Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 16/10/2020

Voltar à Esplanada

Atração

O secretário da Fazenda do Estado, Marialvo Laureano, esclareceu ontem que os incentivos fiscais anunciados recentemente pelo governador João Azevedo para o setor de confecções do Estado, particularmente na região de Campina Grande, vislumbram “alcançar pequenas, médias e grandes empresas”.

Sem arrodeio, ele sublinhou que a intenção é “trazer parte do comércio” desse segmento de outros estados do Nordeste para Campina Grande.

Ofensiva

“É um benefício fiscal bem agressivo”, sublinhou o titular da Sefaz em entrevista à Rádio Caturité FM.

Alcance

Segundo ele, as reduções de ICMS, em alguns casos, podem chegar a 63% para empresas que são optantes do Simples.

Similaridade

O secretário traçou um paralelo com o setor do comércio atacadista, que teve uma redução na alíquota de ICMS de 18% para 4% há algum tempo.

Nativas

Marialvo espera que além das empresas que serão atraídas para se instalarem na Paraíba, cerca de 4 mil empresas já funcionando no Estado serão inicialmente beneficiadas.

O detalhe

A redução da alíquota de ICMS para as indústrias de confecções será aplicada nas vendas para o setor comercial instalado na 3ª Região Fiscal, que compreende uma área entre as cidades de Esperança (Brejo) e Monteiro (Cariri) – 54 no total -, polarizada por Campina.

Alívio

Ao comentar sobre a situação da receita estadual nessa fase menos grave da pandemia, Marialvo frisou que nos últimos dois meses “a recuperação foi bem interessante”.

Empatar

Na projeção para 2021, o secretário disse que o prognóstico “otimista” é “repetir a arrecadação deste ano”.

“A pandemia continua. Nós continuamos em guerra”, ressalvou.

Em branco

A direção da Rede Paraíba de Comunicação decidiu não contratar junto ao Ibope pesquisas para o 1º turno das eleições deste ano em Campina Grande.

Alto falante

De comum acordo entre os partidos e/ou coligações que disputam a eleição majoritária em Campina – e com a homologação do juiz Leonardo Paiva, coordenador de Propaganda de Rua -, foi acertada ontem a autorização para que sejam utilizados carros de som (exclusivamente) durante as caminhadas realizadas pelos bairros, até como forma de evitar ou dispersar aglomerações.

Retrovisor

Nota desta coluna no começo da semana: “Ficou evidente o estremecimento nas relações do governador João Azevedo com o casal Feliciano (deputado Damião e vice-governadora Lígia Feliciano).

Escanteado

No dia de ontem, em solenidade realizada em João Pessoa – assinatura de contratos para a construção dos primeiros empreendimentos do Polo Turístico Cabo Branco -, o secretário de Turismo, Gustavo Feliciano, não foi chamado para compor a mesa solene do evento, ocorrido no Teatro Pedra do Reino.

´Delegação´

“Essa parte política do meu partido eu deixo a cargo dos representantes partidários para discorrer acerca disso”, desconversou Gustavo após o evento.

 Relativização

Ainda segundo o secretário – cuja Pasta está diretamente vinculada ao empreendimento -, “essas coisas menores de quem foi chamado ou não, isso não me preocupa”.

 

Comparecimento

Cinco dos seis prefeitáveis de Campina Grande participaram do encontro promovido ontem por entidades do setor produtivo – lideradas pela FIEP.

Apenas Edmar Oliveira (Patriota) não apareceu.

Visibilidade

Na abertura, o presidente da FIEP, Francisco Buega Gadelha, observou que a campanha eleitoral deste ano “é muito curta”, razão pela qual são necessários espaços para que os concorrentes “possam expor as suas ideias”.

Fonte de consulta

A candidata Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos) disse inicialmente que o trabalho contratado por várias entidades para planejar o futuro da cidade – `Campina 2035´ – “serviu de embasamento” para pautar o seu plano de governo.

Queda livre

Artur Bolinha (PSL) observou que Campina “tem perdido a importância regional” nos últimos tempos, “como consequência” da ausência de “uma política de desenvolvimento”.

Mazelas

Na sua avaliação, existe “uma cidade burocrática e distante do processo de modernização”, com o agravante de ter um serviço público “ineficiente”.

Tributos locais

O prefeitável também mencionou a falta de capacidade de geração de “receita própria” (arrecadada pela própria PMCG), atualmente limitada a 13% da receita total.

Ele prometeu – se eleito – criar (pelo menos) 10 mil novos empregos na cidade.

Destravamento

Bruno Cunha Lima (PSD) elencou para as lideranças empresariais presentes algumas de suas prioridades administrativas, caso eleito, citando a modernização da máquina pública e “a diminuição dos entraves que atrapalham o empreendedor” em sua atividade.

Atrativos

“Nós temos muitas ofertas para quem quer se instalar em Campina”, anunciou Inácio Falcão (PCdoB), prometendo em seguida “desburocratizar a máquina pública” e buscar a instalação de um “aeroporto internacional” para a cidade.

Desmistificação

O candidato do PSOL, Olímpio Rocha, tratou de realçar para os presentes que “é uma falácia que somos contra os empresários”.

Protagonismo

Ao fazer uma participação no evento, o empresário Renato Lago alertou aos candidatos (a) que “precisamos ser protagonistas de nossa história, e não reféns do futuro”.

Não vingou

Foi adiado para o final deste mês (dia 29) o novo leilão do Hotel Tambaú, de João Pessoa.

Nova data

No pregão ocorrido no dia de ontem, não houve lance.

Dessa maneira, para o próximo o preço mínimo cairá de R$ 131 milhões e 900 mil para R$ 65 milhões e 900 mil.

PP quer paraibano como ministro

De acordo com o jornal Valor Econômico (SP), a cúpula nacional do partido Progressista avalia que não é o momento oportuno para o deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro disputar a presidência da Câmara Federal – eleição dia 1º de fevereiro próximo.

A intenção partidária é viabilizar a indicação de Aguinaldo para que ele volte a ser ministro de Estado, cargo que exerceu no Governo Dilma Rousseff (Pasta das Cidades).

Tem ´laranja´ nessa campanha...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube