Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quinta-feira, 19/07/2018

´O que é isso companheiro?´

Ciro, o incorrigível

Frase do presidenciável Ciro Gomes (PDT), na noite de 3ª feira, durante debate na Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), em São Paulo: “Agora um promotor aqui de São Paulo resolveu me processar por injúria racial. E pronto. Um filho da puta desse faz isso e pronto. Ele que cuide de gastar os restinhos das atribuições dele. Se eu for presidente essa mamata vai acabar. Ninguém pode viver autonomamente, a lei está acima de todos nós”.

Em tempo: a ação foi movida por uma promotora.

´DNA´

A deputada Daniella Ribeiro (PP) disse ontem que “não vejo dificuldade de ter três candidatos ao Senado com base política em Campina Grande”.

Fica como está

Como pré-candidata ao Senado, Daniella declarou que “não vejo necessidade de mudar” a reforma administrativa que entrou em vigência no final do ano passado e é objeto de contestação por parte dos sindicatos.

Sem opinião…

Sobre o programa de privatização impulsionado pelo Governo Temer, a deputada disse que vai oportunamente “se debruçar sobre o assunto”.

… Formada

Mesmo posicionamento foi aplicado com relação aos critérios para concessão de incentivos fiscais.

Inevitável

Acerca da reforma previdenciária, a deputada do PP disse que “é consenso” a sua necessidade, mas que defenderá que ela seja “votada com justiça social”.

A quem compete

Daniella declarou na ´Campina FM´ que só não tomou a iniciativa de propor a reformulação da lei de autonomia universitária da UEPB porque “os deputados da base governista tinham muito mais condições de fazer isso”.

´Sujeito passivo´

A parlamentar apresentou uma angulação diferente acerca da indefinição do seu partido com relação à sucessão estadual.

“Os demais partidos é que têm ´flertado´ com o PP”, sublinhou.

´Culpados´

A deputada ponderou que “não existe política sem conversar” e que o PP se encontra nessa situação porque houve “um movimento equivocado” por parte dos prefeitos Luciano Cartaxo (PV-JP) e Romero Rodrigues (PSDB-CG), que sinalizaram candidaturas ao governo, que não se consumaram.

Diferente

Confrontada com a hipótese de sua condição de oposição ficar desgastada diante de uma eventual aliança com o PSB, Daniella Ribeiro argumentou que “o candidato (a governador) é João (Azevedo), e não Ricardo (Coutinho)”.

Dividido

“Não há como não reavaliar (nesse período), isso é natural”, assinalou a pré-candidata.

Ele citou que dentro do PP “não existe unanimidade” com relação ao apoio a qualquer postulante ao governo estadual.

Todos à mesa

O PP (rebatizado de Progressistas) reúne as suas principais lideranças nesta 6ª feira pela manhã, em João Pessoa.

No ninho

A Executiva Nacional do PTB decidiu, ontem, apoiar o presidenciável Geraldo Alckmin (PSDB).

Elogio…

Recentemente, Geraldo Alckmin esteve visitando Campina Grande e aproveitou para conhecer o Nutes (Núcleo de Tecnologias Estratégias em Saúde) da UEPB.

… Tucano

Nas redes sociais, o ´tucano´ comentou que “fiquei encantado com o trabalho que eles desenvolvem”.

Sublegenda

Ao participar ontem da rodada de debates da OAB/PB com os pré-candidatos ao governo, a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) surfou novamente como concorrente situacionista: “Posso não ser a candidata oficial do PSB, mas sou do PDT e sou pré-candidata. E pretendo avançar até registrar a minha candidatura”.

´Daqui não saio´

Conforme Lígia, “essa coisa de passar para outro lado quando há algum ruído, de desconstruir, é coisa da velha política. A Paraíba agora é outra e hoje, a gente tem mais orgulho de ser paraibano”.

Impávida

“Eu quero ressaltar que Lígia Feliciano está determinada a seguir em frente com o propósito de ser candidata a governadora da Paraíba”, reforçou.

Sem consenso

O PSB vive um dilema em escala nacional: o governador de São Paulo, Márcio França, deseja a liberação dos diretórios estaduais para escolha do candidato a presidente.

No Nordeste

A posição é endossada por Ricardo Coutinho. O governador Paulo Câmara (PE) quer uma coligação com o PT.

Bola pra frente

“Nosso partido vai se reunir e decidir qual é o caminho respeitoso”, derivou acerca do tema, ontem, o governador paraibano.

Sem muro

Presidente nacional dos socialistas, Carlos Siqueira afirmou que “o País está em uma crise política, social e econômica sem precedentes. Aí nós vamos dizer que estamos neutros? Que partido é esse?”

´Puro sangue´

Numa nova indicação de que o MDB/PB está em dificuldades para formar a sua chapa majoritária, foi anunciada a provável candidatura ao Senado do ex-governador Roberto Paulino.

Da boca de…

“… Os meus adversários falam da melhor qualidade que eu tenho, que é a experiência…” (senador José Maranhão, pré-candidato a governador pelo MDB).

Made in PB

Por falar em Zé, o jornalista e marqueteiro pessoense Ruy Dantas ficará encarregado da parte de mídia de sua campanha.

Agrura…

O ministro Dias Toffoli, que assumirá a presidência do Supremo Tribunal Federal em setembro, disse ao jornal Folha de São Paulo saber que não raro terá que se posicionar contra as suas próprias convicções no exercício do cargo.

… Do cargo

“A presidência do STF muitas vezes leva quem a está exercendo a votar contra seu próprio convencimento em defesa da instituição”, afirmou.

Mas ´companheiro´…

O magistrado – ex-advogado do PT e ex-ministro do Governo Lula – já deixou claro a colegas do Supremo, por exemplo, que não pautará as ações que questionam a prisão de condenado em 2a instância antes do 2º turno das eleições presidenciais.

Se dançar forró resultar em votos, melhor empossar Maranhão como futuro governador...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube