem que a vida ressuscita vidas quando compreendem a saudade, enquanto outros passam pela vasta estrada sem olharem a miséria que se coloca ao lado do caminho. Muitos pensam que vivem em paz que o mundo resume apenas nas suas alegrias, enquanto outros se perdem dentro de si por terem fechado a porta de suas esperanças.

Muitos dividem um pouco de tudo aos que não possuem um tanto de nada, e graças a estas ações as mãos do Senhor se tornam cobertas nos eventuais erros, e são perdoados.

Muitos olham não traduzem sentimentos de tristezas e passam adiante, outros não ouvem os gemidos da dor e se mantém firmes pelos caminhos do desassossego.

Quando a vida chegar ao final, e por suas mãos muitos caminharam pela verdade, com certeza o novo episodio lhe será mais aconchegante e menos cansativo.

Muitos fazem do nada para machucar a muitos, e outros machucam a tantos pelo que não existe, mas Deus ouve e escreve nos livros que se tornam balança no juízo final.

(*) Médico

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Rafael Holanda

* Médico.

falecom@fhc.com.br

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube