Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 27/03/2019

O TJ/PB com o pires na mão

Buraco previdenciário

O governador João Azevedo (PSB) disse ontem em Brasília, durante mais uma edição do Fórum de Governadores, que a Paraíba também precisa enfrentar um ponto comum a todos os estados, que é a questão do déficit previdenciário.

“Existe um déficit da previdência estadual que precisa ser enfrentado com medidas objetivas, com a criação de um fundo de compensação para que esse déficit possa ser minimizado e indicando quais são as fontes para alimentar este fundo. O Estado precisa ter também, com indicação do governo federal, onde fazer captação de recursos para investimentos”, argumentou o socialista.

Dever de casa

O governo federal está sinalizando que poderá fazer a antecipação de recursos aos Estados, caso sejam cumpridas as suas recomendações em termos de venda de estatais e/ou enxugamento da folha de pessoal.

Com restrições

Vários partidos (13) indicaram ontem que pretendem aprovar a reforma previdenciária, desde que sejam alterados, pelo menos, dois pontos específicos do projeto do governo: a mudança no Benefício de Prestação Continuada (BCP), que atende a pessoas com deficiência, e as alterações nas regras da aposentadoria rural.

Recusa…

Na direção inversa, o presidente da Fundação João Mangabeira e dirigente do PSB, o ex-governador Ricardo Coutinho, afirmou ontem que a tendência é que seu partido vote contra a proposta para a previdência.

… Integral

“Nós vamos votar contra a reforma da Previdência. O diretório nacional deve tirar uma posição amplamente majoritária contra essa reforma. Eu não estou decidindo anteriormente, mas a impressão, a partir da própria posição do presidente Carlos Siqueira, é que o partido deve se unificar em torno de uma posição contrária. A ideia é fechar questão”, enfatizou RC.

´Eu também quero´

A prefeitura campinense entrou ´no páreo´ para obter a cessão temporária das antigas instalações do curso de Comunicação Social da UEPB, objeto de desejo (para a expansão dos seus serviços) do Hospital Universitário Alcides Carneiro.

Situando

O prédio está cedido em regime de comodato ao Tribunal de Justiça da Paraíba, que o utiliza parcialmente como depósito judicial.

Pertence à UEPB.

Cá entre nós

Um imóvel com a localização desse citado, no central bairro São José, só ser usado parcialmente – e para depósito – é de lascar.

Ainda por cima, impede a expansão de serviços do SUS (Sistema Único de Saúde).

Sem decolagem

A Avianca anunciou ontem a suspensão de voo que liga o Rio de Janeiro a João Pessoa, dentro de um ´pacote´ de 21 cancelamentos, devido à crise financeira que a empresa enfrenta.

Escolha

O prefeito Romero Rodrigues – que vai anunciar a programação do Maior São João do Mundo desse ano no próximo dia 5 (9h, no Teatro Facisa, bairro do Itararé) – informou que até sexta-feira define o sucessor de Fábio Medeiros como secretário de Agricultura da PMCG.

Em tempo

A reforma no secretariado da PMCG – que tem vários cargos vagos – vem sendo anunciada desde meados de outubro do ano passado.

Dois por mês

A Petrobras informou ontem mudanças em sua política de preços para o diesel, que passará a ter reajustes em um prazo mínimo de 15 dias.

A dúvida

As empresas de cargas e os caminhoneiros autônomos vão topar?

Barulho

O setor tradicional de transporte público (ônibus e táxi), em João Pessoa, está divulgando um protesto para a manhã de hoje no centro da cidade.

Aposentou-se?

A TV Gazeta de São Paulo divulgou ontem que o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) passa a integrar seu quadro de comentaristas.

Passou

Na sessão de ontem da Assembleia Legislativa, a majoritária bancada do governo conseguiu aprovar a medida provisória (276) que promove a fusão da Rádio Tabajara com o jornal A União Editoria.

Retida

Mas, por força de uma manobra da oposição, foi tirada de pauta (por falta do número mínimo de deputados em plenário) outra medida provisória (277), justamente a que promove a fusão da Emepa, Emater e Interpra.

´Me aguarde´

“Faltou entendimento. A oposição cumpriu o seu legítimo papel de estabelecer as manobras próprias do regimento, que são obstrução e ausência do plenário. A oposição hoje (ontem) teve êxito, mas na semana que vem a gente aprova”, comentou o líder da base governista, Ricardo Barbosa (PSB).

Dissidente

O deputado Bosco Carneiro (PPS/Cidadania) avisou na tribuna da ALPB que mesmo pertencendo à base governista votará contra a aprovação dessa MP.

Na Serra

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, esteve ontem em Campina Grande.

Exponencial

Em contato com a imprensa local, ele reiterou que a meta “número 1” de sua gestão “é digitalizar processos”, o que proporcionará, nas suas palavras, “multiplicar por 10 a produtividade dos cartórios”.

O detalhe

No presente, temos aproximadamente 718 mil processos em tramitação no Estado.

Ao enveredar pelas questões financeiras, o ´chororô´ foi flagrante: “O orçamento está péssimo. Congelado há três anos”, frisou Márcio.

Inercial

Segundo ele, apenas com o “crescimento vegetativo” (sem aumento salarial) do plano de cargos dos servidores, a despesa anualmente sobe R$ 8 milhões.

“Isso está gerando um desconforto muito grande entre os juízes”, acrescentou.

´Petição de miséria´

O desembargador afirmou que “nunca houve na Paraíba uma situação dessas, de o Judiciário ficar sem condições de pagar as contas. Temos que fazer mágica”.

“A Justiça é essencial ao povo e nós merecemos um orçamento digno”, apelou pateticamente Márcio Murilo, que comanda um orçamento anual bem superior a R$ 600 milhões.

Xadrez: novos movimentos no tabuleiro da operação ´Xeque-Mate´...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube