Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 23/10/2017

Vazio em Campina

Outro caldeirão

O apresentador de TV Luciano Huck tem feito incursões pela seara política com gradativa intensidade, na perspectiva de converter em possibilidade real o que, num primeiro momento, resvalou para o anedotário nacional: disputar e/ou influenciar a sucessão presidencial.

Dias atrás, ele publicou um artigo no jornal Folha de São Paulo. Vale a pena ler trechos desse texto. É o que segue.

Prospecção

“Tenho pensado, lido, refletido e ouvido muita gente sobre os melhores caminhos para tirar o Brasil desta triste situação em que nos encontramos. Os caminhos divergem, mas nunca vi tanta gente genuinamente empenhada em contribuir e se envolver.

Militância

“Como já me comprometi publicamente antes, quero e vou participar deste processo de renovação política no Brasil. Reafirmo que continuo achando que, de onde estou, fora do dia a dia da política, minha contribuição pode ser mais efetiva e relevante.

Vala comum

“Acredito que esta fratura exposta que comprometeu, expôs e derreteu a estrutura política nacional arrastou a todos nós – sem discriminar crenças, ideologias ou situação social – para uma crise econômica e caos social sem precedentes.

Chance

“Mas também sinto que ela pode ser uma das maiores oportunidades para abrir um novo ciclo na história da República, ressignificar nossas instituições e, principalmente, reorientar os valores e princípios daqueles que querem servir.

Disputa pelo voto

“Assim, para que no futuro não tenhamos mais os assustadores vácuos de liderança que hoje estamos vivenciando, este deserto de opções relevantes e a escassez de projetos e ideias oxigenadas e possíveis dentro das estruturas formais do poder, para fazer do Brasil um país mais justo, entendo que o melhor caminho será ´ocupar´, por meio do voto, o Legislativo brasileiro com cérebros, sinapses, ideias e ideais de primeira qualidade.

Parlamento

“O dia em que a Câmara e o Senado forem compostos, em sua maioria, por pessoas íntegras, éticas, genuinamente bem-intencionadas e comprometidas com o bem comum, independentemente das suas ideologias, as soluções para as questões do país florescerão. O debate será de qualidade, as ideias idem.

Queda-de-braço

“Essa ´ocupação´, porém, não será do dia para a noite. Será um longo e árduo processo, que pode até ser retardado, refreado pelos atuais detentores do poder político – que hoje, salvo exceções, legislam em causa ou defesa própria.

Sem volta

Mas é um processo irreversível, simplesmente porque o eleitor há muito não se sente representado por grande parte da classe política que está aí. Como já disse, há exceções, claro, mas são a minoria absoluta”.

A caminho

O deputado Guilherme Almeida (PSC), o ex-prefeito de Queimadas e ex-deputado Jacó Maciel (PSD), e do ex-deputado Robson Dutra (PMDB) estiveram reunidos, no final de semana, em Campina Grande, com o deputado Benjamin Maranhão, tratando da filiação do trio ao Solidariedade.

Escolha…

Em encontro ocorrido no final de semana, em João Pessoa, o servidor público Tárcio Teixeira foi reconduzido à presidência estadual do PSOL e também indicado para concorrer ao governo estadual em 2018.

… Antecipada

Os sindicalistas Victor Hugo (agente fiscal) e Nelson Júnior devem concorrer às vagas para o Senado.

Unidade

“O PSOL sai unido e fortalecido com essas três pré-candidaturas escolhidas antecipadamente. Agora é focar na construção democrática de um programa e divulgar ao máximo que a Paraíba não vive refém do continuísmo da lógica privatizante e de ataque aos servidores ou dos representantes de Temer e Aécio em nosso Estado. Temos uma alternativa coerente e de mudança”, propagou Tárcio.

Da boca de…

“… Aécio é um cadáver político, e o que se faz com um cadáver é sepultar. E aí não sei por que não se sepulta…” (ex-ministro Ciro Gomes, PDT).

Melou

Ao que se informa, ´subiu no telhado´ a anunciada candidatura do deputado Jair Bolsonaro (RJ) a presidente da República pelo PEN – que está virando ´Patriota´.

Teria havido um desentendimento com o presidente nacional da legenda, Adilson Barroso.

Destino

O novo ´flerte´ do deputado/presidenciável seria com o Partido Trabalhista Brasileiro.

Maldade…

“Engraçado… Nunca soube que Geddel (Vieira Lima) era o chefe. Para mim, o chefe dele era outro”.

… Alagoana

Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) sobre o fato de a procuradora geral da República, Raquel Dodge, qualificar Geddel como chefe de uma organização criminosa. A menção implícita a Michel Temer é notória.

Saudade & gratidão

Campina saiu menor desse final de semana. Um de seus mais ardorosos defensores parte para outro plano.

Falo do médico, intelectual e cientista Virgílio Brasileiro, que cultivou durante décadas uma cumplicidade com a cidade que abraçou incondicionalmente, pela vida afora.

Hora de dizer muito obrigado.

“Campina ama Dr. Virgílio!” – resumiu precisamente o seu filho, médico André Brasileiro.

O PSDB já encomendou pesquisa sobre a eleição de 2018?...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube