Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 05/10/2018

Transferência pela metade

Quando 2019 chegar

Ricardo Coutinho (PSB) anunciou que no próximo ano retomará as suas atividades funcionais no Hospital Universitário Lauro Wanderley da UFPB, onde é lotado.

Desde 1999 que ele se encontra afastado (sem vencimento) devido aos sucessivos mandatos eletivos que conquistou.

Ou seja, o governador rechaçou (por antecipação) a hipótese de assumir um cargo na gestão João Azevedo, na eventual vitória do socialista.

Outra prioridade por ele apontada é dar mais assistência ao filho caçula (Henry), de 8 anos.

Deixa a desejar

À Rádio Arapuan FM (JP), Ricardo avaliou que “a oposição na Paraíba tem se mostrado muito despreparada”.

No tocante à sucessão presidencial, RC lamentou o fato de a disputa estar marcada pelo “radicalismo”.

Passionalidade

“É uma polarização emocional. As pessoas estão envolvidas pelo ódio ou pelo afeto. E isso traz pouca coisa positiva para o futuro do País”, avaliou o socialista.

Palanque

“Ele (Lucélio Cartaxo) será o próximo governador da Paraíba. Fez uma campanha limpa, de ideias, de propostas. Fez uma agenda extremamente forte, visitou todas as regiões do Estado, conheceu mais que um Estado, mas sim sua gente. Conheceu o cidadão, o ser humano, dialogando, ouvindo as prioridades do povo, a exemplo de saúde, educação, segurança e geração de emprego”.

Prefeito pessoense Luciano Cartaxo (PV-JP).

Fecho

Frase inserida no último guia eleitoral de João Azevedo (PSB): “Está nascendo um novo líder”.

Carência

No programa derradeiro de Zé, foi verbalizado que “a Paraíba não precisa de um gerente, mas de um líder de verdade. A Paraíba não aceita uma marionete”.

“É muito mais fácil andar com quem conhece o caminho”, acrescentou.

O ´novo´

No programa final de Lucélio, foi insistido na tecla de que os seus concorrentes já tiveram chances de administrar, em algum escalão, o governo estadual, e que ele é o “novo”.

Separação

Em ´Recomendação´ publicada dias atrás, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) fixa que juízes e desembargadores do Trabalho devem proferir decisões condenatórias líquidas, fixando os valores relativos a cada um dos pedidos acolhidos.

Manejo

Segundo a nova lei, o advogado, logo na petição inicial, deve apontar os valores de cada um dos pedidos.

O juiz pode alterá-los ou mantê-los, de acordo com o caso, segundo o jornal Valor Econômico.

Da boca de…

“… É um discurso fácil, porque não vê nos outros nenhuma virtude, nenhum acerto…” (José Maranhão ao se dirigir ao seu concorrente João Azevedo).

´Bota fora´

A campanha de Lucélio Cartaxo será encerrada (presencialmente) em Campina Grande nesta sexta-feira, com visitas a empresas dos setores comercial e industrial nos dois turnos.

Tchau

João Azevedo (PSB) também faz (presencialmente) os últimos atos de campanha em Campina Grande nesta sexta-feira, com visitas a alguns bairros no turno da tarde.

Motorizado

De sua parte, José Maranhão (MDB) optou por encerrar a campanha em Campina no sábado, com a realização de uma carreata.

Palanque

“Eu não serei ministro. Eu vou disputar minha última eleição (…) O PT se tornou uma organização odienta de poder, que tem feito muito mal ao Brasil de um tempo para cá”.

Presidenciável Ciro Gomes (PDT), ao descartar uma eventual participação num governo petista, se Fernando Haddad for eleito presidente.

Registro

Os dois melhores debates na campanha eleitoral deste ano na Paraíba foram produzidos pela TV Arapuan, de João Pessoa, e apresentados pelos jornalistas Heron Cid (para governador) e Adelton Alves (candidatos ao Senado).

Eleitos

Em votação secreta, os desembargadores Wolney de Macedo Cordeiro e Leonardo José Videres Trajano foram eleitos, respectivamente, presidente e vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional da Paraíba – TRT-13.

Encargo

“Conduzir o Tribunal é mais um ônus do que um bônus. Vamos enfrentar problemas e crises, mas ao longo dos anos o TRT tem demonstrado maturidade na escolha dos seus dirigentes”, enfatizou o novo presidente.

Palanque

“O candidato Ciro Gomes está sendo injustiçado. O presidente Lula, da prisão, coordena ação para fazer com que mudem seus votos em benefício de Fernando Haddad”.

Presidenciável Álvaro Dias (Podemos).

Endosso

A Procuradoria Geral Eleitoral ofereceu parecer favorável ao recurso interposto pela coligação “A Vontade do Povo” para cassar o diploma do governador e da sua vice (Lígia Feliciano), além de multa e inelegibilidade de Ricardo Coutinho.

Reformar

Trata-se de uma tentativa de reformar Acórdão do TRE/PB: “Impõe-se a reforma do acórdão para que sejam cassados os diplomas dos recorridos (Ricardo e Lígia), bem como decretada a inelegibilidade de Ricardo Coutinho”, assinala o vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, no parecer.

Reconhecimento

“A Procuradoria-Geral Eleitoral, mais uma vez, reconhece os graves abusos e o uso ostensivo da máquina pública na campanha de 2014 por parte do candidato governador”, ecoou o advogado da coligação referida, Harrison Targino.

Palanque

“É preciso reconhecer os erros do passado para não repeti-los no futuro”.

Presidenciável Guilherme Boulos (PSOL), ao se dirigir a Fernando Haddad (PT) em debate.

Sintomático

Os candidatos Ciro Gomes e Marina Silva (Rede) têm dialogado muito nos últimos dias, desde os intervalos do debate da TV Record, domingo último.

Pelo caminho

À luz das recentes pesquisas divulgadas pelos institutos Ibope e Datafolha, a desejada (e imaginada) transferência de votos do ex-presidente Lula para o seu sucessor Fernando Haddad, na região Nordeste, está ocorrendo muito aquém do esperado, apesar de ter sido o suficiente para que o petista ´saltasse´ nas intenções de voto.

Limitada

Essa ´migração´ não chegou sequer a metade das intenções de voto que Lula tinha na região.

A aposta final

Por outro lado, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse ontem, em entrevista à Rádio Jornal (PE), que uma das grandes surpresas da eleição deste ano será a sua votação no Nordeste, onde ainda é registrado o seu pior desempenho nas pesquisas já divulgadas.

O PSDB/PB abandonou – de vez – a candidatura de Alckmin...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube