Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 20/12/2017

Só tem uma vaga

Bateu a saudade

Durante a sua palestra em João Pessoa, anteontem à noite, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) fez uma pausa para registrar que a sua ´ex´ (atriz Patrícia Pillar) estava gravando em Cabaceiras, na Paraíba.

 

Tá na praça

Foi lançado ontem, nacionalmente, um manifesto intitulado “Eleição sem Lula é fraude”.

Trata-se de uma iniciativa do ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim.

Momento Francisco

“Se tirarmos Jesus, o que permanece do Natal? Uma festa vazia”.

Em recente encontro com crianças.

´Batismo´

O novo bispo diocesano de Campina, dom Dulcênio Fontes, fez ontem a sua primeira reunião geral com o clero, nas instalações do Seminário Diocesano.

 ´Choque´

Os consumidores de energia elétrica deverão pagar, no próximo ano, R$ 16 bilhões para custear gastos com subsídios e programas sociais do governo embutidos na conta.

O impacto médio na tarifa será da ordem de 2,14%.

Garimpo

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Defensoria Pública de SP conseguiu colocar em liberdade um homem que havia sido preso preventivamente há cerca de um ano.

´Mofando´

O singular é que ele é acusado de tráfico pela posse de 0,26 gramas de crack.

Mesmo com 11 meses de prisão não havia sido citado para dar início ao processo criminal.

Fazendo falta

Uma entidade sindical patronal de terceiro grau (Confederação Nacional do Turismo) ingressou com uma ação no Supremo Tribunal Federal contra a legislação que tornou não obrigatória a contribuição sindical.

´Migração´

As conversações internas no PT estão avançando para que a ex-presidente Dilma Rousseff dispute um mandato de senadora no próximo ano pelo Piauí.

Majoração

Será no dia 18 de janeiro a audiência pública, a ser realizada no auditório da Cinep, em João Pessoa, para debater o reajuste anual na tarifa de água e esgoto.

Da boca de…

“… Pedro (Cunha Lima) não é candidato a vice-governador. É candidato a deputado. Ele é uma gratíssima surpresa. Nunca tive dúvidas de que ele faria um bom mandato na Câmara…” (senador Cássio, ao descartar uma disputa majoritária para o seu filho no ano que vem).

´Ficha limpa´

Na entrevista que concedeu anteontem na Paraíba, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, destacou que o ex-ministro Ciro Gomes “é o quadro político mais preparado do Brasil. Ele tem um diferencial, com a sociedade cobrando honradez e seriedade de todos nós: tem 38 anos de vida pública séria e honrada”.

 

Conteúdo

Lupi acentuou que “nós não queremos nenhuma candidatura imposta como salvadora do País ou ´afundadora´ do Brasil, como acontece hoje em dia. Queremos uma candidatura que aprofunde a discussão sobre um projeto de nação, um projeto que desenvolva o País e gere emprego e renda”.

Por etapas

Sobre a intenção de preservar a aliança com o PSB e eventualmente pavimentar a candidatura a governadora da vice Lígia Feliciano (PDT), o dirigente partidário comentou que “temos que construir esse processo democraticamente, conversando. Vamos conjuntamente encontrar esse caminho”.

Compor

“Penso, como presidente, a importância que é ter um palanque forte aqui na Paraíba para o Ciro. Trabalho para que o PDT e o PSB estejam juntos não somente na Paraíba, mas em todo o Brasil”, prosseguiu Lupi.

Quatro mãos

O pedetista assinalou que “não gosto de impor nada. Esse processo é construído com debate, com as forças aliadas e, claro, com a principal liderança que é o governador Ricardo Coutinho”.

Sem rifar

O presidente do PDT assinalou que a condução eleitoral do partido será criteriosa: “Essa política de arranjo, de conchavo, de a gente ter que vender a mãe para ganhar uma eleição não vale a pena. Nós temos que afirmar ideias; queremos parceiros de ideias”.

A fila…

Carlos Lupi abordou a situação atual do ex-presidente Lula: “Já fui ministro de Lula. Tenho o maior respeito e admiração por ele, que está sendo profundamente injustiçado. Mas acho que tudo na vida tem o seu tempo”.

… Andou

“O Lula jamais conseguirá repetir o bom governo que ele teve. Acho que o Brasil precisa oxigenar, ter novos modelos. As alianças que fizemos (em torno de Lula) foi com o ´atraso´. E essas alianças Ciro não fará, por sua postura”, sublinhou.

Sem derivar

O presidente do PDT afirmou que “nós jamais vamos estar ao lado de um (Jair) Bolsonaro ou um (Geraldo) Alckmin da vida. Nunca foi nosso palanque. Temos que seguir uma coerência, sem arranjo, sem conversa por debaixo do tapete. De forma limpa e transparente”.

Afinidade

“Eu sou uma pessoa que respeita a vice-governadora (Lígia). Acho uma pessoa de caráter, que em todos esses anos cumpriu com o seu papel”, declarou ontem o governador Ricardo Coutinho.

Sem arestas

RC disse na ´Arapuan FM´ que “eu não tenho nenhum problema com ela, e acho que ela (Lígia) não tem comigo também. Nunca perguntei, mas suponho. Acho que a gente compõe uma mesma situação”.

Aviso prévio

O governador aproveitou para enviar um recado indireto aos petistas paraibanos: “Não vou pedir atestado ideológico (de aliados), nem quero que me peçam”.

Decisão tomada

Ricardo disse que “creio que a tendência natural é que haja uma convergência, por vários e vários interesses, e que a gente tenha (o PDT) participando da frente, apoiando uma candidatura importante para a Paraíba, de respeito à Paraíba, que é a candidatura de João Azevedo (…) O olhar de João Azevedo é diferenciado”.

O governador também garantiu que o governo só terá “uma candidatura”.

Temer tem um fã ilustre em Campina Grande...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube