Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 07/07/2020

O pragmatismo do vice

O ´dia seguinte´

Na noite do domingo, o superministro Paulo Guedes (Economia) concedeu uma longa entrevista ao canal de TV CNN Brasil e tratou dos desafios que o governo federal terá no ´novo normal´, após a fase (aparentemente) mais crítica da pandemia.

Leia algumas de suas declarações.

Mudanças

“Estava tudo combinado (reformas). Faltou combinar com o coronavírus, que afetou a economia do País. De certa forma, é uma exploração política desagradável dizer que estou devendo reforma.

Tributação

“É melhor ter bases mais amplas e cobrar alíquotas bastante baixas.

Aliviar a folha

“Aí desonerando a mão-de-obra, o setor de comércio e serviços não reclama tanto do IVA.”

Taxar dividendos

“Queremos que a empresa acumule capital e que, quando esse capital seja transformado em dividendos para uma pessoa, essa pessoa pague mais (…) Milionário ou bilionário não paga nada sobre os dividendos”.

Impostos sobre…

“Pensamos numa tributação digital, mas esse debate foi interditado e não sei por que não podemos debater isso. Seria o melhor para podermos desonerar a folha salarial e todo mundo pagaria, o traficante, o corrupto, ninguém escaparia.

… Transações financeiras

“Mas ficam com essa história de que não podemos criar esse imposto. Então vamos ter de aumentar o Imposto de Renda sobre as empresas. Como elas já pagam 34%, então não é possível. Precisamos tirar as paixões do debate.

Emersão

“Há um esporte nacional de autossabotagem, quando dizem que a gente não vai se recuperar, mas nós já estamos saindo do buraco.

O pior

“Parece que o ´fundo do poço´ foi o mês de abril”.

´Taxiando´

A empresa aérea Gol anunciou que também deverá retomar os voos para Campina Grande ao longo do mês de agosto.

Desastrosa

Para se ter uma ideia do impacto da pandemia no setor aéreo, o aeroporto de Guarulhos (SP) – o maior do Brasil – informou ontem que a queda no volume de passageiros, em junho, foi de 86%.

Blindado

A deputada estadual Carla Zambelli (PSL-SP), ex-amiga e ´ex-comadre´ do ex-ministro Sérgio Moro (Justiça) divulgou ontem que ele ainda conta com a retaguarda de 18 agentes da Força Nacional fazendo a sua segurança.

Sem…

Vice-prefeito de Campina Grande e presidente estadual do Progressistas, Enivaldo Ribeiro disse ontem que é cedo para escolher o candidato a prefeito da base governista local.

… ´Precipitação´

“A candidatura de Campina ainda ninguém resolveu nada porque não é momento para definir eleição. Tem que aguardar os acontecimentos para no tempo certo poder definir”, opinou.

Desproporções

Levantamento do portal UOL mostrou que o gasto proporcional do governo para cobrir o rombo no sistema de proteção social dos militares, no ano passado, foi 17 vezes o valor gasto com um trabalhador do setor privado que se aposenta pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Em reais

Em média, foram necessários R$ 121,2 mil para cobrir o rombo de cada militar. No caso dos beneficiários do INSS, o valor foi de R$ 6.900.

Para cada servidor público, o gasto médio foi de R$ 71,6 mil.

Na tela

O ex-senador – e cada vez mais prefeitável em João Pessoa – Cícero Lucena (Progressistas) é o entrevistado de hoje no programa Ideia Livre da TV Itararé – canal 18.1 ou pela internet: www.tvitarare.com.br

Começa às 22h, logo após o Jornal da Cultura.

No páreo

Diante da desistência de Renato Feder (secretário de Educação do Paraná) de assumir o Ministério da Educação, no dia de ontem entrou no circuito o nome da atual secretária de Educação Básica do MEC, Ilona Becskehazy.

Sem freio

O deputado estadual e prefeitável Tovar Correia Lima (PSDB-CG) disse que não houve qualquer mudança no seu ritmo de pré-campanha.

Critérios

“Precisamos usar os mecanismos que existem, a exemplo de pesquisas qualitativas e quantitativas, para balizar as nossas decisões”, enfatizou o ´tucano´, sobre a escolha do candidato situacionista.

´Prova dos nove´

Tovar se permitiu realçar um aspecto, que comporta uma sutileza na direção dos concorrentes: “Primeiro, a gente precisa demonstrar conhecimento da cidade”.

Tempo de…

Reportagem do jornal Valor Econômico (SP) mostrou o sucesso da estratégia que tem sido usada pelas montadoras de veículos para a retomada das vendas.

… Reinventar-se

“Deixar o cliente pagar a primeira parcela em 2021 funcionou muito, deu fôlego”, destacou o diretor de marketing do grupo Caoa, Marcello Braga.

Da boca de…

“…Esse negócio de dizer não vamos transformar o Poder Legislativo em palanque eleitoral, isso é demagogia barata. Nós somos políticos! Agora cada político tem que ter postura…” (vereador João Dantas, presidente do PSD local, em sessão da Câmara campinense).

Sincericídio

“O governo começou com uma visão idílica, estou sendo bem sincero, de que por meio das bancadas temáticas nós teríamos um relacionamento eficiente com o Congresso (…) Muito se fala da questão presidencialismo de coalizão. O presidencialismo só pode ser de coalizão. Para mim, presidencialismo de coalizão é pleonasmo. Se não houver coalizão, o presidente não governa”.

Foi o que disse o vice-presidente da República, general Mourão, sobre a necessidade de o governo atrair apoios no Congresso Nacional, mesmo tendo agregar partidos que cobram ´reciprocidade´.

O prefeito Romero assumirá um cargo federal em janeiro próximo?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube