Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

terça-feira, 26/12/2017

O ´personagem´ Lula

Um duro recado

Na série de pronunciamentos que o papa Francisco fez ao longo dos últimos dias, nas celebrações inerentes ao período natalino, é importante realçar a palavra destinada aos colaboradores da Cúria (a parte burocrática da Igreja Católica).

Em tom de brincadeira, mas falando sério, o papa disse que “me vem à mente a simpática e significativa expressão de Dom Frédéric-François-Xavier De Mérode (arcebispo belga do século 19): ‘Fazer reformas em Roma é como limpar a Esfinge do Egito com uma escova de dentes’. Isso evidencia quanta paciência, dedicação e delicadeza são necessárias para alcançar este objetivo”.

Sem arrodeio

A universalidade do serviço da Cúria, explicou Francisco, provém e brota da catolicidade do Ministério petrino (de Pedro). Por isso, uma Cúria fechada em si mesma trairia a finalidade da sua existência e cairia na autorreferencialidade, condenando-se à autodestruição.

Reverso

“Se a oposição estivesse no poder, estaria patrocinando a reforma a favor do país”.

Michel Temer sobre as mudanças na Previdência Social.

Porta fechada

O antigo PSL – rebatizado de Livre – trancou a porta para uma eventual filiação do deputado federal e presidenciável Jair Bolsonaro (RJ).

Antítese

“O projeto político de Bolsonaro é absolutamente incompatível com os ideais do Livre (…) Ele representa o autoritarismo e a intolerância tanto na economia quanto nos costumes, sendo a antítese completa das nossas ideias”, sublinhou a direção do partido, em nota oficial.

A eminência

Depois de vários anos ignorando solenemente a mídia nacional – exceção feita às rádios interioranas avalizadas por correligionários -, o ex-presidente Lula promoveu um contato com jornalistas dias atrás, em São Paulo.

Garimpo

O gesto demonstrou nitidamente a necessidade que sente o petista de dialogar com fatias do eleitorado com as quais decidiu estabelecer uma distância prolongada.

Retalhos dessa conversa você lê agora.

Astral

“De vez em quando eu vejo alguém dizer que estou mal humorado. Eu não poderia estar mal humorado porque sou corintiano. E estou em primeiro lugar nas pesquisas (eleitorais). Se tem alguém que está mal humorado neste país não sou eu.

Vai disputar em 2018?

“Enquanto o PT quiser.

Julgamento

“A minha condenação será a negação da Justiça. Porque a Justiça vai ter que fazer um esforço monumental para transformar uma mentira em verdade e julgar uma pessoa que não cometeu crime.

Risível

“A sentença do juiz [Sérgio] Moro me condenando, aos olhos de centenas de juristas, até de fora do Brasil, é quase que uma piada.

Mentores

“Tudo isso poderia ter terminado se a Polícia Federal tivesse sido sincera e se o Moro tivesse feito papel de juiz.

Irônico

“Eu tenho até o dia 24 (de janeiro) para esperar que alguém diga qual foi o crime que eu cometi. E dizer que o apartamento [tríplex] é meu. Me entrega a chave. Quem sabe a nossa próxima conversa será na sacada do apartamento, tomando sol.

Repto

“A minha inocência eu já provei. Quero que agora eles provem a minha culpa.

Prognóstico

“Eu penso que meus acusadores vão ficar ridicularizados. Ridicularizados (repetiu).

 Virtudes

“Como eles podem tentar evitar que um velhinho como eu, de 72 anos de vida, energia de 30 anos e tesão de 20 seja candidato? Não é possível. É tanta coisa boa junta que eles têm que deixar, porra. Ainda mais um cara que tem um otimismo, sozinho, que todos não têm juntos.

 Aparelhamento

“Eu fico feliz que o Brasil seja um país dotado de mecanismos para combater a corrupção. Agora, o que incomoda é quando você tem as instituições que têm que apurar se transformando em partido político. E criando factóide, trabalhando com show de pirotecnia.

Marcante

“Não vou esquecer nunca o show que a PF deu quando veio aqui no Instituto. O espetáculo. Parecia que estava invadindo uma casa que tinha bombas, arma química do Iraque aqui dentro.

Dois pesos…

“Quando vão na casa do Sérgio Cabral (ex-governador do Rio), na casa do Geddel (Vieira Lima, ex-deputado pelo PMDB/BA) encontram dólar, dinheiro, fazem um carnaval com aquilo.

… Duas medidas

“Agora, quando vão na minha casa e não encontram porra nenhuma, eles deveriam pelo menos dizer ´desculpa, Lulinha´.

Retratação

“Eu não vou morrer enquanto não me pedirem desculpas. Eu quero ouvir o William Bonner pedindo desculpas na Globo.

Desabafo

“Se tem uma coisa que eu tenho de sobra é caráter. E não vou permitir que um juiz me chame de ladrão, ou um promotor. Eles têm que ter uma prova. Se não tiver, se pegarem essa gente toda e fundir numa prensa, não dá um cara mais honesto que eu.

Até o fim

“Eles mexeram com um homem honesto. E é isso o que vai me fazer brigar com eles até o último dia da minha vida.

´Arsenal´

“Já são milhares de empresários presos, centenas de delações. E até agora não existe uma única prova contra mim.

Nunca antes

“Eu duvido que tenha na história do Brasil um presidente ou um partido que tenha tomado as providências que nós tomamos para combater a corrupção. Eu espero que a história um dia faça justiça ao PT”.

Nem Francisco

Ainda Lula: “Pode prender o papa Francisco! Eu duvido que nesse país tenha alguém com a consciência mais tranquila do que a minha”.

Palocci vai fazer outro ´estrago´ no PT e em Lula...
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube