Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 01/03/2019

Resistência à fusão

Adequação estrutural

A centenária Empresa de Correios e Telégrafos fará este ano um novo PDV (programa de demissão voluntária), com o objetivo de reduzir entre 8 mil e 10 mil o seu quadro de funcionários, o que ensejaria uma economia anual da ordem de R$ 300 milhões.

Atualmente, a ECT emprega 103.500 pessoas.

Enxugamento

Dentro do seu plano de reestruturação, os Correios pretende vender imóveis e reduzir a quantidade de agências – são mais de 12 mil postos de atendimento atualmente (metade próprios).

´Peregrina´

Outra iniciativa que será implementada é a da ´agência móvel´, para atender localidades que não dispõem de estrutura física ECT.

O detalhe

O maior cliente privado dos Correios é o site de vendas virtuais Mercado Livre.

Da boca de…

“… Todo mundo vem pedir subsídios, dinheiro para isso, dinheiro para aquilo. Eu falo: o que vocês podem fazer pelo Brasil? Quebraram o Brasil, quebraram o Brasil…” (Paulo Guedes, ministro da Economia, sobre as demandas corporativistas).

Para dar…

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, criou ontem os primeiros ´polos de atuação concentrada´ no âmbito do Ministério Público Eleitoral.

Um deles será instalado na Paraíba.

… Agilidade

De acordo com a assessoria da PGR, a finalidade é ampliar o número de procuradores que atuam na matéria e “fortalecer o trabalho de procuradores regionais eleitorais, conferindo celeridade aos procedimentos judiciais que tramitam nas unidades”.

Só as paredes

O posto da Polícia Rodoviária Federal que fica na saída de Campina Grande para João Pessoa (BR 230), reformado e ampliado recentemente, e que teve festiva inauguração há algumas semanas, continua sem utilização.

Novo visual

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) quebrou o silêncio que mantinha desde que deixou o governo e concedeu uma entrevista, esta semana, a uma TV ´fechada´ (por assinatura) de João Pessoa.

Com visual (óculos) novo.

Profusão

Levantamento publicado pela ´Folha de São Paulo´ mostra que o governo do ex-presidente Michel Temer (pouco mais de dois anos) autorizou a criação de 95 novos cursos de Direito no País, perfazendo quase 1.600 em funcionamento.

Vida que…

Encontra-se com placa de ´aluga-se´ o imóvel onde residiu por muitos anos o ex-governador e poeta Ronaldo Cunha Lima, no bairro Alto Branco, em Campina Grande.

… Segue

Fatos marcantes da história política recente da cidade e do Estado foram vividos ou definidos naquele ambiente, no qual havia livros e pássaros em profusão, sem falar na diária e intensa circulação de pessoas.

Motivação

O próprio Ronaldo repetia com frequência a expressão “as circunstâncias presidem os fatos”.

Talvez esteja nesse conceito a opção pela locação.

Implacável

Como pano de fundo, o invisível e inexorável tempo, “esse inimigo voraz, esse escultor de deformidades, esse construtor de finitudes”, como proclamou dias atrás o presidente do TCE-PB, conselheiro Arnóbio Viana.

Pontuação

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, anunciou ontem que voltará a publicar os índices de produtividade de desembargadores e juízes de 1º grau.

Controversa

Essa medida já foi colocada em prática no passado e gerou muita controvérsia, devido ao fato de alguns magistrados considerarem que cada Vara e ou/ramo do direito tem o seu rito próprio de tramitação e de complexidade.

Desligamento

O executivo Arlindo Diniz Filho já não responde pela superintendência do Partage Shopping, em Campina Grande, ao cabo de mais de 20 anos de dedicação exclusiva ao empreendimento, começando pelos ´alicerces´ da construção.

Crédito

Diniz executou um trabalho pioneiro e dedicado, que tem o reconhecimento da cidade.

O ´capitão´

“Nenhum filho meu manda no governo, não existe isso”.

Presidente Jair Bolsonaro, ontem, em conversa com jornalistas.

Da boca de…

“… Não tenho o poder de patrulhar. Não é meu perfil nem tenho instrumento para isso…” (deputado Raniery Paulino, MDB, sobre a possibilidade de deputados oposicionistas migrarem para a base governista).

Repasses

O ex-executivo da OAS Mateus Coutinho de Sá revelou, em delação premiada, que um banco brasileiro (BVA) participou como intermediário do pagamento de propinas a políticos do PMDB/RJ, que totalizaram R$ 6,5 milhões.

Outras legendas

Ele também afirmou que o PV recebeu irregularmente R$ 700 mil.

Outro delator, Ramilton Lima Machado Júnior, afirmou que o PSC recebeu R$ 800 mil.

Não caiu bem

O deputado Efraim Filho (DEM-PB) declarou ao jornal ´Estadão´ que há grande resistência à proposta de fusão do Banco do Nordeste com o BNDES.

“Passo atrás”

O parlamentar alertou que, se o governo decidir levar adiante a fusão, isso pode gerar atrito com a bancada nordestina, que reúne 216 deputados.

 “A ideia inicialmente gera um sentimento de estranheza na bancada. Bolsonaro se elegeu com o discurso de que mudaria o jogo da supremacia eleitoral do PT no Nordeste. Seria um passo atrás nessa estratégia”, acrescentou Efraim.

O PT pressiona por cadeira na ALPB...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube