Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 25/06/2020

“Posso votar e ser votado”

Luz amarela

Cerca de um quinto das cidades do Brasil, em média, apresentam crescimento acentuado de casos do novo coronavírus.

Apenas 3% dos municípios registram queda da taxa de novos infectados.

Entre as capitais, 20 do total de 27 tem visto o número de novos registros aumentar rapidamente, e apenas Recife (PE) vê o número de casos regredir, conforme o jornal Folha de São Paulo, tendo por base um modelo estatístico do Instituto de Matemática da Universidade de São Paulo (USP).

Sumidos

Alerta feito pelo vereador Teles Albuquerque (PSD), em recente sessão ordinária (e virtual) do Legislativo campinense: “Lamentavelmente, têm muitos vereadores ausentes das sessões”.

Da boca de… 

“… Essa epidemia vai nos custar (país) 1 trilhão de reais. Talvez mais, só esse ano, e será devastadora para a economia…” (economista Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central).

Precedente

O deputado estadual Jeová Campos (PSB) alertou os colegas deputados acerca dos pedidos que têm chegado à Assembleia Legislativa para decretação de estado de emergência, devido à extrapolação dos limites fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Com o pé atrás

“Se essa moda pega na Paraíba. Essa é uma fundamentação que me preocupa”, enfatizou o socialista.

Localizado

O telefone celular do ex-ministro Gustavo Bebianno, que morreu há algumas semanas, reapareceu.

Acervo

De acordo com o portal UOL, está na posse de uma irmã dele e tem registrado um ano e meio de conversas com o presidente Jair Bolsonaro.

Meia volta

O Conselho de Administração do Banco do Nordeste reconduziu, ontem, Romildo Carneiro Rolim ao cargo de presidente da instituição.

Só recordando

No começo do mês, Alexandre Cabral foi demitido do cargo 1 dia após a sua posse, devido a denúncia relacionada à sua passagem pela presidência da Casa da Moeda.

Ele havia sido indicado para o banco pelo PTB.

Da boca de…

“… A medicina não deve se subordinar à política. É o contrário. A política prescrever um remédio ou não, isso é uma loucura..” (médica e professora da UFCG Deborah Rose Galvão Dantas).

Pista livre

O senador José Maranhão, quase eterno presidente do MDB na Paraíba, não tem feito restrições a uma eventual aproximação com o PSL para a disputa da Prefeitura de João Pessoa.

Protagonistas

Esse ´flerte´ partidário envolve o pré-candidato a prefeito Nilvan Ferreira e o deputado estadual Cabo Gilberto (PSL).

´Démodé´

Zé, com o seu pragmatismo calejado pelo tempo, ponderou que a clássica polarização entre direita e esquerda “está muito fora de moda”.

Descrença

“Eu aprovo sim. Não tenho nenhum preconceito com relação aos ruídos ideológicos, até porque não acredito muito na força das ideologias no momento em que a grande mensagem é a união de todos em favor do Brasil”, avaliou o senador.

Garimpo

O deputado Pedro Cunha Lima (PCL), presidente do PSDB na Paraíba, foi o entrevistado da véspera de São João no programa Ideia Livre da TV Itararé (canal 18.1).

Temário

Ele tratou ´perifericamente´ acerca da sucessão campinense e sobre temas relacionados à educação.

Veja algumas declarações dele a seguir.

Pré-campanha

“Tem sido muito difícil falar do processo eleitoral, porque estamos em meio a uma epidemia e os impactos são duríssimos. A gente não sabe quando nós teremos as eleições.

Incógnitas

“Estamos num processo de debate para adiar ou não a eleição. Existem várias incertezas e uma prioridade absoluta: atravessar a pandemia. Não é hora de fazer qualquer tipo de trabalho eleitoral.

Participação

“Mas o que o PSDB quer se dedicar e cumpre fazer é colocar alternativas para participar do debate público e apresentar nomes que possam colaborar nas gestões administrativas. Esse é o trabalho que a gente faz, desde sempre.

Timoneiro

“O PSDB em Campina tem uma sintonia muito forte com o prefeito Romero (Rodrigues). E sempre seguimos a linha de que o prefeito conduz esse processo eleitoral, de continuidade de uma administração que nós fazemos parte dela.

Pra já

“Eu penso que a gente tem que adiar, de pronto, esse prazo (das convenções partidárias, que pelo calendário eleitoral devem ocorrer entre 20 de julho e 5 de agosto).

Empecilhos

“Eu vejo com muita dificuldade, falando do Brasil real, fazer convenção de maneira remota em cidades que têm ainda muita dificuldade de acesso à internet. Temos que pensar no Brasil como um todo. Esticar, de pronto, por 1 mês, seria mais prudente.

Ausência…

“Minha realidade de trabalho é em Brasília. Eu tenho, por obrigação, a necessidade de estar semanalmente em Brasília. Tenho me aprofundado, cada vez mais, na educação e na primeira infância. São os dois temas centrais, na minha avaliação, de combate real à desigualdade social.

… De Campina

“Mas vale do que qualquer tipo de presença física na cidade, já que tenho dificuldade por trabalhar em Brasília, a capacidade de apresentar um desenho administrativo. É isso que a cidade espera. Campina quer superar desafios que estão postos.

Inesgotáveis

“Por melhor que seja a gestão do prefeito Romero, a cidade possui vários desafios. Nenhum gestor conseguiria, em um período de 4 ou 8 anos, esgotar todas as necessidades de Campina.

Meta

“Em uma possível oportunidade que um dia, se eu tiver essa chance de estar à frente do Executivo, quero ter um trabalho muito dedicado e específico, que priorize de verdade a educação. E me preparo para isso.

Missão

“A gente só pode estar na política enquanto tiver um propósito em nós para implementar alguma ação. E eu tenho esse propósito mergulhado na edição.

Avançar

“As pessoas querem um trabalho corajoso, que possa enfrentar o que está errado, e que possa identificar um sentimento que está presente nas pessoas, de rejeição à política, que está enraizado e tem dificuldade de mudança. Que se possa mexer nisso, sair da caixa e ter a capacidade de trazer uma administração com uma sintonia maior às exigências, com a da redução da máquina pública”.

Mão dupla

Ainda PCL: “Existe a condução do prefeito Romero, mas é claro que eu participo dessa conversa. Eu posso votar e ser votado. É algo que acontece naturalmente nesse debate.

Mas continuo dizendo: o foco agora tem que ser atravessar a pandemia. É momento de cuidar do que está na nossa frente: um inimigo que mata muita gente e que precisa de nossa concentração, para não ter nenhum tipo de dispersão”.

PT e PCdoB já se acertaram em Campina?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube