Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 02/11/2017

Vice serrano

O poder sem limites

Apesar de se declarar ´conceitualmente´ contra o auxílio-moradia (R$ 4.377,73 mensais), o ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal, concedeu uma liminar autorizando o pagamento retroativo (dos últimos seis anos) a 218 juízes e desembargadores do Rio Grande do Norte. Cada magistrado recebeu entre R$ 194 mil e R$ 211 mil por conta dessa decisão, que custou aos cofres públicos R$ 39,5 milhões.

 

Liberou geral

O Conselho Nacional de Justiça tornou sem efeito decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba que limitava o pagamento de diárias a serventuários da justiça e a magistrados.

O TJ alegava limitação orçamentária.

Postergação

A direção nacional do PMDB decidiu adiar (data não anunciada) a convenção nacional do partido, que originariamente estava marcada para o próximo dia 7, em Brasília.

Fermentada

O Sindicato da Indústria de Panificação de Campina Grande, através de seu presidente em exercício, Marcos Rogério Sousa, informou ontem que a 5a Expopão, realizada na semana passada, teve uma visitação média de 1 mil pessoas por dia e negócios que estão sendo concretizados que passam dos R$ 5 milhões.

Declive

Aproximadamente 1,4 milhão de desempregados deixaram de contribuir para a Previdência Social desde 2014.

O maior volume de suspensão nos recolhimentos ocorre em 2017.

Não avançou

O Sindicato dos Urbanitários da Paraíba não protocolou no Ministério Público a Representação que havia anunciado contra a presidente do Legislativo campinense, vereadora Ivonete Ludgério (PSD), acerca da (presumível) acumulação indevida de remuneração (Câmara e Secretaria de Agricultura da PMCG), bem como a impossibilidade de se acumular as duas atividades devido à coincidência de horários.

Em apuração

O presidente da entidade, Wilton Maia, esclareceu que foi informado no MP que já existe denúncia similar em tramitação.

“O que tínhamos de fazer, já fizemos”, assinalou.

Requisição

O Ministério Público endereçou oficio à Secretaria de Agricultura da PMCG, em setembro último, solicitando informações sobre a referida servidora/parlamentar, tais como folha de ponto dos últimos doze meses, carga horária semanal, horário de trabalho, ficha funcional e contracheques.

Cronologia

O ofício chegou à Secretaria uma semana antes de ser publicado no Seminário Oficial o pedido de licença da vereadora.

Sinal dos tempos

A Igreja Presbiteriana de São Paulo divulgou um manifesto com críticas à impunidade e à bancada evangélica na Câmara Federal.

Da boca de…

“… Michel Temer usou métodos corruptos para abafar uma denúncia de corrupção…” (deputado federal Alessandro Molon, Rede-RJ, sobre a mobilização do presidente Temer para arquivar a segunda denúncia contra ele da Procuradoria Geral da República).

Cliques

Se você deseja contemplar belas imagens de Campina Grande, visite a exposição do fotógrafo Jorge Barbosa que se encontra aberta de segunda-feira a sexta-feira, das 8 às 12h e das 14h às 18h, nas instalações do Museu de Arte Assis Chateaubriand, avenida Floriano Peixoto, em frente ao Edifício da Associação Comercial.

Mais um

De acordo com a ´Arapuan FM´, o presidente do PTdoB, deputado Genival Matias Junior, deverá se licenciar em breve da Assembleia Legislativa e abrir espaço para o suplente Américo Cabral, que trocou o PPS pela legenda de Genival, que passa a se chamar ´Avante´.

Indicativo

João Azevedo, secretário de Infraestrutura do Estado e pré-candidato a governador pelo PSB, disse ontem que os comentários negativos acerca de sua postulação partem da avaliação de que o seu nome “já está incomodando” setores oposicionistas.

Só ´Plano A´

Sobre as idas e vindas do PMDB (senador José Maranhão), João frisou que “política se faz com alianças”, mas que qualquer entendimento passa pela manutenção da candidatura partidária do PSB.

“Temos um único plano, o plano ´A´, que é a candidatura própria”, reforçou.

Afinados

No tocante à situação da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), o socialista enfatizou que PSB e PDT têm na Paraíba “uma relação de extremo respeito”, e que Lígia “tem a dimensão clara do que é ser vice”.

Intransferível

Azevedo afirmou que a decisão de Ricardo Coutinho de disputar ou não as eleições do ano que vem ”é de cunho extremamente pessoal”.

Fará falta

RC “tem dito – prosseguiu o secretário – que o grande sonho dele é ver a continuidade desse projeto administrativo, dessa forma de fazer gestão. Eu, particularmente, acho que o governador ficando o Senado perde um homem público extremamente qualificado, com condições de elevar a discussão política no Senado. Mas é uma decisão pessoal, que todos nós temos que respeitar”.

Chapa JP/CG

Questionado pelo colunista sobre a escolha do companheiro de chapa – se estrategicamente seria ideal colocar alguém de Campina Grande -, João Azevedo respondeu que “não tenha dúvidas. Campina é importante nesse processo, e sempre foi no processo eleitoral da Paraíba. Isso vamos construir a partir do próximo ano. Isso será levado em consideração. O processo passa por Campina, sem sombra de dúvidas”.

Quem vai ´encaixar´ o ex-senador Ney Suassuna na chapa?...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube