Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 01/04/2021

Pode dar certo?

Para ´cair a ficha´

Para quem ainda não entendeu o fato de uma deputada de primeiro mandato – Flávia Arruda (PSL-DF) – ter assumido o estratégico cargo de ministra da Secretaria Geral da Presidência da República, é oportuno recordar o que afirmou, na semana passada, o presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL), de quem a parlamentar é muito próxima:

“Os remédios políticos no Parlamento são conhecidos e são todos amargos. Alguns, fatais – referência explícita ao eventual impeachment presidencial.

 

Aval

O deputado (e médico) paraibano Hugo Motta, líder do Republicanos na Câmara Federal, subscreveu um pedido de urgência que pretendia acelerar a votação de um projeto, cuja finalidade era ampliar os poderes do presidente da República por conta de pandemia.

Rechaço

“Chance zero de ser pautado”, reagiu o líder do Democratas e também paraibano Efraim Filho.

Metas

Ao ser empossado, ontem, para substituir o deputado Ruy Carneiro (PSDB) pelo período de quatro meses na Câmara Federal, o suplente Leonardo Gadelha (PSC) apontou como prioridades a melhoria das condições dos hospitais públicos e o aumento da proteção social para todos os brasileiros até o fim da pandemia.

´Linha de tiro´

Mais três ministros do Governo Bolsonaro estão com a ´corda no pescoço´: Bento Albuquerque, das Minas e Energia; Ricardo Salles, do Meio Ambiente; e Gilson Machado (Turismo).

Rumo às…

Em live na noite de terça-feira com o ex-governador paraibano Ricardo Coutinho (PSB), a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou que, na sua opinião, o ex-presidente Lula vai à disputa em 2022.

… Urnas

“Ele vai encarar. Ele vai aceitar porque Lula fez um governo tão bem sucedido, que poderia muito bem dizer que já cumpriu o seu papel. Mas acho que ele vai encarar mais esse desafio”, assinalou ´Dilminha´.

Máquinas…

O Sistema Jornal do Comércio de Comunicação, com base em Recife (PE), anunciou ontem a suspensão da circulação da edição diária impressa.

O formato das páginas do ´JC` será mantido na versão digital.

… Silenciadas

O diretor-presidente do Grupo, empresário João Carlos Paes Mendonça, sublinha na Nota divulgada que “a comunicação, que já vinha se transformando ao longo dos últimos anos, consolida os meios digitais como fonte principal de informação. A dificuldade na circulação do papel, agravada por questões sanitárias, antecipou uma mudança já prestes a acontecer”.

´Voz da caserna´

“É hora de abandonar o silêncio praticado no meio militar. A sociedade está tensa, o silêncio gera desconfiança. Alimenta a ideia de conivência. A missão das Forças Armadas é cláusula pétrea. Toda tentativa de violação deve vir a público, ser denunciada. Omissão aqui, chama-se prevaricação”.

General da reserva do Exército Francisco Mamede de Brito Filho, através do Twitter.

Magnífico

A agenda presidencial de ontem reservava espaço para uma audiência do reitor da UFPB, Valdiney Gouveia, com Jair Bolsonaro.

Garimpo

Eis o desfecho da primeira reunião do comitê conjunto (formado na semana passada) do governo federal com o Congresso Nacional para articular as ações contra a pandemia da Covid-19.

Conclamação

O primeiro a falar foi o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG): “É muito importante a comunicação, que haja um alinhamento da comunicação social do governo, da assessoria de imprensa da Presidência da República, no sentido de haver uma uniformização do discurso, de que é necessário se vacinar, usar máscara, higienizar as mãos; necessário o distanciamento social de modo a prevenirmos o aumento da doença no nosso país”.

Endosso

Ainda Pacheco: “Uma sugestão muito rica do senhor ministro da Saúde (Marcelo Queiroga), de aproveitar o ensejo da Semana Santa, que é um feriado que tende a estimular a aglomeração, que possa o povo brasileiro ter a consciência de que precisa fazer o distanciamento social mesmo no feriado”.

Recomendações

O pronunciamento seguinte foi o do paraibano ministro da Saúde: “Agradeço a citação do (senador) Pacheco em relação ao feriado. No feriado não pode haver aglomerações desnecessárias. É importante usar máscara, manter o isolamento. É importante fazer isso. Medidas extremas não são desejadas. Então vamos fazer isso”.

Desconstrução

Presidente Bolsonaro, presidente do referido comitê, instantes depois: “Não é ficando em casa que nós vamos solucionar esse problema. Essa política (distanciamento social) ainda está sendo adotada, mas o espírito dela era se preparar com leitos de UTI, respiradores, para que pessoas não viessem a perder as suas vidas por falta de atendimento”.

Pressa

“Nenhuma nação se sustenta por muito tempo com esse tipo de política. E nós queremos realmente é voltar à normalidade o mais rápido possível”, acrescentou.

Cá entre nós

Marcelo Queiroga perdeu uma boa oportunidade de entregar uma carta no Palácio do Planalto e pegar um avião de volta para João Pessoa.

Salta à vista o que muitos insistem em não querer enxergar: o presidente da República não abre mão de ´acumular´ o comando do Ministério da Saúde.

Um País rumo ao Gólgota...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube