Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 25/02/2017

O silêncio sobre a Cagepa

´Papai Noel´ existe

O advogado José Yunes, amigo do presidente Michel Temer, disse que em 2014 – ano de eleição presidencial – recebeu “um pacote”, cujo conteúdo afirma desconhecer, a pedido do atual chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

A informação do ´presente´ é do jornal Folha de São Paulo.

Termômetro

Na Câmara campinense muitos vereadores já reclamam reservadamente de medidas que estão sendo tomadas pela vereadora-presidente Ivonete Ludgério (PSD), devido ao fato de estar retardando algumas providências que interessam diretamente o colegiado, a exemplo da nomeação de assessores.

Punido

A Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo ratificou a condenação do presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix,  que foi multado por “prática de discriminação homofóbica”.

A multa é R$ 25.070,00

Botou a colher

O normalmente discreto deputado Ricardo Marcelo resolveu opinar, esta semana, sobre o ´cabo-de-guerra´ atualmente existente no PMDB paraibano.

Mediação

“Não tem porque inventar a roda. Ela já foi inventada e eu espero que o presidente do partido, senador José Maranhão, que é uma pessoa sensata e que tem comando, possa resolver essa situação”, declarou Marcelo.

Na oposição

O deputado entende não dá para servir a “dois senhores” ao mesmo tempo: “O PMDB é oposição (ao governador). Os outros que compõem o partido (Nabor Wanderley e Jullys Roberto, deputados) têm que seguir essa linha do PMDB, porque quem comanda é o partido e não os filiados de forma independente”.

Freio no…

O Conselho Pleno da Ordem dos Advogados do Brasil decidiu que vai buscar no Supremo Tribunal Federal a ampliação do alcance da Súmula nº 13, que especifica as situações classificadas como nepotismo no serviço público.

… Nepotismo

A intenção da OAB é fazer com que fique claro, no texto da súmula, que a proibição ao nepotismo também se aplica a cargos de indicação política.

´Meia…

Ao ser questionado sobre a indicação do licenciado ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, para o cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal, o ex-presidente do STF, Carlos Ayres Britto, fez um elogio com ressalvas.

… `Liminar´

“Do ponto de vista pessoal, me dou muito bem com ele, que tem livros publicados, é da área do direito constitucional. Porém, pela militância mais político-partidária, de ocupação de cargos, não como teórico, mas como ocupante de cargos do organograma estatal a partir de São Paulo, prefiro aguardar um pouco”.

Alerta adicional

“Além disso, é preciso coragem para assumir a própria independência perante os outros poderes e internamente para não se deixar manobrar, manipular por nenhum outro ministro da Casa”, acrescentou Ayres.

Tilintar

A ´Lei da Repatriação´ – tributo cobrando para legalizar o dinheiro de brasileiros que estavam guardados clandestinamente no exterior – foi generosa para o Governo da Paraíba, ao ponto de injetar uma grana extra apreciável no caixa do Estado.

Créditos…

Até dezembro último, a Paraíba recebeu da parte do Imposto do Renda dessa ´repatriação´ pouco mais de R$ 187 milhões e 60 mil.

… Milionários

Quanto à multa cobrada dos titulares desse dinheiro, até dezembro foram creditados para o Estado mais R$ 180 milhões e 20 mil.

Pausa

A Coluna APARTE só voltará a ser publicada na próxima quarta-feira, em função do feriado de momo.

Mas o noticiário do PARAIBAONLINE seguirá normal durante todo o feriadão, inclusive a parte política.

Sábado é dia de poesia

“… Posso sentir, chego a tocar na sua mão/ Cantar a beleza da vida/ Me faz querer seu coração…” (Chiclete com Banana).

Água fria

Em entrevista ontem, Ricardo Coutinho não semeou esperanças em termos de melhorias orçamentárias para a UEPB, mesmo diante do anunciado afastamento de 120 professores substitutos.

Recomendação

Para o governador, todos os gestores públicos precisam se adaptar às adversidades econômicas atuais, que são sentidas em escala nacional.

Rateio

“A gente tem que se adequar, como o Estado faz. Não existe dinheiro sendo fabricado no Estado, existe a seriedade de um governo que, com o dinheiro que tem, tem que dividir com todos”, enfatizou RC, na ´Arapuan FM´.

Mais arrocho

Ainda conforme Ricardo, “quando você vai atrás, você percebe que tem chance de diminuir as despesas e ir adequando a realidade que aí está. Eu vou cortar ainda mais na máquina, não tenho o que fazer. Essa é uma obrigação republicana de todo mundo”.

Estranho silêncio

No tocante ao noticiário inerente à eventual privatização da Cagepa, Ricardo foi extremamente comedido, ao ponto de declarar, durante uma solenidade na cidade de Bayeux, que “vou falar sobre isso daqui a alguns dias. E só vou falar com bastante propriedade. Eu peço a vocês que me deem um pouco de tempo”.

Como anda a relação entre o ´mago´ e Temer?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube