Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

terça-feira, 24/05/2016

´Selo de garantia´

´Pulo do gato´

O ex-deputado Ruy Carneiro, presidente do PSDB na Paraíba, tomou à frente de uma empreitada que visa aglutinar as oposições em João Pessoa – leia-se PMDB, PSDB e PSD – já no 1º turno das eleições.

Seria a solução mágica para uma legenda que flerta – simultaneamente – com as candidaturas do prefeito Luciano Cartaxo (PSD) e do deputado Manoel Júnior (PMDB).

Surfou

Cartaxo mergulhou no ensaio do ´tucano´: “É sempre bem-vindo o diálogo. Eu sou do diálogo. Então, isso para mim é o mais importante: saber ouvir, dialogar, conversar e saber construir parcerias”.

Ziguezagueando

O presidente Michel Temer (PMDB) não foi bem nos primeiros testes pelo quais passou ao longo dos últimos dias.

Primeiramente, recuou acerca da supressão do Ministério da Cultura, que será ressuscitado.

Fragilidade

No episódio do ministro do Planejamento, senador Romero Jucá (PMDB), o que se viu ontem foi um presidente hesitante, ao ponto de não ter coragem (ou condições) de demitir o auxiliar, culminando com a explicitação da expressão ´um acordo´ para tão somente afastá-lo do cargo.

Garimpo

“Tem que ser um boi de piranha, pegar um cara, e a gente passar e resolver, chegar do outro lado da margem”, afirmou Jucá num dos trechos do diálogo com o ex-senador Sérgio Machado (PMDB), numa menção à ´engenharia´ pensada para tentar estancar a evolução da Operação Lava Jato.

O detalhe

Esse ´boi´ seria o presidente afastado da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Saiu

Posteriormente, foi lembrada a condição de senador de Jucá, o que tornou o tal do afastamento incabível, prevalecendo a demissão indesejada.

Da boca de…

“… Não vou mergulhar no meio dessa confusão que não é minha…” (deputado Eduardo Cunha).

Quebradeira

Levantamento divulgado pela Serasa (empresa que centraliza as informações do sistema bancário) mostra que nas últimas semanas as ações de recuperação judicial (de empresas) já homologadas passaram de R$ 120 bilhões de dívidas roladas.

Chegando

Foi empossado ontem, no TRE-PB, como membro efetivo, o juiz de direito Antônio Carneiro de Paiva Júnior.

Ele sucede ao juiz Tércio Chaves de Moura.

Adiamento

Por conta de um desencontro de agenda, ficou para esta 4ª feira a conversa da direção do PT em Campina com o prefeitável Adriano Galdino (PSB).

 

Calendário

Por outro lado, a Executiva do PT/CG, reunida ontem, definiu o período de 1º a 7 de julho para as inscrições de candidaturas próprias a prefeito, por parte dos filiados.

Para a apresentação de propostas de coligações o período fixado é de 8 a 15 de junho.

Da boca de…

“… Eu vou tratar o Governo Temer da mesma forma que tratei o Governo Dilma…” (Renan Calheiros, PMDB/AL, presidente do Senado).

Reflexo no bolso

A direção da Pró-Genéricos, entidade que congrega as indústrias farmacêuticas que fabricam remédios genéricos, divulgou um cálculo mostrando que nos 17 anos de introdução dos genéricos no País (desde 1999), os consumidores economizaram mais de R$ 72 bilhões.

O detalhe

Os genéricos representam atualmente 30% dos medicamentos vendidos no Brasil.

Na equipe

O empresário (e ex-prefeitável) Érico Feitosa começa a atuar como coordenador da prefeitura campinense no âmbito da Secretaria de Planejamento.

Na tela

O deputado Rômulo Gouveia, presidente do PSD na Paraíba, é o entrevistado de hoje no programa ´Ideia Livre Política & Economia´, que começa às 22h na TV Itararé – canal 18.1 (digital) e 19 (analógico).

´Canja´

Ele fala sobre a aproximação em curso com o senador José Maranhão (PMDB).

Delação

O lobista Julio Camargo, um dos delatores da Operação Lava Jato, relatou ao Ministério Público Federal que participou de três reuniões com o ex-senador Gim Argello (PTB-DF) ‘para arrecadar contribuições’ em 2014.

Comparecimento

O delator afirmou que no terceiro encontro o atual ministro do Tribunal de Contas da União, Vital do Rêgo, estava presente, noticiou o jornal O Estado de São Paulo.

Aval

Segundo Júlio, Vital do Rêgo, então senador, era ‘selo de garantia’.
“Na terceira reunião, quase no final, chegou Vital do Rêgo, para, na opinião do depoente, dar um ‘selo de garantia’,” reproduziu o jornal.

Sem demorar

“Vital do Rêgo ficou apenas em torno de 10 minutos na reunião, dizendo que tinha muita coisa para fazer e Gim Argello pediu para ele comparecer”, relatou Julio Camargo.

Sem acréscimo

Ao mesmo jornal, a assessoria de Vital Filho declarou que o ministro já se manifestou sobre o assunto, e não voltará a se manifestar até que tenha acesso aos respectivos depoimentos.

Um ex-senador não larga o sonho...
Simple Share Buttons