Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 15/09/2021

Enredo que se repete

Sem radicalizar

O deputado Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), presidente nacional do Instituto Teotônio Vilela, fundação ligada ao partido, afirmou não concordar com a decisão da Executiva Nacional do PSDB de se colocar formalmente em oposição ao governo Bolsonaro.

“Não penso que fazer uma oposição sistemática a Bolsonaro, ao modelo que o PT faz, seja o papel que eu deva cumprir. Claro que o governo merece críticas em vários pontos. A condução na pandemia merece uma crítica e a gestão que o governo faz na educação não é eficiente. De resto, não vou fazer oposição de quanto pior, melhor”, afirmou o parlamentar, em declaração repercutida pelo jornal Folha de São Paulo.

Quatro mãos

“Gestão compartilhada”.

Eis a expressão utilizada pelo deputado federal Efraim Filho (DEM) sobre a condução do novo partido na Paraíba, fruto da fusão do DEM com o PSL.

O detalhe

Normalmente, não dá certo.

Da boca de…

“… Não sou salvador da pátria, não acredito nisso. E esse é um partido sério, não vai sair vendendo ilusões…” (senador Alessandro Vieira, de Sergipe, que se lançou presidenciável pelo Cidadania – ex-PPS).

De olho na vaga

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB-PE), é o nome mais especulado para a vaga em vias de ser aberta no Tribunal de Contas da União (TCU).

Alerta…

O Tribunal de Contas do Estado reafirmou, dias atrás, a decisão da Corte pela irregularidade de contratos firmados entre prefeituras e escritórios de advocacia visando reaver créditos referentes ao extinto Fundo de Manutenção do Ensino Fundamental – Fundef, não repassados pela União aos municípios.

… Renovado

O relator deste assunto no TCE, conselheiro Oscar Mamede Santiago Melo, explicou que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já reconheceu aos municípios o direito para reaver os créditos não repassados, inexistindo, por conseguinte, a necessidade de contratação de assessoramento jurídico.

Fila

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) e outras 12 pessoas viraram alvos na 22ª ação proposta pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), como consequência da Operação Calvário.

Origem

O foco da nova denúncia diz respeito à possível fraude na licitação que culminou com a renovação do contrato da Cruz Vermelha Brasileira (CVB) para a administração do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, fato ocorrido em 2012.

Embasamento

O Ministério Público aponta que houve pagamentos de propinas a agentes públicos, e que entre os meses de julho 2012 e junho de 2017 foram desviados cerca de R$ 49 milhões de recursos públicos.

Da boca de…

“… Tenham paciência, pois, mais uma vez, o tempo irá consolidar a verdade…” (general da reserva Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria-Geral da Presidência, ao contestar na rede social Twitter que o presidente Bolsonaro tenha recuado na sua posição sobre o Judiciário).

Novo…

Recentemente foi aprovada, no Tribunal de Justiça do Estado, uma Resolução que disciplina a eleição de juízes e a indicação de advogados para o TRE/PB.

… Rito

De acordo com o presidente da Corte Eleitoral, desembargador Joás de Brito Pereira Filho, o projeto amplia para que todos os magistrados possam concorrer quando surgir vaga reservada a Juiz de Direito, seja como membro titular ou suplente, já que a Constituição Federal não veda, e o processo de escolha continuará por meio de votação secreta.

Da boca de…

“… Todos sabemos que a contenção da pandemia, por meio da vacinação em massa, é imprescindível para a retomada da economia global…” (Marcelo Queiroga, ministro da Saúde).

Retrovisor

Há algumas semanas, a Coluna repercutiu uma nota publicada na revista Veja: a cúpula nacional do PDT começa a discutir a formação de palanques regionais (…) No caso da Paraíba, a escolha já estaria definida: a candidata será a vice-governadora Lígia Feliciano.

De viva voz

No dia de ontem, em entrevista à ´Correio FM´, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou que “é o nosso desejo vê-la (Lígia) candidata a governadora. É uma mulher preparada, já está em seu segundo mandato como vice. É uma empresária bem sucedida e comprovada competência”.

Condução

Para isso – prosseguiu Lupi – já estamos começando a conversar com os possíveis aliados e isso também está sendo desenvolvido por ela, pelo filho Renato e pelo deputado Damião Feliciano, que lideram o PDT na Paraíba”.

Lastro

“Será uma base fundamental para as eleições à presidência da República”, emendou.

O detalhe

O PDT já tem, conforme o seu dirigente, cerca de 10 pré-candidaturas a governador pelo país.

Aposta & ressalva

Carlos Lupi enfatizou que “é claro que ninguém sozinho pode almejar chegar ao poder. O poder se faz com alianças, mas respeitando a identidade de cada partido, de cada candidatura. Eu tenho certeza que a Lígia vai aglutinar muitas forças políticas, porque ela tem uma história política na Paraíba. É uma vitoriosa e tenho absoluta segurança de que ela vai ter uma candidatura bem viável”.

– Se, por ventura, não tivermos sucesso nessa articulação, nós vamos avaliar o que fazer – ressalvou.

Não se perca de vista as conversas de bastidores de Aguinaldo Ribeiro...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube