Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

terça-feira, 29/11/2016

Queda-de-braço

Momento incomum

Não é à toa que uma cidade de médio porte recebe, no mesmo dia, dois ministros de Estado.

Mais ainda se esses auxiliares do presidente da República respondem por áreas importantes, como desenvolvimento social e Saúde, responsáveis por carrear para a cidade milhões de reais mensalmente.

Lacuna

Pois bem, os ministros Osmar Terra e Ricardo Barros desembarcaram ontem em Campina Grande sem que as duas principais autoridades municipais estivessem presentes.

Afastamento

O prefeito titular Romero Rodrigues se licenciou no final de semana.

Bem que poderia ter adiado o afastamento para depois da visita, que previamente estava agendada.

Adoentado

O vice-prefeito Ronaldo Cunha Lima Filho, habitualmente alheio à rotina e ao cotidiano da cidade, e que está na titularidade do mandato, divulgou nota informando que enfrentou um “inusitado problema de saúde” e recebeu recomendação médica para se manter em repouso.

Distante

Por discordância com o cerimonial do evento, o vereador-presidente Pimentel Filho (PSD) não ficou ao lado das demais autoridades presentes ontem à solenidade de entrega do novo acelerador linear na FAP.

Trajetória

Na solenidade, o presidente da Fundação Assistencial da Paraíba (FAP), Hélder Macedo, sublinhou que “somos uma instituição que desde 1965 cuida de vidas”.

Sem repasse

De sua parte, a secretária de Saúde da PMCG, Luzia Pinto, registrou que desde o meio do ano que as dotações para o serviço de radioterapia se esgotaram, mas os procedimentos estão sendo mantidos com decisão do prefeito campinense.

Batalha

Ela lembrou que o novo acelerador linear – que deverá acabar com a lista de espera para o tratamento de radioterapia – desencadeia “uma nova luta para melhorar o teto” da cidade junto ao Ministério da Saúde.

A caminho

Em seu discurso, Osmar Terra (Pasta do Desenvolvimento Social) antecipou que “em breve” serão anunciadas “notícias importantes” para as crianças com microcefalia.

Encurtamento

Titular da Pasta da Saúde, Ricardo Barros (deputado licenciado pelo PP/PR) disse que a ideia central do governo é fazer com que os pacientes viajem menos para fazer o tratamento oncológico.

Ao largo

O ministro não respondeu objetivamente acerca do pedido de aumento do orçamento de Campina para a radioterapia, em decorrência do funcionamento na cidade do 2º acelerador linear.

Online

Barros anunciou que dia 10 de dezembro o seu ministério passará a executar, em tempo real, “o monitoramento de todas as ações de saúde”.

 

Pouca conversa

O ministro da Saúde só se permitiu poucas palavras à imprensa – cerca de 2 minutos – e evitou os temas de natureza política.

Campinense

Aos 34 anos, Diego Fernandes Guimarães tomará posse dia 7 próximo como juiz federal da 5a Região.

Ele é egresso da UEPB, ex-procurador federal e filho do professor Flávio Romero Guimarães, vice-reitor eleito da UEPB.

´Tô fora´

Começa o que estava sendo cobrado pelos deputados estaduais do PT/PB – Frei Anastácio e Anísio Maia: o professor Charliton Machado anunciou que não disputará (no começo do próximo ano) a sua recondução à presidência do diretório estadual.

Renovar

“Eu já dei minha contribuição ao longo de quase quatro anos de gestão. Fiz o que era necessário; cumpri com a missão dada pela nossa militância e vejo que este momento é oportuno para que o PT reabra o debate para construir o que nós estamos defendendo, que é a renovação partidária”, argumentou Machado.

Grade curricular

Um dado intrigante publicado pelo jornal Folha de São Paulo: apenas 7,5% das disciplinas dos cursos presenciais de pedagogia remetem ao conteúdo daquilo que será ministrado em sala de aula.

Garimpo

Reflexão do deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), relator na Câmara de Federal das medidas anticorrupção propostas pelo Ministério Público Federal: “O promotor de justiça e o Judiciário brasileiro são prestadores de serviço público como qualquer um.

Discordância

Segue: “Hoje eles têm um privilégio, eles atuam como uma casta, acima do bem e do mal. Isso não está certo. Não concordo que um juiz e um promotor, quando pegos cometendo crime ou ilícito, tenham benefício da aposentadoria remunerada. Isso é um absurdo, tem que acabar!”

Magnífico

O reitor da UEPB, professor Rangel Júnior, é o entrevistado de hoje no programa ´Ideia Livre Política & Economia´, que vai ao ar às 21h na TV Itararé – canal 18.1 (digital) e 19 (analógico) -, como também pelo endereço eletrônico www.tvitarare.com.br

Sem misturar

Os secretários estaduais da Fazenda, reunidos ontem no Ministério da Fazenda, decidiram defender que as medidas de ajuste fiscal nos Estados sejam desvinculadas do recebimento de parte da multa arrecadada com o programa de repatriação de ativos no exterior.

Desconto

O único ponto pacífico com o que propôs o governo federal é a uniformização da contribuição previdenciária dos servidores estaduais em uma alíquota de 14%.

Sem recuar

Esta semana os governadores deverão ter nova reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meireles, ocasião em que será debatida a decisão dos nove governadores nordestinos de apartar a discussão sobre o ajuste fiscal do dinheiro adicional que os estados desejam receber com a ´Lei da Repatriação´.

Ainda ontem, assessores do governo federal informaram que a União não está disposto a recuar, por força da pressão dos executivos nordestinos.

 

Às vezes, política e matrimônio são inconciliáveis...
Simple Share Buttons