Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 25/04/2019

´Toma que o filho é teu´

O ´dote´

Reportagem publicada na edição de ontem do jornal Folha de São Paulo informa que líderes de cinco partidos governistas confirmaram que o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), ofereceu destinar “um extra” de R$ 40 milhões em emendas parlamentares até 2022 a cada deputado federal que votar a favor da reforma da Previdência no plenário da Câmara.

´Muitos braços´

Numa solenidade concorrida e calorenta (o Centro Turístico de Tambaú, em João Pessoa, está sem o sistema de refrigeração), o deputado João Gonçalves foi empossado ontem como secretário de Articulação Política do governo estadual.

Sumário

O seu discurso foi sucinto: “A nossa missão é articular”.

E registrou que o deputado-presidente Adriano Galdino (PSB) “é um amigo e parceiro do governo que tem uma bancada de 36 deputados”.

Desobstrução

João comentou ainda que é preciso “botar óleo na porta do Palácio da Redenção”, ou seja, facilitar a acessibilidade ao centro do governo estadual.

Conquistas

Também em rápidas palavras, Adriano disse aos presentes que o governador João Azevedo (PSB) “tem construído a cada dia uma Paraíba melhor e mais justa para cada um de nós”.

Rejuvenescido

Novamente investido da condição de deputado, o suplente Lindolfo Pires (Podemos) afirmou que “assumo como se fosse um novato”.

Porta-voz

“Ainda podemos colaborar e ser útil ao Estado”, frisou, para lembrar que a cidade de Sousa “estava sem uma voz na Assembleia”.

Latente

Por fim, Lindolfo (que teve cerca de 26 mil votos nas eleições do ano passado) disse que “estou com a mesma autenticidade, coragem, tenacidade e autenticidade”.

´Bateu o ponto´

Quem esteve presente à solenidade conjunta do Executivo e Legislativo foi o suplente da vez do Podemos, ex-deputado Trocolli Júnior, que preferiu não conceder entrevista.

Ele conversou rapidamente com o governador.

Postergada

Estava prevista para ontem a posse do suplente (e ex-deputado) Anísio Maia (PT) na ALPB.

Mas foi anunciado o ato para a próxima semana. Ele substituirá Genival Matias (Avante), que vai se licenciar por 121 dias.

Acolhida

João Azevedo disse que a posse de João Gonçalves “trata-se não apenas de um deputado que está vindo para ser secretário. Isso porque eu vou contar com a presença de um amigo de infância”.

“Você João, conhece como ninguém o povo da Paraíba”, acrescentou o governador.

Intensidade

Azevedo se permitiu discorrer acerca da conjuntura nacional: “Estamos vivendo um momento especial no País. Isso gera uma dificuldade ainda maior para quem é gestor”, razão pela qual advertiu que “o esforço de cada secretário será exigido em dobro”.

Desagravo

Após pontificar que o seu antecessor Ricardo Coutinho “quebrou muita pedra para transformar um Estado quebrado num Estado respeitado”, Azevedo acentuou que “é triste a situação financeira da maioria dos estados brasileiros”.

Adiante

O governador grifou aos deputados presentes que “precisamos ter a preocupação de manter a Paraíba avançando”.

Passou a bola

Na rápida entrevista que concedeu à imprensa, o governador evitou tratar da soltura da ex-secretária de Administração do Estado Livânia Farias, alegando que parte da imprensa “tem uma obsessão por esse assunto”.

“Esse é um assunto que compete ao Ministério Público”, emendou.

Anfitrião

Enquanto isso, em Campina Grande, o prefeito Romero Rodrigues recepcionou ontem deputados estaduais da oposição, levando-os para uma visita ao Complexo Aluízio Campos.

Comitiva

Lá estavam Tovar Correia Lima (PSDB), Moacir Rodrigues (PSL), Camila Toscano (PSDB), Anderson Monteiro (PSC), Doutora Paula (PP), Eduardo Carneiro (PRTB), Cabo Gilberto (PSL) e Galego de Sousa (PP).

Último dia

Serão encerradas hoje as inscrições dos candidatos interessados em ocupar as quatro cadeiras que estão vagas na Academia de Letras de Campina Grande, e que eram ocupadas por Molina Ribeiro, Hermano José, José Tavares e Eurípedes de Oliveira.

Da boca de …

“… A Cruz Vermelha fazia muito mal uso do dinheiro público. Mas eu não tinha ideia do tamanho dessa organização. Na Educação é muito maior o rombo, porque se gasta 150% a mais do que na Saúde…” (deputado estadual Raniery Paulino, do MDB).

Insensatez

A interdição da rua Sebastião Donato, no centro de Campina Grande, faltando mais de 40 dias para o início do Maior São João do Mundo não faz o menor sentido, em função dos transtornos que provoca na área.

Esperando

Cotado para assumir a relatoria da comissão especial que vai analisar a reforma previdenciária na Câmara Federal, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) disse ontem que “cada mudança terá um impacto fiscal. Por isso dependemos dos estudos e das informações que o governo deverá enviar ao Congresso para poder tomar decisões”.

Desgastes socializados

Ribeiro, em entrevista ao ´Estadão´, informou que a ideia de se retirar os Estados e municípios da proposta de emenda à Constituição (PEC) está ganhando força entre os partidos, mas ainda não há um consenso sobre isso.

Se a PEC for alterada neste sentido, caberá às assembleias legislativas e às câmaras de vereadores aprovarem as suas próprias regras de aposentadoria.

Quem quer ser prefeito de uma cidade grande, precisa morar nela...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube