Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

Morte de ministro do STF deve atrasar divulgação de delações em 2 meses

Da Redação. Publicado em 21 de janeiro de 2017 às 9:04.

 

Foto: Agência Brasil

Os advogados da Odebrecht projetam pelo menos dois meses de atraso na homologação dos acordos de delação dos executivos da companhia, após a morte do ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, noticia o jornal O Globo.

A avaliação da defesa é que a solução mais rápida seria que houvesse a redistribuição para um novo relator dentre os nove ministros do Supremo Tribunal Federal.

Share this page to Telegram
Matérias Relacionadas

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube