Jornalista há quase 30 anos, escreve a coluna Aparte desde 1991. Já trabalhou em TV, rádio e foi editor chefe do Jornal da Paraíba e colunista das TVs Cabo Branco e Paraíba. É comentarista político das rádios Campina FM, Caturité AM e editor do portal de notícias Paraibaonline.

sábado, 12/05/2018

O PP de sempre

Prefixo antecipado

O prefeito pessoense Luciano Cartaxo (PV) respondeu, ontem, às farpas da véspera desfechadas pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) acerca do estado de conservação da Estação Ciências Cabo Branco.

“Essa política do rancor, da confusão, da briga, da provocação, é coisa do passado, não existe mais. A Estação Ciência é patrimônio da cidade, e não do EX-governador Ricardo Coutinho”, rebateu Cartaxo.

Obras

Luciano salientou que “estamos fazendo a drenagem (perto da Estação), coisa que era para ter sido feita na origem da obra, e que não foi feita. Estamos corrigindo esse problema histórico, como também o acesso local”.

Adiante

“Nosso trabalho é de preservação e de fazer mais, não é de destruir o passado. Isso não é mais possível nos dias de hoje. Nossa gestão melhora o que tinha antes e inova. Esse é o segredo de nossa gestão: é não ficar olhando para o retrovisor”, acrescentou o prefeito.

Alastrou-se

Prontamente, o secretário de Estado da Comunicação, jornalista Luís Torres, contestou Luciano e frisou que “o abandono da atual gestão não diz respeito apenas à Estação Ciência. Há o descaso com o ´Trauminha´ (hospital localizado em Mangabeira). Há um desmonte também nas unidades do PSF; a falta de cuidado com as praças”.

Da boca de…

“… A morte é imprevisível, mas politicamente, nenhuma chance, é zero…” (senador Álvaro Dias, Podemos-PR, ao descartar a hipótese de desistir de concorrer à sucessão presidencial).

Endosso

Presidente estadual do PT/PB, Jackson Macedo esteve esta semana com a presidente nacional do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e revelou ter obtido dela a garantia de que a direção estadual terá “autonomia” para decidir as coligações para o pleito deste ano.

Fora do…

Alguns sites nacionais de notícias destacaram ontem uma planilha de patrocínios ao Instituto Brasiliense de Direito Público, que tem como um dos proprietários e coordenador acadêmico o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal.

… Expediente

Os dados mostram que, de R$ 7 milhões doados à entidade, R$ 3,46 milhões foram dados de maneira oculta por empresas ou entidades.

Quem doa mais

 

A campeã em doações ocultas ao citado Instituto é a Souza Cruz (cigarros), que contribuiu com R$ 2,6 milhões para eventos e projetos acadêmicos.

Na lista de doadores ocultos ou que apareceram há várias empresas ou entidades com ações no STF.

Vale (quase) tudo

O vice-prefeito pessoense Manoel Júnior (PSC-JP) disse ontem na ´Arapuan FM´ que “tudo é possível dentro daquilo que é permitido”, ao tratar das possibilidades de composição do seu partido no pleito deste ano na Paraíba.

Imprevisível

Conforme o vice, que está empolgado com a pré-candidatura ao Senado, “tudo dentro do campo das oposições pode haver e acontecer até as convenções (julho)”.

Interlocutor

Manoel Júnior disse que os contatos para coligações são feitos pelo ex-senador Marcondes Gadelha, presidente do PSC/PB.

 

O detalhe

Aliás, Marcondes esteve reunido esta semana com o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP).

O que é isso…

… Companheira? Frase da presidenciável do PCdoB Manuela D’Ávila (RS), em declarações à rede BBC (Inglaterra): “Os militares fizeram governos antidemocráticos, que perseguiram meu partido, mas tinham algumas visões mais nacionalistas que o governo atual”.

´Tô dentro´

A vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) desmentiu a hipótese de recuar de sua pré-candidatura ao governo, por pressão da direção nacional do partido.

É só esperar

“Vamos ter sim o lançamento da pré-candidatura no fim do mês. Vamos escolher o momento propício”, garantiu Lígia.

Gelatinoso

“Hoje não descarto nada. Não descarto candidatura, não descarto nada. O futuro vai dizer. E o futuro é agora em julho”.

Presidente Michel Temer, ao ser perguntado na Rádio CBN se desistiu de concorrer à reeleição.

Sábado é dia de poesia

“Coração do mar

“… É terra que ninguém conhece/ Permanece ao largo/ E contém o próprio mundo/ Como hospedeiro…” (cantora Elza Soares, que faz show hoje em João Pessoa).

Entranhas

A Rede Globo de Televisão decidiu colocar à disposição de seus anunciantes as informações que possui sobre quem diariamente consome o seu conteúdo em todo o País, como forma de facilitar a promoção de campanhas publicitárias.

O detalhe

Esse serviço é feito principalmente pela área de tecnologia da emissora, que somente nesse setor possui 2.500 funcionários.

Projeções

O PP reuniu filiados e jornalistas, ontem, em João Pessoa, para novamente tratar da sucessão estadual.

A meta fixada é eleger este ano quatro ou cinco deputados estaduais e dois federais no Estado.

Só na reta final

Quanto à eleição majoritária, a legenda segue o seu ritual habitual, postergando no limite as decisões ou, pelo menos, o anúncio delas para final de junho ou julho.

Não engoliu

O deputado Aguinaldo Ribeiro (PP) retemperou as críticas ao processo de escolha de Lucélio Cartaxo (PV) como pré-candidato a governador.

“Não existe mais esse tipo de decisão de cima para baixo. É uma postura autoritária do passado”, criticou.

Cortar o cordão

Aguinaldo afirmou que “o que nós não aceitamos é imposição, onde se coloca uma candidatura como se os outros fossem obrigados a marchar com essa candidatura. Lucélio tem que dizer por qual motivo e por qual razão é candidato. Tem que apresentar um projeto. Ele não pode ser candidato simplesmente porque o irmão (Luciano) desistiu”.

Nada impede

Aguinaldo Ribeiro não ´fechou a porta´ para um eventual entendimento com o PSB: “Temos que pensar no que for melhor para a Paraíba. Mas a nossa preferência é no campo das oposições”.

Zé Maranhão comandará a ´coligação dos preteridos´...
Simple Share Buttons