...

Campina Grande - PB

Bancada ´tucana´ na Assembleia quer a ´degola´ de Aécio Neves do comando partidário

18/05/2017 às 12:01

Fonte: Da Redação de João Pessoa

A bancada tucana na Assembleia Legislativa defende que o senador Aécio Neves (PSDB/MG) deixe a presidência nacional do partido.

O senador foi denunciado à Procuradoria Geral da República (PGR) por conta de uma gravação pedindo R$ 2 milhões ao dono do frigorífico JBS, Joesley Batista, e já vinha sendo investigado pela Operação Lava Jato.

Foto: Paraibaonline

Para o líder da oposição, deputado Tovar Correia Lima (PSDB), além do afastamento do cargo de senador da República, ele deverá renunciar ainda também ao cargo de presidente do partido. Caso contrário, o PSDB deverá pedir que o senador aja da mesma forma.

“Eu já havia me posicionado neste sentido no grupo de deputados estaduais do PSDB de todo o país pedindo que Aécio deixe a presidência e com a possibilidade dele ser preso. Não pode haver dois pesos e duas medidas. Com o ex-senador Delcídio do Amaral aconteceu da mesma forma e perdeu o mandato. Se ele quiser sair honrosamente, deve renunciar ao mandato até amanhã”, avaliou.

Indagado se esse fato abalaria a credibilidade do PSDB, já que o partido liderou a luta contra a corrupção que culminou com o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e agora tem um membro da alta cúpula comprometido, o deputado acredita que sim, mas ressalvando que vários partidos estão envolvidos.

“Aécio Neves é um fato isolado, mas é claro que o PSDB precisa se repensar e entender qual o norte do partido. Agora, não cabe mais, depois de tantos avanços da Lava Jato, os políticos estarem praticando atos de corrupção. Que seja feita realmente a lavagem que o país precisa e isso começará mais profundamente a partir de agora com essas novas denúncias”, completou.

Veja também

Comentários