...

Campina Grande - PB

Coluna de Rafael Holanda: Um salmo para nova vida

20/03/2017 às 12:46

Fonte: Da Redação

Por Rafael Holanda (*)

Os homens não podem descobrir os tesouros ocultos sem que antes estejam envolvidos pela essência divina. Cada passo dado faz com que o homem compreenda melhor a vida futura, e se destitua do medo da morte.

As ideias do homem estão em razão do que ele sabe. O conhecimento humano se perde na medida em que os seus pensamentos se tornam equidistantes da verdadeira ideologia.

Para o planejamento de uma vida saudável, o primeiro passo é rever as coisas que foram capazes de tornarem mais difíceis as passadas, para que se pudesse chegar ao final do túnel.

Em nosso limitado mundo físico, não planejamos buscar as nossas vitorias para que possam ser divididas com os outros, pois o egoísmo implantado pela força da maldade se torna estrutura inabalável.

Compreendemos os significados de tudo, mas não aquilatamos o grau de repercussão, quando os nossos pés machucam mãos que também se achavam desejosas de alcançar o cume.

Nutrimos esperanças de que tudo que pensamos somos capazes de realizar, mas nem sempre os projetos são terminados, e nem as ideias tiveram tempo de serem concretizadas.

Somente quando somos capazes de enxergar honestamente e de ser responsáveis por nossos atos é que temos a certeza absoluta que muita coisa pode ser encontrada além do horizonte.

A sintonização do corpo com o espírito é que faz gerar uma força capaz de despertar as verdadeiras noções das coisas, que viemos para completar o ciclo dos nossos passos.

O chão frio e profundo guarda apenas uma estrutura que se perde na medida do tempo, pois aquele que veio do pó ao pó retornará, mas a singela luz espiritual sobe de forma leve ou pesada de acordo com a nossa historia.

Na realidade estamos passando por um limiar de transição para que tudo se transforme em um lugar onde a alegria se faça de maneira corriqueira, os ofensas perderão o seu poder de força, e a luz forte da verdade se tornará canção.

Não há mágica no que vai acontecer, o processo regenerativo é tão claro e cristalino como as águas que partem de uma nascente enlanguescem e se transformam em rio para desaguarem num imenso oceano.

Nós na realidade é que devemos procurar se preparar para a vida após a morte, pois tudo que necessitamos para o outro mundo devemos obter aqui, através de gestos que possam resplandecer o brilho celeste.

O mundo em que buscamos é vivificado pela mão da Sabedoria, o mundo que nos espera é na realidade divino e dotado de uma luminosidade sem igual, não necessitado o homem de iluminação.

A força do luto não desfaz a capacidade de todos compreenderem que o amanhã apesar de muitas das vezes ser tão distante é passível de ser alcançado pelas escadas da bondade que Deus colocou em nossos pés.

(*) Médico

Veja também

Comentários