Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 18/04/2018

O preço da água na torneira

Retrovisor como escudo

Diante da artilharia do PSB e aliados, acerca do viés familiar entre ele e o provável candidato a governador pelas oposições, seu irmão Lucélio, o prefeito Luciano Cartaxo (PV-JP) recordou ontem que “quando Lucélio foi convidado para ser candidato a senador em 2014, o PSB não enxergou nisso um projeto familiar. E Lucélio teve meio milhão de votos”.

Igualmente, Luciano citou que o irmão “foi convidado pelo PSB para dirigir a Companhia Docas (que gerencia o Porto de Cabedelo)”.

Construção

“A candidatura de Lucélio “não é uma candidatura robotizada, mas humanizada. Uma candidatura que tem a simplicidade do povo da Paraíba, dentro de um processo de construção e diálogo”, enfatizou o prefeito, anunciando que a próxima etapa é “procurar o entendimento com diversos partidos de oposição”.

Da boca de…

“… A utilização de dinheiro público para a glamorização da prisão de Lula beira a prevaricação. É o avesso do avesso do avesso…” (senador Ricardo Ferraço, PSDB-ES).

Destino

O jornalista William Waack (ex-Rede Globo) está atuando como colunista do jornal O Estado de São Paulo e vai lançar na internet um programa no mesmo estilo do que apresentava na Globonews (Painel).

´Pregão´

O Procon de Campina Grande vai disponibilizar, em breve, uma plataforma para que os supermercados locais publiquem os preços dos produtos que comercializam, notadamente a cesta básica, proporcionando a cotação (e comparação) imediata por parte dos consumidores.

Sabor milho

No mesmo de junho, em parceria com a UEPB, o Procon/CG publicará uma pesquisa com uma cesta básica diferenciada, incluindo produtos sazonais e regionais.

´Ghost´

A confusão está instalada no Legislativo campinense. O vereador Anderson Maia (PSB), líder da bancada de oposição, assegurou, ontem, na ´Campina FM´, que o projeto de criação de cargos na Câmara não foi votado em plenário.

SOS

A presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba, juíza Aparecida Gadelha, concederá uma entrevista coletiva – 14h de hoje, no Fórum Afonso Campos, em Campina – para tratar da necessidade premente de melhoria da segurança no local, atribuição do Tribunal de Justiça.

Sai de baixo

Em João Pessoa, o problema é estrutural. Uma inspeção do Ministério Público do Trabalho detectou o risco de desabamento no histórico prédio-sede do TJ-PB.

Retrovisor

“Boa parte dos adversários de Marina Silva na última eleição não disputavam a Presidência, mas o controle de uma organização criminosa”.

Presidenciável Marina Silva (Rede), em referência indireta aos seus principais concorrentes no pleito de 2014 – Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT).

Visitas

O novo Progressistas (antigo PP) vai promover uma série de seminários na Paraíba, a partir do dia 23 próximo.

Entre os convidados estão os ministros da Segurança Pública (Raul Jungmann), Gilberto Occhi (Saúde) e das Cidades (Alexandre Baldy).

Da boca de…

“… Desde o começo da década, alerta-se sobre os problemas crescentes na economia. Muitos, porém, preferiram as palavras de ordem e a desqualificação da divergência. A extensão do fracasso, com o naufrágio de inúmeros projetos apoiados pelo governo, abateu empregadores e empregados e turvou as perspectivas dos jovens. O país paga um preço imenso pelo oportunismo enraizado…” (economista e professor Marcos Lisboa).

Conversar

Lucélio Cartaxo disse ontem na ´Correio FM´ que o próximo desafio de sua pré-candidatura é “aprofundar o diálogo. Acredito muito na força do diálogo”.

À deriva

Na sua percepção, “a oposição estava sem um prumo. Não foram poucas as ligações que recebemos, todos preocupados com o rumo da oposição, pois, querendo ou não, o governo tem um candidato”.

Mão dupla

“Por isso – prosseguiu – estamos dialogando com os partidos para que possamos construir, degrau a degrau. Não há imposição, a chapa não está fechada e ela será formada depois de conversar com os partidos. E além de ouvir a classe política precisamos ouvir a população para formar nosso plano de governo”.

Unânime

Foi uma (sensata) goleada. A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal tornou ontem ´réu´ o ´poliprocessado´ senador Aécio Neves (PSDB-MG), que pediu um ´empréstimo´ de R$ 2 milhões ao dono do grupo JBS/Friboi.

A votação diz tudo: 5 voto a zero.

Relatoria

“A denúncia atende às exigências do Código de Processo Penal: contém descrição do cometimento, em tese, de crime e das circunstâncias, estando individualizadas as condutas imputadas a cada um dos acusados”, votou o relator, ministro Marco Aurélio de Mello.

Armação

“No mundo de negócios legais, empréstimos se fazem por transferência bancária ou no máximo por cheque. Nos dias de hoje, ninguém sai por aí transportando pela estrada malas de dinheiro”, destacou o ministro Luís Roberto Barroso.

Indiscutível

“Por mais absurda que tenham sido as gravações, algumas frases demonstram intenção, outras meras bravatas de poder, falso poder. Sejam bravatas ou intenções, ficaram aqui no mundo das intenções”, assinalou em seu voto o ministro Alexandre de Moraes.

A conta

O uso das águas da transposição do Rio São Francisco pode custar R$ 800 milhões ao ano e não há certeza sobre quem pagará essa conta.

Por enquanto, a conta está indo para o Tesouro Nacional.

 

Segundo plano

Ouvido pelo ´Estadão´, o diretor de Auditoria de Infraestrutura da CGU (Controladoria Geral da União), Daniel Caldeira, disse que “houve falta de planejamento estruturado. Foi dado foco demasiado na obra e questões relativas a serviços de operação e manutenção não ganharam a devida atenção.”

A candidatura de Zé chega à convenção?...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube