Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 28/01/2017

Outro olhar sobre a tragédia

O preço do ´ficar´

Em reunião da Executiva Estadual do PTB, ontem, foi reafirmado o apoio ao governo Ricardo Coutinho (PSB).

O deputado Wilson Filho anunciou que “agora defendo essa aproximação (com o PSB) em todo o Estado para construirmos uma Paraíba mais forte e desenvolvida”.

Espaço

Os petebistas cobram uma contrapartida: vaga na chapa majoritária do grupo do governador em 2018.

O detalhe

O PTB conta com 17 prefeitos, 24 vices e 154 vereadores na Paraíba.

Dobradinha caseira

Na próxima eleição, o ex-senador Wilson Santiago (PTB) deverá tentar um mandato de deputado federal e o deputado Wilson Filho uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Protelação

A defesa do ex-presidente Lula relacionou 52 testemunhas num dos processos inerentes à Operação Lava Jato.

O detalhe

A lista começa pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL), ainda presidente do Senado.

Desmentido

“Nunca disse isso a ninguém. Cássio Cunha Lima é meu amigo. E nunca tive a pretensão de disputar uma suplência de senador”.

Autoria

Foi o que disse o deputado Ricardo Marcelo (PMDB) sobre a nota aqui publicada, ontem, dando conta de que desejaria concorrer a uma suplência de senador, no ano que vem, desde que na cabeça de chapa não estivesse o senador Cássio.

Em tempo

Dois prefeitos correligionários de RM comentaram o assunto com o colunista.

Destino

O suplente de vereador Hercules Lafite (PSC) foi confirmado pelo prefeito Romero Rodrigues (PSDB) para a direção do Sine em Campina Grande.

Partiu

O que até as cadeiras do plenário da Câmara campinense já sabiam há semanas se concretizou ontem: a bancada de oposição que saiu das urnas em outubro último está depenada.

Deserções

Na reunião realizada ontem para a escolha do novo líder – o vereador Galego do Leite (PTN) foi confirmado -, três parlamentares anunciaram que iriam integrar um ´bloco independente´ e não se subordinar à liderança: Bruno Faustino (PSB), Janduhy Ferreira (PTdoB) e Sargento Neto (PRTB).

Remanescentes

Dessa maneira, Galego só irá liderar Olímpio Oliveira (PMDB) – que passou a ser o seu vice-líder -, Anderson Maia (PSB) e Rodrigo Ramos (PDT).

Mutação

Desde o último sábado que a comoção nacional decorrente da trágica morte do ex-ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, aqui na Paraíba cedeu espaço à repercussão inerente (e inevitável) à trágica e violenta morte do agente do Detran Diogo, atropelado numa das rotineiras operações para o cumprimento da Lei Seca realizadas em João Pessoa.

Incrível

Causa espanto como a sucessão de campanhas e de tragédias País afora, mutilando pessoas e sepultando corpos, não tenha o condão de sensibilizar muitos motoristas no tocante à total incompatibilidade entre o comando de um volante e a ingestão de álcool.

Lado…

É compreensível e até relevante a consternação que o fato provocou no Estado, particularmente na Capital.

… Relevante

Trata-se, na verdade, de um indicativo de que a solidariedade sobrevive entre nós, inobstante o crescimento da chamada cultura da indiferença.

Colateral

Mas, lamentavelmente, foi notório constatar que simultaneamente a esse sentimento cristão, viceja em profusão uma desnecessária e deplorável violência, nutrida por motivações múltiplas, a exemplo do ódio desmedido, do instinto de vingança e da indisfarçável inveja.

Instrumentalização

Foi no pantanoso submundo das redes sociais que se destilou uma fúria incontrolável, que contrastava visivelmente com a serenidade da família enlutada.

Em muitos exemplos e formas, a criatividade funcionou a serviço da ira e da vindita.

Parâmetros

É indiscutível que o jovem Rodolpho cometeu um ato absurdo, irresponsável e de uma insanidade a toda prova. Pouco há de explicações para o seu gesto. Mas igualmente é incabível a sua demonização.

 

Punição

Igualmente, é indiscutível que ele deve ser penalizado por seu ato, como uma resposta do Poder Público à família enlutada; como exemplo para quem insiste em transgredir a lei; como satisfação à sociedade; e até como uma pedagógica (e dura) lição à sua conduta pela vida afora daqui por diante.

Aplicabilidade

Cesare Beccaria, jurista italiano, ensinava que “a finalidade das penas” também é “impedir que o réu cause novos danos aos seus concidadãos e dissuadir os outros de fazer o mesmo”.

Intransferível

Mas é lamentável o que está sendo aspergido contra a sua família.

O fato pontual se encerra no próprio Rodolpho.

Inoportuno

Por maiores que sejam as razões e/ou omissões para se tentar explicar o ocorrido na esfera doméstica, nesse instante, não faz sentido diluí-lo na ribalta pública.

O pacifista memorável Mahatma Gandhi sublinhou que a vida “é indivisível”.

Gesto natural

Em situações incontornáveis com essa, competia à família de Rodolpho fazer o que qualquer pai instintivamente procederia: um mínimo de amparo psicológico e viabilizar o elementar e legítimo direito de exercer a sua defesa, o que não pressupõe a busca obsessiva da impunidade.

Consequências

Ao longo dos últimos dias, visualizei inúmeras (e compreensíveis) manifestações de revolta com o bárbaro e fatal atropelamento, que, na essência, mutilou de forma distinta e desproporcionalmente duas famílias.

Detratação

Mas também li, desapontado, uma imensidão de impropérios gratuitos direcionados de maneira generalizada à família Carlos, notadamente ao seu patriarca, José Carlos da Silva Júnior, um paraibano excepcional, de riqueza sabidamente conhecida, mas de hábitos simples e de índole pacifista, que aos 91 anos de idade não merece a execração pública pela via da consanguinidade.

Irracionalidade

Chegou-se ao paroxismo de se propor uma campanha de boicote aos produtos da marca São Braz, uma indústria que honra a Paraíba e que gera milhares de empregos em nosso território.

Ou, dito de outra maneira, uma fábrica que assegura subsistência, vida e procriação para muitas gerações.

Estilhaços…

E o que dizer de Ricardo Carlos, pai de Rodolpho? Quem goza de sua amizade ou, pelo menos, conhece minimamente a sua rotina, bem sabe dos hábitos singelos que cultiva no cotidiano, nunca se valendo presunçosamente da ostentação que poderia desfrutar.

… Imerecidos

É o cara que regularmente toma café num modesto bar no bairro de José Pinheiro (CG); de almoçar nos restaurantes tradicionais do centro campinense; e de optar pelas arquibancadas do estádio ´O Amigão´ ao invés das distantes cadeiras.

Que sentido racional consistente faz açoitá-lo publicamente?

Status quo

Nos tempos atuais, num País chagado por tantos descaminhos e por tanta impunidade, as palavras acima podem até ser interpretadas como protecionistas; da mesma forma podem estar na contracorrente do chamado ´clamor popular´, que em muitos casos inspira-se na ´Lei de Talião´ para clamar justiça imediata, muitas vezes insensata, desproporcional e a qualquer preço.

Não se quedar

Mas é preciso, em muitas ocasiões, se sair da comodidade contemplativa e cômoda para, pelo menos, buscar semear um pouco de racionalidade onde se nada de braçadas na direção do volúvel e, por vezes, insensato e difuso sentimento popular, irrigado com as tintas da inconsequência e da popularidade fácil.

Grifo

Volto a sublinhar: é republicano, legal, justo e legítimo que o jovem infrator receba a punição merecida por parte do Judiciário.

Os seus 20 e vinte e poucos anos já lhe permitem arcar com os efeitos de seu tresloucado gesto.

Redimir

Mas, simultaneamente, a pena deve proporcionar a chance de ele se penitenciar perante a família enlutada e a sociedade que vai continuar integrando pelos anos que se sucedem.

O que faz a diferença

O mesmo jurista Beccaria (citado acima) sublinhava que “não é a intensidade da pena que produz o maior efeito sobre o espírito humano, mas a extensão dela” sobre os dias que estão por vir.

Crise na base governista...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube