Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

segunda-feira, 17/07/2017

´Palanque das Diretas´

Nas páginas da ´Folha´

Em texto publicado no final de semana na página de opinião do jornal Folha de São Paulo, o deputado paraibano Efraim Filho, líder do Democratas na Câmara Federal, discorre sobre a recente condenação do ex-presidente Lula, fixada pelo juiz Sérgio Moro.

Leia trechos.

Supremacia…

“A condenação esclareceu, de uma ver por todas, que ninguém está acima da lei. Essa é uma importante lição de cidadania para a sociedade: foi-se o tempo em que os poderosos não enfrentavam a Justiça.

… Da lei

“No Brasil, costumava-se dizer que a lei se aplicava aos mais pobres e humildes, já aos que podiam contratar os melhores advogados, se aplicariam as brechas da lei.

Vitimização

“Restou a Lula o papel de vítima, encenar o drama de perseguido político, em discurso vazio, estéril e típico daqueles descobertos e condenados por suas práticas de corrupção. Lula não é mais o líder em que os brasileiros um dia confiaram.

´Máquina´

“O ex-presidente aproveitou-se de sua posição para obter vantagens pessoais. Comandou a ´propinocracia´, o crime organizado instalado pelo PT no centro da República, uma máquina de corrupção para financiar um projeto de poder.

´Faxina´

“A Operação Lava Jato tem passado o Brasil a limpo, levando às barras da Justiça aqueles que se achavam fora de seu alcance. Precisamos acabar com essa ideia de que alguém está acima ou à margem da lei.

Fim do foro

“É o que defendo igualmente na Câmara, na condição de relator da PEC (emenda constitucional) que propõe o fim do foro privilegiado, um resquício aristocrático e obsoleto ainda presente em nossa Constituição.

Binóculo

“A fábula do lulopetismo, que tanto mal fez ao país, está com os dias contados. O encontro de Lula com a Lei da Ficha Limpa está mais próximo do que nunca, e o cenário político para 2018, cada vez mais distante para o PT.

Novo ciclo

“A sociedade está atenta. Mudou e pede mudanças. Não quer modificar apenas a cara dos políticos, mas a cara da política. Quer mais transparência e coerência, instrumentos da democracia e cidadania de um povo que já não aceita mais políticos corruptos, que usam discursos populistas para chegar ao poder.

Assertiva

“Lula se acha acima dos meros mortais. Mas terá de enfrentar na Justiça as consequências de seus atos. Como disse o próprio Moro em sua sentença: ´Não importa o quão alto você esteja, a lei ainda está acima de você´.”

Andar de cima

Levantamento divulgado no jornal Valor Econômico (SP) mostra que a remuneração média de um membro do Ministério Público no Brasil equivale a 46 salários mínimos.

 

Pluralidade

Ao comentar as declarações do vice-prefeito pessoense Manoel Júnior (PMDB) à TV Itararé – segundo as quais eleitoralmente pode não ser conveniente estarem o prefeito Romero e o senador Cássio, simultaneamente, na chapa majoritária das oposições -, Romero Rodrigues frisou que “a democracia é isso. Todo mundo pode raciocinar do jeito que quiser”.

Ascensão

Na sua angulação, o prefeito campinense observou que a partir de fevereiro último, “quando eu disse que o meu nome estava à disposição do partido, só há crescimento e consolidação do meu nome”.

Apoio declarado

“Onde ando as pessoas estão espontaneamente manifestando a pretensão de votar conosco. Estão me estimulando”, acrescentou Romero.

Enxurrada

Atualmente no País existem mais de 30 mil pessoas utilizando tornozeleiras eletrônicas, por determinação judicial.

Dispêndio

O custo mensal de manutenção para o Poder Público varia, de acordo com o tipo de monitoramento determinado.

Mas a tornozeleira básica tem uma mensalidade de R$ 280.

Da boca de…

“… Nós não temos nenhum Plano B e nem C. O presidente Lula é o nosso plano A, B e C…” (senadora Gleisi Hoffmann, PR, presidente nacional do PT, sobre a sucessão presidencial).

Apostas

A Caixa Econômica Federal divulgou que as suas loterias arrecadaram no 1º semestre deste ano R$ 6 bilhões e 100 milhões, sendo 85% desse total são relativos à Mega-Sena, Quina e Lotofácil.

Contrassenso

No País do futebol, a Loteca (loteria esportiva) só representou 1% da receita da Caixa com as loterias.

´E lá vou eu´

Marina Silva informou aos parlamentares do seu partido (Rede de Sustentabilidade) que decidiu disputar novamente a Presidência da República em 2018.

´Fora Temer´

No final de semana, Ricardo Coutinho externou a defesa da antecipação das eleições para presidente, confirmando a sua presença no movimento ´Diretas Já´, que será deflagrado nacionalmente na próxima sexta-feira, em João Pessoa.

“Insustentável”

“Eu penso que a antecipação das eleições, com um mandato de quatro anos, seria bem-vinda neste momento porque atualmente nós temos uma situação insustentável. E não foi a oposição que fez isso e nem a bancada de qualquer partido”, assinalou o governador.

Cicatrização

Para Ricardo, a antecipação do pleito presidencial significaria “começar a curar as feridas”.

“O que não pode é alguém que foi eleito como vice-presidente assumir o governo mudando tudo e aprovando coisas que não estavam na agenda de 2014,” acentuou RC.

Quando terão início as obras de duplicação da BR 230, em Campina Grande?...
Simple Share Buttons