Fechar

logo
logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 20/09/2021

O julgamento da história

Piso abaixo da superfície

O piso salarial dos professores brasileiros nos anos finais do ensino fundamental é o mais baixo entre 40 países avaliados em um estudo da Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Os rendimentos dos docentes brasileiros no início da carreira são menores do que os de professores em países como México, Colômbia e Chile.

Fosso

De acordo com a OCDE, em relatório destacado no ´Estadão´, os professores brasileiros têm salário inicial de US$ 13,9 mil anuais (cerca de R$ 73 mil).

Na Alemanha, por exemplo, o valor passa de US$ 70 mil (R$ 364 mil).

Lixeira

O mesmo jornal noticiou que o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que “jogou dinheiro (R$ 300 milhões) na lata do lixo” com os estudantes que faltaram à edição de 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizada no início deste ano, em um momento crítico da pandemia do novo coronavírus.

O detalhe

O MEC extinguiu a gratuidade para quem faltou na prova no ano passado, mas a decisão foi derrubada pela Justiça.

Segue o…

A vereadora campinense Eva Gouveia (PSD) disse que “todas as manifestações são legítimas, mas eu sou partidária. Onde o partido estiver, eu vou estar junto”.

… Comando

Ela se reportava à revolta de lideranças do PSD campinense contra as críticas da direção nacional do partido ao governo Bolsonaro.

Indefinição

Eva também informou que ainda não definiu se tentará no ano que vem um mandato de deputada estadual ou federal.

“É uma decisão que será tomada juntamente com o partido e o candidato a governador”, assinalou.

Sair do muro

Sobre essa ´revolta´ do PSD em Campina com os rumos nacionais do partido, o vereador Sargento Neto afirmou que “nós esperamos que o presidente (Gilberto) Kassab tome um posicionamento sobre com quem realmente ele vai estar”.

Escolha feita

Neto não comunga com a distância do PSD do governo federal: “Eu penso diferente. Como todos sabem, já tenho minha definição e sei de que lado estou, que é o lado do certo. Para nós, que somos cristão, está resolvido”.

Vagabundagem

“É hora de reavaliar a posição no partido. Bolsonaro é um homem correto. Não vejo nenhum motivo para alguém se posicionar pelo impeachment do presidente. Eu creio que isso é falta do que fazer”, acrescentou o parlamentar.

Da boca de…

“… O país está repleto de oportunidades que não são aproveitadas em função deste cenário de instabilidade institucional. E um diagnóstico que vem se agravando, a tensão aumenta e o quadro se deteriora. É muito difícil elencar todos os possíveis caminhos a partir da situação atual do Brasil…” (Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central).

Caneta

Rafael Sousa (PSDB), o popular ‘Rafafá’, suplente de deputado federal, foi nomeado para uma assessoria na Prefeitura Municipal de Campina Grande (Secretaria de Saúde), conforme ato divulgado no Semanário Oficial do Município.

Aceno

O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) fez um gesto na direção do Progressistas na Paraíba.

´Injeção´

O ´V´ viabilizou recursos federais, da ordem de R$ 5 milhões, para a Secretaria de Saúde da administração do prefeito Cícero Lucena (PP).

´Fênice´

As loterias estaduais – Lotep da Paraíba no meio – voltarão com vigor em breve.

É que o Supremo Tribunal Federal decidiu que a exploração desses serviços não é uma exclusividade do governo federal (Caixa Econômica Federal).

2ª feira filosófica

“O futuro anda muito impaciente. E, por um triz, ele não está chegando antes do presente”.

Carlos Ayres de Britto, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal.

Pressão

Na reta final da oficialização da fusão do Democratas com o PSL, o presidente Jair Bolsonaro escalou o seu núcleo político para tentar evitar a consumação dessa aliança.

Da boca de…

“… Bolsonaro é um presidente desagregador, que só sabe brigar e destilar ódio…” (deputado federal Gervásio Maia, presidente do PSB/PB).

Garimpo

Há poucos dias, o papa Francisco fez publicar um artigo no jornal italiano ´Repubblica´ que vale a pena ter alguns trechos reproduzidos – e refletidos.

É o que segue.

Incendiários 

“A pregação incendiária daqueles que, em nome de um falso deus, incitam o ódio, está se espalhando de forma muitas vezes descontrolada.

Analfabetismo

“Devemos também nos ajudar, todos juntos, a combater o analfabetismo religioso que permeia todas as culturas: é uma ignorância generalizada, que reduz a experiência de fé a dimensões rudimentares do humano e seduz almas vulneráveis a aderir a slogans fundamentalistas.

Educar

“Mas não basta combater: é preciso sobretudo educar, promovendo um desenvolvimento justo, solidário e integral que aumente as oportunidades de escolarização e educação, porque onde reinam incontestados a pobreza e a ignorância, a violência fundamentalista se enraíza com mais facilidade.

Insensatez 

“Os crentes não podem combatê-la com a violência das armas, que só gera mais violência, em uma espiral de retaliações e vinganças sem fim.

A via da paz

“Não há desarmamento sem coragem, não há ajuda sem gratuidade, não há perdão sem verdade – mas que constituem o único caminho possível para a paz. Sim, porque o caminho para a paz não se encontra nas armas, mas sim na justiça.

Timoneiros

“E nós, líderes religiosos, somos os primeiros a ter que defender tais processos, testemunhando que a capacidade de combater o mal não está nas proclamações, mas em oração; não na vingança, mas a harmonia; não nos atalhos ditados pelo uso da força, mas na força paciente e construtiva da solidariedade”.

Encontro marcado

Ainda o papa: “Não é mais o momento de alianças de uns contra os outros, mas da busca comum de soluções para os problemas de todos. Os jovens e a história nos julgarão sobre isso”.

Se você fosse dono de uma empresa, aceitaria Bolsonaro gerenciando-a?...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube