Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 30/06/2018

PDT esconde o jogo

´Fora Gilmar´

O renomado jurista Modesto Carvalhosa anunciou que encaminhará à Procuradoria Geral da República um pedido de investigação do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

Sua alegação: além de não se declarar suspeito para julgar processos em que é parte interessada, incluindo os de apadrinhados e clientes do escritório de advocacia de sua mulher, Gilmar estaria libertando presos que fazem contribuições para a sua escola.

“Ele (Gilmar) está soltando pessoas que fazem doações ao Instituto dele (Instituto Brasiliense de Direito Público, IDP) e embolsa parte desses donativos” afirmou Carvalhosa.

“Marginal”

“É uma pessoa absolutamente marginal que temos no Supremo Tribunal Federal. Ele (Gilmar) é um marginal”, arrematou oi renomado jurista.

 Portas baixadas

Levantamento divulgado pelo IBGE mostra que 46.322 empresas comerciais fecharam no País no ano de 2016.

Da boca de…

“… O eleitor não pode fazer de si próprio mais do que uma vítima e se tornar um cúmplice de sua própria desgraça…” (Carlos Ayres Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal).

Sem…

Em entrevista à TV Itararé, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP), líder do Governo Temer na Câmara Federal, disse que não existe prazo para o PP definir as suas coligações na Paraíba.

… Pressa

“Estamos conversando bastante”, frisou, reiterando que a legenda reivindica “uma candidatura majoritária”.

Rebeldia

A assessoria do ex-presidente Lula (PT) divulgou uma indicação feita por ele em termos de leitura: ´A Sutil Arte de Ligar o F*da-se – Uma Estratégia Inusitada Para uma Vida Melhor´, do escritor Marx Manson.

À espera

Ao comentar o adiamento da visita que faria esta semana à Paraíba, o ex-ministro da Fazenda (e presidenciável do MDB) Henrique Meireles disse que “pretendo ir o mais rápido possível. Estou dependendo apenas da decisão de lideranças da Paraíba para escolher qual a melhor data. Mas eu estou pronto e de fato muito otimista com a minha vista o mais cedo possível”.

 Otimista

Meireles, em entrevista à ´Arapuan FM´, disse que “estou sentindo um entusiasmo muito grande. A população, de fato, quer uma solução para os problemas que tem hoje o País”.

Atuação

O emedebista assinalou que “temos trabalhado pelo País e recebido resultados muito grandes”, acrescentando que “começamos a tirar o País de uma crise econômica brutal. Agora é prosseguir o trabalho”.

Anônimo

No tocante ao seu pífio desempenho até aqui nas pesquisas de intenção de votos (1%), o ex-ministro ponderou que “o meu nome ainda é pouco conhecido da população”.

Reversão

“Mas no momento em que as pessoas tomam conhecimento disso (sua atuação na área econômica), a reação é extremamente positiva e favorável”, emendou.

Culpada

Por fim, Henrique Meireles deu uma ´lapada´ na ex-presidente Dilma Rousseff (PT): “Foi o governo da Dilma que atirou o País nessa crise”.

Da boca de…

“… O poder público não é um saco vazio de dinheiro que em qualquer dificuldade você vai lá e tira. Dinheiro em período de crise é limitado e cada um tem que trabalhar com suas condições. Ou você se adequa à realidade orçamentária e financeira de sua casa, ou em algum momento você vai ficar em dificuldade…” (Fábio Maia, secretário executivo de Planejamento do Estado, sobre a UEPB).

Diga aí

Presidente do PT/PB, Jackson Macedo cobrou definições do PSB: “Qual a posição do PSB sobre as eleições deste ano? Vota com Lula ou vota com Ciro? Não vai ter uma decisão clara sobre a eleição presidencial?”

Repúdio

Macedo lamentou o fato de o governador Ricardo Coutinho ter afirmado, esta semana, que só quem tem voto no PT/PB é o deputado Luiz Couto.

Discurso antigo

“O PT tem três deputados estaduais, um federal, prefeitos e vice-prefeitos, quase 200 vereadores no Estado. Dizer que só quem tem voto é Luiz Couto, acho que não é bem por aí. Couto é uma grande liderança do PT, tem muita força eleitoral, mas na executiva estadual ele tem apenas um voto. O PT é diferente dos outros partidos. Essa lógica de achar que só quem tem mandato é quem manda em partido é conservadora, ultrapassada”, rebateu o dirigente petista.

Pensando bem

O dirigente petista amorteceu o discurso recente e declarou que “se o PSB da Paraíba sinalizar publicamente o apoio à candidatura de Lula, já será suficiente para o PT estar na chapa de João Azevedo (pré-candidato a governador socialista).

Sábado é dia de poesia

“Nada mais belo que olhar de criança no sol da manhã/ Chuva de carinho é o que posso pedir nessa imagem tão sã/ Lindo no horizonte o amanhã que eu nunca esqueci/ Doce lembrança do sonho que eu vejo daqui/ Ser amor pra quem anseia/ Solidão de casa cheia/ Dar a voz que incendeia/ Ter um bom motivo para acreditar/ Mais bonito não há…” (Milton Nascimento).

Enxugamento

O PSDB deverá colocar ao crivo do eleitorado, durante a campanha, a proposta de redução de vagas no Congresso Nacional.

Poda

No Senado, das 81 vagas atuais permaneceriam apenas 54.

E o número de deputados federais dos 513 atuais despencaria para 384.

Andar de cima

Presidente nacional do PDT, Carlos Lupi declarou ontem que apenas após a definição da coligação nacional do PSB e que se avançará acerca da pendência relacionada à Paraíba, ou seja, a candidatura própria a governadora da atual vice-governadora Lígia Feliciano.

 Cenários

Lupi admitiu, em entrevista à ´Correio FM´, que uma composição com o PSB para governador é certa num eventual 2º turno, e possível ainda no 1º turno.

Critério de escolha

Ele sinalizou, nas entrelinhas, que uma pesquisa até as convenções com os nomes de Lígia e de João Azevedo poderia ser cogitada para solucionar o impasse.

 

No PP, o que vale é a ata da convenção registrada no TRE...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube