Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 04/07/2018

´Piscar´ dos girassóis

Fratura exposta

O que estava ´fumegando´ nos bastidores começou a aflorar à luz do sol: a crise no PSD da Paraíba, desencadeada com a morte do ex-deputado Rômulo Gouveia.

Um dia após o ex-deputado Jacó Maciel proclamar a sua dissidência, o próprio vice-presidente estadual do partido, deputado Manoel Ludgério, dimensionou, ontem, os desencontros internos e com legendas aliadas.

Dois óbitos

“O partido não se resume à presidente (Eva Gouveia). Ele também tem outros filiados, ainda que não venham a participar do pleito, que querem ser ouvidos. Nós não podemos ir a reboque. O sentimento que nós temos aqui é que com o falecimento lamentável do meu amigo Rômulo, o partido parece que também faleceu aqui no Estado. Digo isso com muita franqueza”, discorreu Ludgério, em entrevista à Arapuan FM.

Chega de afagos

Para o parlamentar, “um partido que tem dezenas de prefeitos e vices, vereadores, tempo de televisão e uma musculatura eleitoral no Estado, não pode ser tratado só com gentilezas”.

Andar de cima

Ludgério informou que vai esta semana a Brasília para uma conversa com a direção nacional do PSD.

“Vou pedir as orientações sobre nossa conduta na Paraíba. O perfil do partido é de oposição no Estado”, antecipou.

Do lado de lá

Mais da metade dos patrocinadores da Copa do Mundo da Rússia é de empresas com matriz em países asiáticos.

Rachado

O PSB avança para apoiar o presidenciável Ciro Gomes (PDT), mas tem divisões internas expostas.

Mapeamento

O ´tucano´ Geraldo Alckmin é o preferido em SP, PI e PR. Em MG, RJ, CE, ES e DF a opção é Ciro.

Em outros Estados, a escolha é ir com Lula para ´o que der e vier´: PE, BA, SE, AC, AP e RN.

O detalhe

Na Paraíba, a legenda oscila entre Ciro e uma aliança com o PT.

Data marcada

A direção nacional do MDB marcou para o dia 31 de julho, em Brasília, a convenção para homologar a candidatura do ex-ministro Henrique Meireles à Presidência da República – se ela tiver fôlego até lá.

Endosso

O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) comentou, ontem, a escolha da 1ª dama de Campina Grande, Micheline Rodrigues (esposa do prefeito Romero), para ser candidata a vice-governadora: “Uma ótima escolha. Uma escolha importante. É a participação efetiva de Romero no processo, e é a representação de Campina no Executivo”.

No ´estaleiro´

Acerca do registro recente de APARTE – segundo o qual ele tinha silenciado sobre a indicação de Micheline -, o senador ponderou que o anúncio “coincidiu com o meu período de convalescença (foi cirurgiado há algumas semanas)”.

Alicate

O ´tucano´ aproveitou para cutucar o governador: “A vice-governadora Lígia Feliciano foi esquecida, abandonada e desprestigiada”.

Capacete

Dados da STTP mostram que na virada do ano Campina Grande tinha 67.443 motocicletas em circulação, um aumento de 2.751 unidades em comparação à passagem de 2016 para 2017.

Interlocução

A Confederação Nacional da Indústria promove hoje o evento chamado de ´Diálogo da Indústria com Candidatos à Presidência da República´.

Pauta

Na ocasião será entregue um documento da CNI com as reivindicações do setor para as eleições.

O detalhe

Seis concorrentes confirmaram presença: Jair Bolsonaro (PSL), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB).

Indócil

Na percepção do deputado Veneziano (PSB), a predisposição de uma fatia expressiva do eleitorado de anular o voto ou não comparecer à votação em outubro “é uma situação preocupante. Não há como desconhecer”.

´Midas´

O jornal Valor Econômico (SP) mostrou que todos os ´brinquedinhos´ do atacante Neymar – carros de luxo, avião, helicóptero, iate e lanchas – somam aproximadamente R$ 80 milhões.

Da boca de…

“… Nós temos três Supremos. Infelizmente. O vocábulo Supremo dá a ideia de órgão único. Mas, pela necessidade de dinamizar os trabalhos, o Supremo está dividido. E a divergência intestina é péssima. Entre a primeira e a segunda turma. Entre a segunda e o pleno. É o que causa maior descredito…” (ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal.

Destravado

Um dos itens que emperravam a negociação entre o PSB e o PP para a celebração de uma aliança visando as próximas eleições foi contornado pelos socialistas.

Duas condições

Inicialmente, era ofertada ao PP a vaga na vice-governadoria.

E o partido reivindicava uma das vagas na disputa para o Senado e também disputar cadeiras na Câmara Federal sem participar do ´chapão´ – reprodução da coligação para a chapa majoritária.

Incenso

Em entrevista em João Pessoa, ontem, Ricardo Coutinho sinalizou o ´ajustamento´ da conversação: “Eu acho que esse xadrez do Senado tem passado muito por Campina Grande. Acho que Daniella (Ribeiro) tem perfil, além de ser uma mulher com capacidade de desempenhar um papel diferenciado nessa política que temos”.

Roda viva

Acerca dos quase oito anos de (aparente) oposição da deputada ao seu governo, Ricardo lançou mão da esponja: “Às vezes, as críticas são corretas; às vezes, não. Mas nem por isso vai se negar à Paraíba, caso se dê dessa forma, uma convergência de fatores e de forças para poder dar continuidade e melhorar cada vez mais nosso Estado”.

Em tempo: Ainda ontem, RC recebeu Daniella em audiência na Granja Santana.

Quem coordena a coligação PV/PSDB no Estado?...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube