Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 06/05/2019

Para tentar bater as asas

Novos timoneiros

Sem (surpreendentemente) a presença do ex-senador Cássio Cunha Lima, o PSDB da Paraíba ungiu, ontem, à condição de seu presidente o deputado Pedro Cunha Lima, que sucede ao seu colega de Câmara federal Ruy Carneiro.

A convenção estadual foi discreta, sintonizada com os (maus) humores de boa parte da população com relação à atividade política.

Frequência

Em seu discurso, Ruy afirmou que “vê com tristeza a Paraíba ser visitada semanalmente pela Polícia Federal”, numa menção indireta à Operação Calvário, que estende o período ´quaresmal´ para a gestão do governador João Azevedo e o PSB/PB.

Fonte

“O dinheiro das campanhas (eleitorais) de 2014 e de 2018, lamentavelmente, era o dinheiro da saúde dos paraibanos. E isso vai se estender para outras secretarias”, prognosticou Ruy.

Cabeça de…

Em entrevista à imprensa, o deputado e ex-presidente ´tucano´ declarou que “o partido deve ter” candidato próprio a prefeito em Campina e João Pessoa, como também na maioria dos municípios da Paraíba.

“Isso é uma orientação da direção nacional e uma lógica política”, ressalvou.

… Chapa

Ruy Carneiro recordou que “na eleição (municipal) passada nós tivemos um extremo sucesso. Hoje é o PSDB quem mais governa paraibanos, em termos de prefeituras”.

´Ficar´

Particularmente no tocante à Capital, o deputado disse que “a nossa tese é manter a aliança com o PV de João Pessoa (prefeito Luciano Cartaxo)”.

Sem atrito

Quanto a Campina, ele registrou que “a relação política” com o prefeito Romero Rodrigues “está intacta”.

“Não existe problema”, grifou.

Adiante

Sobre nomes para a sucessão campinense, Ruy respondeu que “aí é preciso analisar as pesquisas, conforme vá chegando perto (das eleições)”.

O detalhe

Ruy Carneiro deverá assumir o comando do PSDB em João Pessoa, em forma de comissão municipal provisória.

Incômodo

Presente à convenção, o deputado estadual Tovar Correia Lima admitiu que “eu tenho um desconforto no PSDB. Não o PSDB local, mas o Nacional”.

Se…

“É preciso mudar a cara desse partido. Se o PSDB não mudar, quem mudará de partido sou eu”, assinalou.

Indicativo

Na mesma conversa com a imprensa, Tovar ´roçou´ a contradição, ao dizer que o PSD como o seu futuro partido “é um caminho meio que natural, pela ligação que eu tenho com Romero; pelo que a gente pensa para Campina em 2020”.

Indeciso

“Mas como o PSD e o PSDB caminham muito juntos no Brasil inteiro, eu não sei ainda qual decisão iremos tomar, porque nós temos mandato e precisamos respeitar a fidelidade partidária e precisamos discutir tanto com o PSD quanto o PSDB”, acrescentou.

Remendo

O deputado recobrou a lógica e frisou que “pelo menos nesses próximos meses eu continuarei no PSDB”.

Ausência

Coube ao deputado Tovar explicar a sentida ausência do prefeito Romero: não veio “porque está com um torcicolo”.

O detalhe

Genericamente, torcicolo é uma contratura muscular, uma espécie de ´mau jeito´ na região do pescoço.

Cara…

A deputada estadual Camila Toscano, eleita vice-presidente do PSD/PB, projetou que “vamos ter um novo tempo no PSDB na Paraíba, com a juventude assumindo o partido. É uma renovação, um novo tempo”.

… Nova

“É importante que a sociedade tenha de volta a vontade de participar da atividade política”, acentuou a deputada.

No ninho

Quem também compareceu à convenção ´tucana´ foi o ex-deputado estadual Renato Gadelha, representando o PSC.

Invocação

Iniciou as suas palavras reproduzindo um recente arremate deste espaço: “O amanhecer na Paraíba tem sido angustiante” para os agentes públicos.

Gravidade

Ele pontificou que “lamentavelmente o nosso Estado vive dias de dificuldades”, emendando que “retirar dinheiro da saúde é um dos maiores crimes, porque deixa a população desassistida no seu bem maior, que é o retorno à saúde”.

Endosso

Gadelha apostou no novo comando do PSDB ao afirmar que Pedro Cunha Lima “é um jovem que vem arejar a política brasileira. Pedro hoje é um nome nacional, por sua coerência e firmeza; por sua postura no Congresso Nacional”.

´Fênice´

A surpresa da convenção foi o comparecimento do ex-senador Cícero Lucena, que falou pouco, apenas o suficiente para adubar especulações com a sua presença: “Sou membro da Executiva. Viemos (ele e sua esposa Lauremília) cumprir nosso papel de filiado, desejando sorte a Pedro Cunha Lima”.

Desfalque

Pedro Cunha Lima chegou ao comando do partido – o slogan é ´Um novo tempo, um novo PSDB – sendo compelido a falar sobre a baixa recente e relevante no principal ´reduto´ partidário no Estado: a saída do partido do prefeito Romero, de malas prontas para o PSD.

Anestésico

“A relação com Romero é muito boa, de amizade fraterna. Eu tenho um orgulho pelo prefeito Romero, que realiza uma bela gestão”, enfatizou.

Prematuro

“Em relação à eleição (2020), é cedo para falar sobre isso. O momento é de trabalhar. Não faz bem à cidade antecipar essa discussão. Temos que debater os problemas do dia a dia e as soluções que podemos apresentar”, avançou o deputado.

Artilharia

O ´tucano´ demonstrou bem maior empolgação em discorrer acerca do ´inferno astral´ dos socialistas no Estado: “Ricardo é um chefe de quadrilha. Está à frente de um esquema de corrupção; de uma organização criminosa que desde 2011 retira dinheiro da saúde”.

Cobrando explicações

Para Pedro, “finalmente a Paraíba está conhecendo quem é Ricardo Coutinho. Quem tira dinheiro da saúde mata pessoas. É isso que Ricardo tem que explicar à Paraíba”.

“É triste ver que a política se contaminar com esse mar de lama”, finalizou.

A ex-secretária de Finanças pediria demissão sem o aval de Ricardo Coutinho?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube