Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 02/07/2021

´Tem boi na linha´

Sem confete

“Em fevereiro, na minha concepção, nós não teremos condições de ter ainda aglomerações aos moldes do Carnaval do nosso país. Nós teremos a vacinação da população acima de 18 anos até final deste ano, mas nós ainda conviveremos com a doença por alguns meses, claro que com um número menor de infectados. Eu acho que no Carnaval não teremos condições de promover aglomerações”.

Secretário de Saúde do Estado, médico Geraldo Medeiros, ontem, em entrevista à Rádio Caturité FM (104.1), líder na audiência regional em Campina Grande.

Enquanto isso

O ministro da Saúde, médico Marcelo Queiroga, anunciou ontem que o governo federal já trabalha na criação de um protocolo nacional para liberar eventos pelo país.

Distanciamento

Cada vez mais, o PSD do ex-prefeito campinense Romero Rodrigues e do prefeito Bruno Cunha Lima se distancia do governo Bolsonaro.

Sem fichas

Em entrevista ontem ao jornal Folha de São Paulo, o presidente nacional do partido, ex-ministro Gilberto Kassab, proclamou: “Seja como for, vejo uma dificuldade muito grande de Bolsonaro se reeleger”.

Compra feita

O mesmo jornal também noticiou que a CSN (Companhia Siderúrgica Nacional) concluiu as negociações para a aquisição da Elizabeth Cimentos e Elizabeth Mineração, que atua na região Nordeste, em especial na Paraíba e Pernambuco.

O detalhe

O negócio foi avaliado em R$ 1,08 bilhão e envolve pagamento em caixa, aporte de capital e assunção de dívidas.

Caneta

O contador Cleber Marques foi designado pelo prefeito Cícero Lucena Filho (PP-JP) para assumir a recém criada Secretaria Executiva de Integridade, Governança e Prevenção à Corrupção da Prefeitura de João Pessoa.

Da boca de…

“… Para quem espera chegar na Câmara, na casa das tribunas, provavelmente se depara com a chegada na casa das tribos…” (vereador Rubens Nascimento, do Democratas, em recente sessão do Legislativo campinense).

Pulverizada

A crise no PT da Paraíba, acerca do cogitado retorno à legenda do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), está respingando na representação partidária em Campina Grande.

´Vem´

O professor Márcio Caniello tem sinalizado a favor da volta do ´mago´ ao partido.

Plenária

Já o presidente do PT/CG, professor Hermano Nepomuceno, aguarda que “seja aberta” uma discussão estadual sobre o assunto.

Sem hesitar

Mas, pessoalmente, Hermano entende que o partido deve entrar pra valer na base política do governador João Azevedo (Cidadania) e lutar por sua reeleição no ano que vem.

Da boca de…

“… Esta rede social não é mais um aplicativo de compartilhamento de fotos…” (Adam Mosseri, diretor do Instagram).

Estilo

A incontinência verbal é uma ´marca própria´ do secretário de Saúde de João Pessoa, Fábio Rocha.

Pode até ser algo nato, mas perpassa isso a evidente tolerância do prefeito Cícero Lucena (PP).

Só recordando

Em maio último, Fábio detonou a CPI da Covid: “Ridícula, totalmente desnecessária (…) Só para fazer o mal à nação (…) Comissão de palhaços institucionalizados (…) Eles apontam o dedo e não dão solução”.

Sem antídoto

Na noite desta quarta-feira, o secretário de Saúde de JP mirou o governo estadual no tocante ao fluxo de entrega de vacinas oriundas do Ministério da Saúde.

Opacas

Conforme Fábio, “as coisas não estão transparentes como deveriam ser”, apontando a intenção do Estado de “diminuir a velocidade da vacinação na cidade de João Pessoa”.

Recado

Em seguida, ele foi ainda mais incisivo: “Como secretário de Saúde do município, eu não vou aceitar isso, como já declarei abertamente”.

Situando

A intenção da PMJP é receber imediatamente a cota de doses da Capital, logo após o desembarque no aeroporto Castro Pinto.

Anestésico

Ao ser instado a comentar o público ataque à sua gestão, o secretário estadual Geraldo Medeiros disse que “eu desconheço totalmente essa solicitação”.

Sem diagnóstico

“A intenção da Secretaria de Saúde do Estado sempre foi agilizar esse processo, por isso foi montada toda essa logística de veículos e aeronaves”, enfatizou Medeiros, para emendar: “É uma declaração que eu não consigo compreender”.

Isonomia

Por fim, o titular da SES realçou que “a Secretaria de Saúde adota um modelo igualitário, sem privilégios para municípios menores ou maiores”.

Evidente

Mesmo sendo considerado um secretário avesso à atividade política, Fábio Rocha evidentemente sabe que o teor do que afirmou provocaria inevitáveis interpretações de natureza político-institucional.

Vertentes

Pensar diferente significaria extrema ingenuidade – coisa incompatível com o seu perfil e/ou trajetória –, ou o sentimento de que se considera um auxiliar ´imexível´ na gestão pessoense.

Feridas abertas

No item saúde/pandemia, as rotas de colisões administrativas entre a prefeitura de JP e o governo estadual se sucedem.

Não custa recordar que – repetidamente – a PMJP ingressou no Judiciário contra o Estado.

´Sabor de enxofre´

Se é verdade que Cícero Lucena e João Azevedo têm evitado tratar publicamente dessas desavenças de gestão, e até mesmo negado qualquer estremecimento político por conta desses desencontros já referidos, não é menos verdade que a ação do secretário Fábio Rocha deixou ´mal na foto´ a administração estadual.

O ex-presidente José Sarney, no exercício do mandato, costumava dizer que “em política os amigos costumam dar mais trabalho do que os inimigos”.

Esquenta a ´guerra jurídica´ sobre a eleição para vereador em CG de 2020...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube