Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 25/03/2019

PR ´pula fora´

Abissal desproporção

No universo de 5.570 municípios listados no Brasil, em apenas 24 cidades existem mais mulheres do que homens nas câmaras municipais.

Em 1.293 cidades (quase 25% do total), não há uma mulher sequer no denominado ´legislativo mirim´, inclusive é o caso de uma capital – Cuiabá (MT).

Outro fosso

Em termos de executivos municipais, apenas 11% das prefeituras brasileiras são comandadas por mulheres.

A vida como ela é

Comentário do vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) sobre a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB): “Daqui a pouco, Temer pode ser solto. Daqui a pouco, um ministro qualquer dá habeas corpus”.

Garimpo

“Da Lava Jato aos envolvidos com milícias, passando pelos laranjas, ninguém restará sereno e calmo. Nessas horas, em Brasília, o ar se rarefaz e o coração dispara: quem tem cargo tem medo. Quem não tem mais, também. E isso envolve a todos os partidos”.

Cientista político Carlos Mello.

Eclético

O deputado paraibano Aguinaldo Ribeiro (PP) foi oficializado como ´líder da maioria´ na Câmara Federal.

Ou seja, líder da (em tese) base governista.

Ah sim

Aguinaldo já foi ministro do Governo Dilma (PT) e líder do Governo Temer (MDB) na Câmara Federal.

Vice

Aguinaldo só perde para o ex-senador Romero Jucá (MDB-RR), que foi líder do governo de todos os ex-presidentes desde Fernando Henrique Cardoso.

O detalhe

O nome de Ribeiro foi referendado pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Era uma vez o PPS

Durante o congresso extraordinário realizado no final de semana, em Brasília, dirigentes do Partido Popular Socialista homologaram a mudança de nome da legenda para ´Cidadania´.

Para onde…

O sistema de ´capitalização´ que está sendo proposto pelo governo federal para a batizada de ´Nova Previdência´ tem como inspiração o modelo chileno, em vigência desde 1981.

… Estamos indo

Lá, 78% dos aposentados recebem menos de 1 salário mínimo.

Da boca de…

“… A eleição de 2018 foi o fim do ciclo petista. É isso que faz com que exista um grande colchão que suporta os deslizes do presidente Bolsonaro…” (Antonio Lavareda, cientista político).

Desengano

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) avisou que o atual será o seu último mandato eletivo: “A forma de fazer política, os custos de uma campanha e o vale tudo nas eleições. Infelizmente, isso está desmotivando a quem tem caráter e a quem tem seriedade”.

Retrato

“Você faz um mandato propositivo, afirmativo, reconhecido, mas quando chega a eleição, a hora do voto, você tem que se rebaixar ao nível das negociatas das eleições se quiser ter os apoios. Isso entristece qualquer pessoa de consciência cidadã, o que me leva a decidir por não mais querer disputar um novo mandato eletivo”, desabafou o socialista.

 

Mexa-se

“Eu preciso que o presidente (Bolsonaro) assuma de forma definitiva o seu papel institucional, que é liderar a votação da reforma da Previdência, chamar partido por partido que quer aprovar a Previdência e mostrar os motivos dessa necessidade.

Sem tuitar

“Ele (Bolsonaro) precisa ter um engajamento maior. Ele precisa ter mais tempo pra cuidar da Previdência e menos tempo cuidando do Twitter, porque, se não, a reforma não vai andar”.

Rodrigo Maia, no final de semana, em entrevista à Rede Globo.

Da boca de…

“… Acompanho política há 30 anos e nunca vi queima tão rápida de capital político…” (Rosemary Segurado, cientista política e professora da PUC-SP, sobre o Governo Bolsonaro).

Milionário

Decisão do Tribunal de Contas do Estado determinou a imputação, solidariamente, de débito de R$ 8,8 milhões, mais multas de 1% deste valor, ao ex-secretário de Finanças de Campina Grande, Júlio César de Arruda Câmara Cabral, e ao ex-diretor financeiro da pasta Rennan Trajano Farias.

Lupa

O relator do processo foi o conselheiro André Carlo Torres Pontes.

Ele se debruçou sobre os pagamentos realizados pela PMCG à empresa JGR Construções Ltda., destinados a quitar obras de pavimentação em paralelepípedos, drenagem e esgotamento sanitário em diversas ruas do município.

Falsificação

O exame da documentação, conforme o TCE, “alcançou também adulteração de extratos bancários apresentados ao Tribunal, em que houve a constatação de danos ao erário por motivo de destinação de recursos públicos sem comprovação das despesas realizadas”.

Outra etapa

Foi solicitado ao Ministério Público Estadual a tomada de providências adicionais.

O detalhe

O conselheiro do TCE Arthur Cunha Lima se declarou impedido de julgar.

Bate e volta

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, visita hoje quatro cidades paraibanas, começando por João Pessoa.

Depois segue para Santa Rita; meio dia em Campina Grande; e no final da tarde estará em Patos.

´Limpa´

O governo federal está anunciando para as próximas semanas “mais de mil produtos” em termos de desburocratização do serviço público.

Tudo num só

Um deles é a chamada ´identidade digital´, que vai agregar vários documentos, a exemplo da própria RG, CPF e título de eleitor.

Insensível

O deputado federal Wellington Roberto, presidente do PR/PB, disse no final de semana que o partido não faz mais parte da base aliada do governo Bolsonaro (PSL).

“O presidente não tem demonstrado a sensibilidade”, assinalou.

Operação Xeque-Mate: uma 'dor de cabeça' que é 'interpoderes'...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube