Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 10/03/2017

O sonho virando realidade

Racha na OAB/PB

O tempo esquentou no âmbito da OAB/PB. O presidente da Subseção de Campina Grande, Jairo Oliveira, divulgou ontem uma ´nota de repúdio´ ao presidente da seccional paraibana, Paulo Maia, devido à exoneração de Alberto Jorge do cargo de vice-diretor da ESA-PB (Escola Superior da Advocacia).

Rompimento

Conforme Jairo, a aludida exoneração representa a “exoneração de todo o grupo” que apoiou Maia na cidade, nas últimas eleições.

 Da boca de…

“… Prefiro ser impopular a ser populista…” (presidente Michel Temer em entrevista à renomada revista britânica The Economist).

A data

Está previsto para o dia 27 próximo o inicio do funcionamento do posto de abastecimento do Aeroporto João Suassuna, em Campina Grande, com combustível certificado (embandeirado).

Boa notícia

A empresa Gol já recolocou o aeroporto campinense em seu mapa de viagens para os próximos meses.

E o voo da madrugada já voltou ao sistema.

Vem aí

Uma das principais personalidades da República vai estrear, em breve, como o novo colunista do PARAIBAONLINE.

Vale a pena aguardar.

Vaidade…

A Unifacisa obteve a posição de melhor complexo universitário do Norte/Nordeste, na avaliação da educação superior divulgada esta semana pelo Ministério da Educação (MEC).

… Campinense

A instituição, que passou à categoria de Centro Universitário este ano, alcançou nessa avaliação o maior Índice Geral de Cursos (IGC) registrado na região, atingindo o conceito 4, numa escala que vai de 1 a 5.

Equiparação

“Conseguimos chegar no mesmo patamar da UFCG e da UFPB, que têm mais tempo de história do que a nossa Instituição. Somos as três únicas universidades que têm o conceito 4 no Estado da Paraíba. Isso é uma vitória extraordinária para Unifacisa”, exultou o seu chanceler, médico Dalton Gadelha.

Palpitante

“Estou com o coração a mil”. A expressão foi verbalizada ontem pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), em entrevista à ´Campina FM´, ao se referir à chegada das águas do Rio São Francisco à Paraíba.

Nunca antes

“Senti a maior alegria e emoção de minha vida pública”, emendou CCL.

Reviravolta

Para o senador, a certeza da regularidade hídrica “é algo que vai mudar a história de Campina Grande”. O fato significa – acrescentou – “um ponto de virada na história da cidade”.

Insignificância

O ´tucano´ considera “um debate pequeno” a discussão sobre quem seria o “dono da obra”.

“Isso é uma bobagem”, exclamou.

Gratidão

Cássio apelou para que ocorra uma “acolhida de agradecimento” ao presidente Michel Temer nesta sexta-feira, devido ao fato de ele “ter sido decisivo” para a conclusão da transposição.

Aval

Ronaldo Alves de Menezes, presidente do PSDC em Campina Grande, encaminhou ontem um documento ao prefeito Romero Rodrigues com a indicação, “por unanimidade”, de George Iregildo da Silveira (Gildo Silveira) para assumir a presidência da Urbema, feita pela bancada do partido no Legislativo (quatro vereadores).

O detalhe

A posse de Gildo deverá ocorrer no começo da próxima semana.

Com quórum

A reunião preliminar sobre a chegada do aplicativo Uber (transporte de passageiros) em Campina Grande, na noite de quarta-feira, reuniu cerca de 200 participantes.

O detalhe

Estima-se que o serviço estará funcionando na cidade em até 60 dias.

 

 

Desbravadores

O que seria da espécie humana sem os utópicos ou visionários? Certamente, os saltos que a humanidade deu ao longo das últimas décadas e séculos teriam sido bem mais modestos.

Antevisão

No Brasil do século 18, um imperador oriundo do colonizador Portugal vislumbrou a necessidade de a adversidade do clima de uma parte do País, chamada posteriormente de Nordeste, ser neutralizada ou, pelo menos, amenizada, com um caudaloso Rio que atravessa o Brasil por quase 3 mil quilômetros.

Simbologia

Pedro II chegou a prometer ´empenhar´ até a última joia da Coroa para resolver o problema.

Concretização

O fato é que a solução não prosperou e só praticamente dois séculos depois a ´integração´ do Nordeste pelas águas está virando realidade, à custa de muita perseverança e de decisões políticas firmes.

Abrangência

O arco de pessoas a serem beneficiadas com a transposição é vigoroso: aproximadamente 12 milhões.

Desembolso

“O custo de fazer a obra é menor do que o custo de não fazer”, sublinhou o ex-senador Marcondes Gadelha, um dos pilares dessa conquista, ao se referir na TV Itararé  aos gastos do governo, anualmente, com medidas paliativas para atenuar o flagelo as seca.

“Havia apenas paliativos”, reforçou.

Desproporção

Gadelha igualmente pinçou outros números expressivos. O Nordeste tem cerca de 28% da população brasileira, mas acumula apenas 3% das águas existentes no Brasil.

Desses 3%, 70% estão no Rio São Francisco.

Coletivo

“E todo rio que corta mais de um Estado é patrimônio da União”, enfatizou o ex-senador, citando a Constituição Federal.

Epopeia

A cerimônia de ´entrega´ da água do ´São Francisco´ no solo paraibano representa uma espécie de epopeia em duas grandes vertentes, própria dos visionários aos quais me reportei anteriormente.

Percurso

As águas que se destinam, num primeiro estágio, principalmente a Campina Grande, partem do Estado da Bahia e cortam o esturricado Sertão Pernambuco, uma paisagem onde apenas sobressaem a terra estéril, dispersos bodes e jumentos, e o contrastante e exuberante brilho e colorido das macambiras, uma vegetação que desafia a inclemência solar e a raridade da água.

Quase deserto

Na Paraíba, as águas do ´Velho Chico´ vão atravessar a desafiadora região caririzeira, na qual a escassez de água emoldura o cinza de sua desencantadora paisagem nos constantes ciclos de estiagem, que semeiam a desertificação.

´Catequese´

Noutra angulação, a transposição tem também a dimensão de uma ´epopeia política´, devido à longa e insistente batalha para sensibilizar e convencer os ocupantes do poder central quanto à inadiável necessidade de consumar esse aporte hídrico perene.

Sem abundância

De todo modo, é imperioso termos a consciência de que as águas que estão chegando do ´Velho Chico´ não vão nos tornar uma espécie de oásis.

Regularidade

O que se conquista, ao cabo de muitos esforços e muita luta, é a garantia perene da água para a sobrevivência.

Aproveitamento

Cabe fazer o melhor uso possível – e o mais racional -, sempre tendo em conta que quase 500 quilômetros separam a captação dessa água de nossas torneiras.

Salto histórico

O escritor Euclides da Cunha imortalizou, no livro ´Os Sertões´, a frase ´o nordestino é antes de tudo um forte´.

Hoje, faz-se necessário proclamar: A esperança começa a vencer a seca.

“... Água, dona da vida/ Ouve essa prece tão comovida/ Chega, brinca na fonte/ Desce do monte, vem como amiga...” (música de Djavan).
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube