Arimatéa Souza

sexta-feira, 13/03/2020

STF regula remédios no SUS

O padre na urna

Diante da (aparentemente) inviabilidade da candidatura a prefeito de João Pessoa do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), a direção estadual do PT começa a criar as condições para o lançamento de candidatura própria.

O nome consensual é o do ex-deputado Luiz Couto. Consenso, com exceção do próprio padre, que ainda não ´comprou a ideia´.

Convergência

Jackson Macedo, presidente do PT na Paraíba, disse que a direção nacional – e, claro, o ex-presidente Lula – querem Couto na disputa.

Reduto

“A estratégia nacional do PT é fortalecer a força política no Nordeste. Está correta a estratégia de Lula de ter candidatos a prefeito nas capitais do Nordeste”, frisou o dirigente petista.

´Força-tarefa´

Jackson relatou que uma representação da direção nacional – deputados José Guimarães (CE) e Paulo Teixeira (SP) – para intensificar o ´processo de convencimento´ de Luiz Couto.

Competitivo

“Se tivermos um fôlego, uma ajudazinha, esse padre (Couto) pode fazer uma zoada nessa campanha”, sublinhou o dirigente do PT/PB.

Fica ou sai

Neste sábado, o PT/PB se reúne para debater as eleições municipais e a continuidade de filiados na gestão do governador João Azevedo (Cidadania).

Pontes..

… Dinamitadas. Na percepção do deputado Hervázio Bezerra (PSB), mostra-se difícil uma reaproximação com Ricardo Coutinho: “Ele já se excluiu com relação a todos nós. É diferente, está muito recente o cristal quebrado. Ele se isolou de todos nós”.

Desfile

O ex-vereador campinense (e atual gerente do Sine/CG) Hércules Lafite, anunciado com recém filiado ao Progressista, no dia de ontem foi apresentado como novo filiado do Republicano (antigo PRB).

Da boca de…

“… Estamos com um bom time de candidatos a vereador. Quase todos os dias pessoas têm nos procurado no sentido de colocar o nome à disposição da candidatura de vereador…” (prefeitável Artur Bolinha, PSL-CG).

Versão

“Fonte sem credibilidade”.

Expressão de Tatiana Medeiros, presidente do MDB/CG, ao negar que o partido esteja dividido na cidade.

Projeção

Recém empossado na presidência do TRE na Paraíba, o desembargador José Ricardo Porto estimou que teremos este ano no Estado aproximadamente 6 mil candidaturas para o cargo de vereador e entre 600 a 700 candidaturas para prefeito.

Saiu da rede

O ex-vereador e sindicalista campinense Napoleão Maracajá se desligou do partido Rede de Sustentabilidade.

Aprendizado

“Estou sem partido e estou avaliando para não errar dessa vez. Na eleição passada eu estive entre os 10 mais votados e não assumi por questões coligação. Até a próxima semana eu já definirei o partido”, comentou.

Escolhido

O deputado Felipe Leitão, líder do ´G10´ na Assembleia Legislativa, que deixou o Democratas, deverá se filiar ao Avante para concorrer à Prefeitura de Cabedelo.

Desincompatibilização

Adalberto Fulgêncio, secretário de Saúde João Pessoa, deverá disputar um mandato de vereador nas eleições deste ano.

Ponte aérea

O ex-deputado e prefeitável campinense Bruno Cunha Lima viajou para Brasília.

Na agenda, uma conversa com parlamentares paraibanos e com o ex-senador Cássio Cunha Lima.

Dança de…

O comando do PRTB em Campina Grande tem ´rodado´ retoricamente em várias mãos, diante da iminente saída de seus quadros do vereador Sargento Neto.

… Siglas

No momento, o mais cotado para comandá-lo é o vereador Rodrigo Ramos, que vai deixar o PDT.

No páreo

O professor e advogado Aécio Melo está novamente disputando uma vaga de ´juiz não togado´ no TRE-PB.

Título na mão

A vereadora pessoense Raíssa Lacerda caminha para se filiar ao PV (partido do prefeito Luciano Cartaxo), deixando o PSD.

Agora é Lula

“Eu tenho alertado o PT ter paciência, porque nós temos que esperar quatro anos (…) A não ser que ele (Bolsonaro) cometa um ato de insanidade, cometa um crime de responsabilidade, a gente então possa fazer o impeachment dele. Mas se não fizer isso, nós não podemos achar que nós podemos derrubar um presidente porque não gostamos dele. Não podemos”.

Em recente entrevista a um jornal suíço.

Estagnada

Por incrível que pareça, ainda não foi formalizada a doação de um terreno anexo ao Hospital Universitário Alcides Carneiro para a ampliação daquela unidade hospitalar, mesmo o projeto já tendo sido aprovado há semanas pelo Legislativo.

Como é?

Por solicitação da Associação dos Magistrados Brasileiros, o ministro do Luiz Fux (do Supremo Tribunal Federal) encaminhou ao CNJ (Conselho Nacional de Justiça) pedido para a diminuição do horário de atendimento ao público nos tribunais de todo o país, exceto a Justiça Eleitoral.

´Me dê motivos´

Conforme o ´Estadão´, a justificativa seria o orçamento menor do Judiciário neste ano.

Filtro

Por falar no Supremo, foi por lá decidido que a União, os Estados e os municípios ´somente em casos excepcionais´ devem fornecer medicamentos de alto custo que não constam na lista do Sistema Único de Saúde (SUS).

Parâmetros

Os requisitos para o fornecimento, segundo o jornal Valor Econômico, ainda não foram definidos pelos ministros.

Mas já foram mencionados alguns critérios, como impossibilidade financeira do paciente, imprescindibilidade da medicação e não existência de similar no SUS.

O ´mago´ vai ´quebrar´ o seu silêncio...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube