Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 22/04/2017

“Terra abençoada”

Vergonhoso

Recentes publicações de órgãos oficiais trazem à ribalta informações preocupantes acerca da saúde pública no Brasil.

Levantamento do BNDES mostra que 65% das internações de crianças com menos de 10 anos são provocadas pela deficiência ou inexistência de rede de esgoto e água limpa.

Desperdício

Estudo do Banco Mundial aponta que 30% das internações hospitalares poderiam ser evitadas no Brasil com tratamento ambulatorial.

E isso geraria uma economia de R$ 10 bilhões por ano.

Parâmetro

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informa que para cada 1 dólar investido em saneamento básico há uma economia de 4,3 dólares em saúde.

Habilitado

Diante da possibilidade de o prefeito Romero Rodrigues vir a disputar o governo no ano que vem, o vice-prefeito campinense Enivaldo Ribeiro (PP) declarou que “estou perto de Romero pra ajudar. Agora sobre a questão de estar preparado, eu fiz a preliminar quando passei seis anos como prefeito. Ali foi o vestibular”.

Contra…

O deputado Jeová Campos (PSB) se pronunciou contra o cogitado fechamento de algumas comarcas na Paraíba, objeto de estudo no âmbito do Tribunal de Justiça.

… A poda

“O desembargador Joás Pereira (presidente do TJ) sabe da importância que é uma comarca e do que representa o fechamento de uma comarca. Temos que cortar as despesas que devem ser cortadas, e não fragilizar ainda mais o direito das pessoas. Não dá para ficar calado. É Preciso que o TJ encontre a solução orçamentária que o momento exige”, discursou o socialista.

Da boca de…

“… Quando nós dizemos defender a segurança estamos falando de defender a sociedade da Paraíba. Temos que levar o diálogo com o governador Ricardo Coutinho e mostrar o que pode ser mudado…” (suplente de deputado Sérgio Rafael, PSL, ao assumir esta semana uma cadeira na Assembleia Legislativa, substituindo ao deputado Zé Paulo, do PSB).

Resgate

Há poucos dias, Dom Manoel Delson, arcebispo eleito para a Arquidiocese da Paraíba (João Pessoa) foi entrevistado no programa Ideia Livre, da TV Itararé.

Abaixo, alguns trechos dessa conversa.

Expectativa

“Realmente, para mim é um momento de reflexão, diante do tamanho do desafio que vou enfrentar na Arquidiocese da Paraíba. Mas tenho refletido e encontrado muita tranquilidade, porque a missão do bispo é uma missão eclesial, recebida da Igreja. E como sou um homem de fé, acredito que não estou sozinho. Tenho certeza absoluta de que estou com Deus.

Necessidade

“A situação atual da Arquidiocese da Paraíba realmente exigia um bispo com um perfil. E se procurou esse perfil dentro dos bispos do Regional (da CNBB) e até de outros regionais.

 

Auxílio

“É uma coisa para se estudar, devido à sua extensão e à sua população. A criação de uma diocese demora muitos anos. Mas eu penso num bispo auxiliar para a Arquidiocese da Paraíba, em vista de uma futura diocese.

Desafio

“A Arquidiocese precisa de um acompanhamento em várias dimensões. Temos que resgatar o peso da tradição boa da Arquidiocese, e trabalhar para superar as suas deficiências e limitações.

Estilo Francisco

“A Igreja estava habituada a não tratar certos assuntos. Eram tabus dentro da Igreja. E o papa teve essa coragem de colocar na mesa de discussão.

Perfil…

“A Nunciatura Apostólica, inclusive, já pediu isso. Temos quer ter um bispo que tenha a capacidade de dialogar com a cidade; tenha uma cultura que possa responder aos anseios de Campina, mas que também tenha sensibilidade para entender o pessoal do Cariri e a sua religiosidade. Que o novo bispo conjugue essas duas qualidades.

… Para o sucessor

“Hoje, o bispo também tem que ser uma pessoa do diálogo, que possa ouvir, discutir e decidir junto (com os diocesanos), trabalhar em equipe. Não pode ser alguém que se ache mais iluminado do que os outros.

Diocese…

“Objetivamente ainda não temos condições. Precisaria de uma cidade-polo no Cariri, que pudesse ser a sede dessa diocese. Já se falou em Monteiro. Mas a cidade ainda não tem todas as condições necessárias. Quando eu conversei com o núncio (espécie de embaixador do Vaticano no Brasil), ele disse que está muito cedo.

… Do Cariri

“(o núncio, Dom Giovanni d’Aniello, arcebispo italiano) Disse para esperar Monteiro criar mais uma estrutura. Com as águas do Rio São Francisco, Monteiro terá um desenvolvimento maior. Mas é um sonho e uma possibilidade no futuro dividir a Diocese campinense.

Troca-troca

“Já pude partilhar com o núncio, dizendo a ele que a Diocese de Campina tem porte de uma arquidiocese, por seu tamanho e estrutura. É preciso que ela seja olhada com carinho. Não pode estar mexendo muito nela (no seu comando). Tenho dito isso a ele. Talvez, tenha que reforçar isso junto aos outros bispos do Regional (da CNBB – PB, AL, PE e RN).

Passagem por CG

“Foi uma convivência boa e frutífera. Aprendi muito em Campina Grande. Aqui fui enriquecido e estou mais preparado para enfrentar novos desafios”.

Campina por Dom Delson

“Campina Grande é uma cidade hospitaleira, bonita; um clima agradável. Uma gente hospitaleira, que tem fé e sabe empreender e buscar novos horizontes. É um povo que vive numa terra abençoada”.

 

Cadê as chuvas no Cariri?...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube