Fechar

logo
logo

Fechar

6 de outubro: fundação de Taperoá (futura Capital/PB?!…)

Mário Tourinho. Publicado em 4 de outubro de 2021 às 12:38

Antes que patoenses como o jornalista Albení Galdino (mais conhecido como Padre Albení) apresse-se para enfatizar que 6 de outubro também é data da fundação de Patos, eu próprio o digo. E acrescento que tal ocorreu no ano de 1788, então como distrito de Pombal, portanto completando, agora em 2021, exatos 233 anos. Entretanto, sua emancipação política, tornando-se independente em suas ações administrativas, somente se efetivou em 8 de maio de 1833.

Todavia, como expresso no título acima, este texto mais se volta à cidade de Taperoá que neste 6 de outubro completa 135 anos de fundação. E mais que exaltar essa cidade-berço de tantos ilustres paraibanos (e nem precisa lembrar os nomes, porquanto a Paraíba toda os conhece e reverencia – Vital Farias, Dorgiva Terceiro Neto, Ariano Suassuna …), minha pretensão, aqui, também, é reiterar que Taperoá é a cidade que está bem no centro geográfico da Paraíba, portanto a que mais se adequa às condições àquelas condições prevalecentes à absoluta maioria dos estados dos Estados Unidos da América, para constituir-se em Capital do Estado.

Qual, então, a vantagem ou benefícios que decorreriam com a aprovação de Taperoá como Capital da Paraíba?!…

Defendo que a Paraíba, especialmente por seus agentes politicamente mais representativos (deputados estaduais, deputados federais, senadores e igualmente vereadores taperoaenses e pessoenses, com respectivos prefeitos e o governador) encorajem-se para a promoção de um amplo debate sobre este tema, e, aí sim, chegarem a uma definição se a mudança da Capital paraibana para o centro geográfico do estado seria benéfica ou não para a interiorização do desenvolvimento, assim como para as próprias cidades de João Pessoa e Taperoá!…

Este tema requer que sobre ele volte a tratar, para destacar as razões que mais me estimulam a defender a mudança da Capital para o centro geográfico da Paraíba. Não posso concluir este específico texto, porém, sem que, a propósito de Padre Albení, lembrar que certa vez fui por ele entrevistado na TV Master. Quando me referi a Taperoá como cidade mais adequada para constituir-se Capital do estado e atração para a interiorização do desenvolvimento, ele – Padre Albeni – logo perguntou: – “Por que não a cidade de Patos?!…”. Sobre a resposta que dei me reportarei no próximo texto que, sobre este tema, haverei de elaborar!

Share this page to Telegram

Os artigos postados no Paraibaonline expressam essencialmente os pensamentos, valores e conceitos de seus autores, não representando, necessariamente, a linha editorial do portal, mas como estímulo e exercício da pluralidade de opiniões.

Mais colunas de Mário Tourinho
Mário Tourinho

Administrador, membro da Academia Paraibana de Ciência da Administração (APCA), ex-diretor institucional do Conselho Federal de Administração, ex-presidente do Conselho Regional de Administração, pós-graduado em planejamento operativo, diretor executivo do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de João Pessoa de 1993 a 2016.

[email protected]

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016 Arquivo 2015

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube