Arimatéa Souza

terça-feira, 11/05/2021

Onde o gato poderá ´miar´

Em negociação

De acordo com o jornal O Globo, a fábrica de cimento da empresa Elizabeth, sediada na Paraíba, está sendo negociada com a CSN – Companhia Siderúrgica Nacional.

A publicação fala num negócio que deve girar em torno de R$ 350 milhões.

Repúdio

Para o presidente do Sintab, Giovanni Freire, a votação ocorrida na semana passada na Câmara Municipal de Campina Grande, que diz respeito à previdência municipal, ocorreu “de uma forma absurda”.

Submissão

Na visão do sindicalista, mudou a legislatura, “mas as práticas continuam as mesmas”.

“Tem muito vereador ´lagartixa´, que vota e acata tudo que o prefeito deseja. Não precisa ser tão submisso. Foi vergonhoso”, acrescentou Freire.

Da boca de…

“… Os políticos exageram e mentem. Por pura sobrevivência. Para eles, a linguagem é uma moeda falsa, negociada tão naturalmente que esconde o abismo entre as palavras e o mundo real…” (jornalista Eurípedes Alcântara, de O Globo).

Ideia Livre

O novo reitor da UFCG, professor Antonio Fernandes Filho, é o entrevistado de hoje na TV Itararé, programa Ideia Livre, que começa às 22 horas, logo após o Jornal da Cultura.

Canal 18.1 ou pela internet: www.tvitarare.com.br

Queda livre

O comércio no Brasil encerrou o ano de 2020 com perdas de R$ 24,6 bilhões, conforme cálculos divulgados pela renomada Fundação Getúlio Vargas.

Da boca de…

“… O Democratas foi o partido que mais cresceu nas eleições municipais. Vamos analisar com calma a transição do país neste ano…” (deputado federal Efraim Filho, do DEM/PB, sobre as perspectivas eleitorais do partido para 2022).

Comenda

Projeto do vereador ´Rui da Ceasa´ (Pros-CG) concedeu a Medalha de Honra ao Mérito Municipal ao jornalista José Anchieta Nascimento de Araújo.

Batendo em…

A permanência do radialista e ex-prefeitável pessoense Nilvan Ferreira no MDB parece que ser questão de dias – ou de semanas.

… Retirada

Na entrevista que concedeu a este colunista na Rádio Caturité FM (104.1), no final de semana, Nilvan externou suas ressalvas à atual condução partidária, liderada pelo senador Veneziano Vital do Rêgo.

Leia trechos do que ele disse.

Novas disputas

“Vivo um momento muito importante na minha vida. A eleição do ano passado deixou marcas (…) A experiência de disputar a Prefeitura de João Pessoa mostrou que eu preciso, além de jornalista, dar outra contribuição à sociedade.

Adversidades

“Disputei em condições extremamente difíceis para mim. A ´máquina´ de (Luciano) Cartaxo votou em Cícero Lucena no segundo turno. O governo do Estado investiu todas as fichas na campanha de Cícero.

Legado

“Não posso deixar que esse espólio eleitoral vá de água abaixo e, de certa forma, seja desperdiçado.

Retaguarda

“José Maranhão era o meu principal vínculo com o MDB (…) Muitos foram a procura de Maranhão tentar debelar a nossa candidatura, dizendo que seria melhor me indicar para vice em outra chapa. E o senador dizia, ´minha palavra tem que ser cumprida (…) Vou até o fim com ele (Nilvan), nem que termine só eu e ele´.

Projeções

“Maranhão vivo hoje, o MDB não estaria com essas declarações de amor ao governo (…) Maranhão já na UTI me disse (as que seriam) suas últimas palavras: ´Saímos gigantes da campanha. Fizemos com que o MDB voltasse a ser protagonista em João Pessoa e isso vai repercutir na Paraíba.

Entrega

“Postura (do MDB) de mudança completa no diretório. Dizer antecipadamente que é governo e que João Azevedo é o candidato (…) Uma forma de agradar ao governador.

Convergências

“Conversei com Wallber (Virgolino, deputado estadual do Patriota) e com o Cabo Gilberto (deputado estadual do PSL) para sermos aliados em 2022 (…) Com o deputado Pedro Cunha Lima do PSDB (…) Há um terreno propício para unirmos as oposições em 2022.

Sem mudar

“Não vou rasgar tudo o que disse na campanha do ano passado (…) O Estado precisa inaugurar um novo momento (…) A Paraíba virou o principal estacionamento da Polícia Federal nos últimos tempos.

Sem personalismo

“Na política as pessoas são muito vaidosas. Primeiro eu, depois o projeto maior. É preciso inverter isso. O projeto maior deve estar em primeiro plano, para depois personificar. E para personificar o projeto é pesquisa e ouvir as ruas.

Aprendizado

“A oposição não pode repetir o que fez em 2018, onde predominou a vaidade de muitos (…) Agora é o momento de dialogar, de estar junto”.

Elástico

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) foi expandida na gestão Bolsonaro e loteada pelo grupo Centrão, da Câmara Federal.

´Tesouro´

Essa Companhia terá cerca de um terço dos R$ 3 bilhões do ´orçamento secreto´ para emendas parlamentares, segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo.

Dreno

Parte dos recursos das emendas vai para a compra de tratores e equipamentos agrícolas com preços superfaturados, ainda de acordo com a reportagem.

´Inchada´

Criada em 1974 para atender 504 cidades, a estatal hoje abrange 2.675 municípios em 15 Estados – além do Distrito Federal -, sendo que mil deles foram incluídos pelo presidente Jair Bolsonaro.

´Banda larga´

A Codevasf atende o Amapá, reduto do senador David Alcolumbre (DEM-AP), o Rio Grande do Norte, base do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e a Paraíba, do deputado Wellington Roberto, líder do PL na Câmara Federal.

E o Senado já aprovou proposta para a estatal atuar também no Amazonas, em Roraima e no Sul de Minas.

O que conta para cúpula de partido é voto no painel da Câmara Federal...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube