...

Campina Grande - PB

Crise à parte, Senado duplica os gastos com custeio

17/01/2017

Em meio à recessão, o Senado dobrou, entre 2014 e 2016, o valor empregado em gastos extras – que incluem combustível, viagens, papelaria, limpeza, alimentação e correspondência -, segundo levantamento da Casa divulgado pelo jornal Folha de São Paulo.

O valor passou de R$ 2,4 milhões em 2014 para R$ 4,8 milhões no ano passado. Além disso, os gastos dos senadores Fernando Collor (PTC-AL) e Renan Calheiros (PMDB-AL) com Correios dispararam em 2016 em relação a 2015.

O desembolso do ex-presidente da República passou de R$ 50 mil para R$ 110 mil. Já Renan usou R$ 10 mil para entrega de correspondência em 2015 e R$ 85 mil em 2016.

Fonte: Da Redação

Comentários

Comentários

Simple Share Buttons