Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

terça-feira, 16/08/2016

Um novo tributo

Sem correlação

A notícia que marcou o final de semana político foi o atentado ao médico Jairo Sales, na manhã de domingo, em frente à sua residência, no bairro Bodocongó, em Campina Grande.

Jairo, candidato a vice-prefeito de Artur Bolinha (coligação PPS/PV), sofreu um tiro na perna.

É um fato lamentável. Mas é imperioso ressaltar que ele nada tem a ver diretamente com o processo eleitoral, pelo menos é o que indica a apuração até aqui já realizada.

Não é endosso

O fato – como disse na noite desta 2ª feira no telejornal Itararé Notícias (TV Itararé) – não pode nem deve servir como pretexto para reforçar a proposta já cogitada de tropas federais em Campina.

Perene

Se a régua de medir a necessidade de tropas federais for a insegurança, temos sobradas razões para pedir tropas federais ou adicionais o ano inteiro, porque a população está atemorizada.

Sem sinais

A eleição em si, até o momento, não aponta a necessidade de soldados do Exército nas ruas para conter eleitores exagerados ou exaltados.

SOS

Quem está nas ruas clamando proteção é o cidadão comum que paga impostos e que observa no elementar ato de sair e voltar para a sua casa um risco constante e diário.

Sem freio

O candidato a prefeito Bolinha divulgou uma nota dura sobre o fato, lamentando “a violência que tem assombrado a nossa cidade”, e frisando que “é apenas mais um episódio no cotidiano de uma escalada de violência desenfreada como Campina jamais viu”.

Latente

“O medo – prosseguiu o prefeitável – não é uma sensação em nossa cidade, é uma realidade. Os campinenses têm sido afrontados pela criminalidade e clamam por providências”.

Insensibilidade

O candidato do PPS observou que “não é admissível que o Governo do Estado ignore esse clamor ou, tampouco, que reaja com ilações e acusações, ao invés de com providências”.

Inconcebível

Ao final da nota, Bolinha acentua que “não se pode conceber que uma cidade inteira torne-se prisioneira do medo”.

Cobrança

“Campina exige uma posição clara, firme, proativa por parte das autoridades da segurança pública, e não apenas retórica, discurso político ou a exposição de números que não refletem a realidade cotidiana”, arremata o candidato.

Apelo

Poucos instantes após protocolar o seu pedido de registro de candidatura, no final da tarde de ontem, no fórum eleitoral de Campina, o candidato a prefeito David Lobão (PSOL) solicitou à juíza Érica Tatiana Soares (71ª Zona Eleitoral), responsável pela coordenação de propaganda de mídia eletrônica, que interceda junto aos meios de comunicação locais para assegurar a sua participação nos debates e entrevistas.

´Batismo´

Está marcado para a noite do próximo dia 26, na TV Arapuan, o 1º debate com os candidatos a prefeito de João Pessoa.

Aí meu Deus

O deputado e ministro das Cidades Bruno Araújo (PSDB-PE) foi flagrado dias atrás caçando pokemóns (bonecos virtuais) nos corredores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Vagas em jogo

O TSE divulgou ontem que teremos este ano 57.931 vagas de vereador em disputa nos 5.568 municípios brasileiros (quantidade de prefeitos a ser eleita).

O detalhe

Na Paraíba, serão 223 prefeitos eleitos e 2.201 vereadores.

Na TV

O administrador apostólico da Arquidiocese da Paraíba, Dom Genival Saraiva de França, é o entrevistado de hoje no programa ´Ideia Livre Política & Economia´, que começa às 22 horas na TV Itararé – canal 18.1 (digital) e 19 (analógico).

E pela internet – www.tvitarare.com.br

´Na agulha´

Conforme a revista Época, está tudo pronto para que o ex-presidente Lula da Silva seja indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelos procuradores da força tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba (PR).

Representação

O Ministério Público Eleitoral protocolou uma ação na justiça eleitoral contra a coligação puxada pelo PMDB em Campina, alegando propaganda extemporânea (fora do período legal).

Benefício tributado

O governador Ricardo Coutinho, juntamente com o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Francisco de Assis Benevides Gadelha, e alguns empresários, pactuaram ontem o texto do projeto de lei relativo à criação do Fundo de Equilíbrio Fiscal, “destinado à manutenção do equilíbrio das finanças públicas”.

O projeto propõe que “todas as empresas” com benefícios fiscais deverão pagar uma alíquota de 10% sobre esses benefícios.

Os candidatos a vereador pelo PT/CG apoiarão quantos prefeitáveis?...
Simple Share Buttons