Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 23/01/2018

Tarrafa lançada ao mar

Miscelânea

Amigo leitor, as desavenças políticas no Brasil de tempos recentes têm a duração e a profundidade que recomendam os interesses recíprocos.

O ´festival de dobradinhas´, para as eleições proporcionais, que está sendo construído pela Paraíba afora é uma demonstração latente e atual de que no pragmatismo político a conveniência precede – em muito – a coerência.

Juntos

No final de semana passado, apenas para citar o exemplo mais recente, uma celebração religiosa e comunitária na cidade de São Sebastião de Lagoa de Roça, na Grande Campina, mostrou que lá os deputados (e candidato à reeleição) Pedro Cunha Lima (PSDB, federal) e Adriano Galdino (PSB, estadual) dividirão o mesmo palanque.

Ensinamento

John Dryden, poeta e dramaturgo inglês do século XVII, dizia que “para políticos não há amor ou ódio”.

Longe…

O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), líder do Governo na Câmara Federal, passou por um susto danado dias atrás.

… Da praia

Ele fez um passeio marítimo e pegou uma infecção intestinal grave no navio.

No retorno, foi direto para o Hospital Sírio Libanês em São Paulo.

Ativo

Já se recuperou e, no final de semana, já estava em Brasília exercendo as suas atividades como graduado aliado do presidente Michel Temer.

Barulho à vista

Guilherme Boulos, professor e ativista do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) deverá ser o candidato a presidente da República pelo PSOL.

Com os tucanos

De acordo com o jornal O Globo, o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, fechou com o PSDB/SP e deverá ser o candidato a vice-governador na chapa de João Doria (PSDB), ao governo do Estado, se a candidatura do prefeito acontecer.

Time…

Bruno Cunha Lima, Tovar Correia Lima, Eliza Virginia, Camila Toscano e Iraê Lucena já decidiram concorrer a cadeiras na Assembleia Legislativa.

… Escalado

Para a Câmara Federal, Pedro Cunha Lima e Ruy Carneiro.

´Meio termo´

Ao justificar a sua decisão de novamente concorrer à Presidência da República pelo PTC (novo nome do PRN que o levou ao cargo em 1989), o senador Fernando Collor de Mello (AL) declarou que pretende ocupar um “vácuo” entre a “extrema esquerda”, representada por Lula, e a “extrema direita”, representada pelo deputado Jair Bolsonaro.

Um ´punhado´

O prefeito Luciano Cartaxo (PSD-JP) informou ontem que – pelo menos – 11 auxiliares vão se afastar dos cargos que ocupam na PMJP para disputar as eleições vindouras.

 

A saber

Carlos Batinga (Superintendência de Mobilidade Urbana), Adalberto Fulgêncio (Secretaria da Saúde), Helton Renê (Procon), Olenka Maranhão (Secretaria do Trabalho, Produção e Renda), Benilton Lucena (Ouvidoria Geral), Durval Ferreira (Secretaria de Ciência e Tecnologia).

Mais

Bira Pereira (Secretaria Executiva de Transparência Pública), Geraldo Amorim (Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania), Zenedy Bezerra (Secretaria de Articulação Política), Lídia Moura (Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres) e Jutay Meneses (Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação).

´Invasão´

Em recente edição, o jornal Valor Econômico (SP) destacou o uso crescente de robôs, nos escritórios de advocacia, para a elaboração de petições e contratos, bem como para a pesquisa de teses jurídicas prevalecentes em ações que tramitam no Judiciário.

O detalhe

O cálculo feito é de uma economia da ordem de 30% nas chamadas ´tarefas repetitivas´.

Ninho…

Em entrevista à ´Campina FM´, Romero Rodrigues admitiu publicamente a falta de consenso no PSDB acerca da sucessão estadual.

… Conflagrado

“Tudo em nossa vida sempre tem algo que seja contrário, mas vamos levando. Nada que eu consegui foi fácil. Minha candidatura para prefeito também não teve unanimidade do PSDB, mas a lei me facultava a possibilidade de ser candidato e Deus nos permitiu a vitória”, comentou.

Epicentro

RR concordou que a resistência é na cúpula estadual do partido, instalada em João Pessoa: “É onde se tem um pouco mais de problema, mas dá pra conviver. Coloquei diante deles (na reunião na última sexta-feira) que não podemos abrir mão de nossa convicção, e sabemos que o melhor para o PSDB é ter uma candidatura própria, pois se não fizermos isso quem vai fortalecer o partido? Estamos no caminho correto e não tenho dificuldade de continuar trabalhando e defendendo essa ideia”.

“Insanidade”

O prefeito ainda avançou no tema: “Eu confio sim no partido, pois seria uma insanidade decidir por outra candidatura e me negar, até porque existem outros partidos que poderiam me oferecer legenda. Não vejo lógica de não ter a possibilidade de concessão partidária. Embora tendo discordância, o PSDB não pode me negar o partido para disputar o governo”.

Quando fevereiro chegar

Não se surpreenda, prezado leitor, caso muito em breve um suplente de senador integre a nova direção do MDB em Campina Grande, tendo ao seu lado uma renomada médica da cidade, ficando devidamente aptos para o processo eleitoral que se avizinha.

Parodiando o título da marcante obra do escritor americano Ernest Hemingway (´O Velho e o Mar´), diria que o ´idoso´ senador José Maranhão já atirou no ´mar´ as redes dessa comutação emedebista.

Qual o nível de influência de Cássio nos vereadores governistas de Campina?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube