Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

Ex-ministro e ex-tesoureiro do PT dividiam propina, denuncia delator

. Publicado em 22 de outubro de 2015 às 0:01.

mont.

O ex-vereador petista e advogado Alexandre Romano disse em sua delação que dividia propinas ligadas a contratos do Ministério do Planejamento com o ex-ministro Paulo Bernardo (foto) e com o ex-tesoureiro petista João Vaccari (foto), entre 2010 e 2012, noticia o jornal Folha de São Paulo.

Depois desse período, Romano disse que o ex-ministro da Previdência Carlos Gabbas também se beneficiou do esquema.

Investigadores da Lava Jato avaliam que os desvios no Planejamento chegam a R$ 51 milhões desde 2010.

Matérias Relacionadas
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube