Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sexta-feira, 21/02/2020

O impensado virando fato

Fundamentação

É oportuno resgatar outros trechos do despacho do desembargador Leandro dos Santos ao considerar, anteontem, ilegal a mobilização de policiais paraibanos em prol de melhorias salariais. É o que segue.

“O Direito Social da Segurança Pública está ameaçado com a paralisação em curso, bem como com a iminência de uma greve, que vem sendo ´profetizada´ há alguns dias, e que coloca em risco quase 4 milhões de paraibanos, além dos eventuais visitantes, naquilo que é mais sensível em um estado civilizado: o respeito à lei e a manutenção da segurança pública”.

Interpretação

“Não quero acreditar que a intenção das entidades promovidas fosse a de causar um pânico social e assim forçar o Executivo ao atendimento de suas reivindicações. Creio na sensatez de todos para que a população, já tão amedrontada pela violência cotidiana, não perca mais ainda as esperanças, ou mesmo momentos raros de diversão, com consequências imprevisíveis que uma (paralisação) do aparelho policial poderia provocar no nosso Estado.

Demandas

“(não sou) insensível à degradação salarial das polícias do Estado.

Postergação

“(os estados) ‘têm relegado uma solução definitiva para a situação salarial’ das forças policiais.

Cíclico

“Não é possível que, periodicamente, estejamos discutindo judicialmente os mesmos fatos, a mesma greve, o mesmo conflito, deixando a sociedade como a esperar um vulcão prestes a entrar em erupção, ou uma falha tectônica pronta para se materializar em forma de terremoto, diante de condutas omissivas quanto a decisão definitiva para a solução gradual dessa questão seríssima que é a remuneração dos integrantes das forças policiais”.

Bilionária

O jornal Valor Econômico noticiou que a dívida de clubes esportivos para com o governo federal chega a R$ 5 bilhões e 309 milhões, sendo que 49% desses débitos estão concentrados em 10 clubes de futebol.

O detalhe

Disparadamente, o destaque é para o Corinthians, que deve R$ 737 milhões e 700 mil.

Cadeado…

A ministra Laurita Vaz, do Superior Tribunal de Justiça, determinou ontem a soltura de Coriolano Coutinho (irmão do ex-governador Ricardo Coutinho – PSB) e de outros três envolvidos na Operação Calvário.

… Aberto

Em 19 de dezembro (véspera do recesso no Judiciário), Laurita havia indeferido o pedido de habeas corpus dos advogados de ´Cori´. No despacho de ontem, ela entendeu que o alegado poder de influência do investigado já havia enfraquecido, uma vez que as operações de busca e apreensão – e o aprofundamento subsequente – já ocorreram.

Vendida

A mansão do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, ex-dono do Banco Santos, em São Paulo, foi arrematada esta semana por R$ 27,5 milhões.

Quebra

O imóvel foi construído entre 2000 e 2004, ao custo de R$ 120 milhões.

A conclusão coincidiu com a declaração da falência do referido banco.

Dos sonhos

O local é pura ostentação: terreno de 12 mil m², com 4,5 mil m² de área construída. Duas piscinas, uma adega para 5 mil garrafas de vinho, duas bibliotecas, mesa de jantar de 24 lugares, adquirida por 350 mil dólares.

Mais

Quando utilizada, a mansão, que fica no bairro do Morumbi, tinha 54 empregados, automação de persianas e um sistema completo de ar-condicionado.

O detalhe

A conta mensal de energia era sempre superior a R$ 100 mil.

Comprador

Quem arrematou o imóvel foi o empresário paraibano (Santana dos Garrotes) José Janguiê Bezerra Diniz, da Uninassau, que integra o grupo ´Ser Educacional´.

Utilização

Será instalada uma unidade escolar de ensino básico no local.

Da boca de…

“… Não descartei totalmente (a candidatura), mas existe uma conjuntura indefinida. Acho que a atividade médica é bem mais propícia para mim (…) Além do mais, a secretaria estadual de Saúde é uma loucura, ela absorve você completamente…” (secretário de Saúde do Estado e prefeitável campinense Geraldo Medeiros).

Todos à mesa

O vereador campinense (licenciado) Nelson Gomes Filho reuniu ontem praticamente toda a bancada governista no Legislativo – à exceção, segundo a sua assessoria, do vereador João Dantas, que teria justificado a ausência – para buscar um consenso em torno de seu nome.

Duas cartas…

À Coluna, Nelson disse que esse consenso buscado é para viabilizar o seu nome como candidato a prefeito apoiado pelo esquema governista – leia-se prefeito Romero Rodrigues.

… Na mesa

Mas, reservadamente, alguns colegas de Câmara de Nelson avaliam que a intenção dele é estabelecer, desde já, uma espécie de ´reserva de domínio´ para o cargo de vice-prefeito. A conferir.

Vento a…

Tem avançado o processo de negociação entre a prefeitura campinense e a Cagepa para a renovação da concessão para exploração do serviço de abastecimento d´água e coleta de esgotos.

… Favor

“As conversas estão andando. Estamos com 80% ou mais de acerto no que precisamos ajustar”, situou o presidente da estatal, Marcus Vinícius, em entrevista à Rádio Caturité FM.

Condições não reveladas

Até o momento não vieram à tona as bases principais da negociação, a exemplo do valor dessa concessão, o prazo de vigência, as metas estabelecidas em termos de investimentos no sistema e o percentual da receita que remunerará a PMCG ao longo da vigência.

Extraoficialmente, fala-se em algo em torno de R$ 45 milhões, para um contrato em torno de 35 anos.

“Filiação democrática”. Guarde essa expressão...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube