Fechar

Fechar

Arimatéa Souza

quarta-feira, 08/11/2017

O desabafo do prefeito

Boa nova

O presidente da Federação das Indústrias da Paraíba, Francisco Buega Gadelha, informou ontem que a unidade da Alpargatas no Estado iniciou o processo de contratação de 1 mil novos funcionários.

Ao largo

A revista Veja divulgou a lista das 50 melhores escolas do Brasil, à luz dos resultados do Enem – Exame Nacional do Ensino Médio.

Nenhuma ´made in Paraíba´.

Duplicação

A Promotoria do Patrimônio Público em Campina Grande transformou em duas as apurações que realiza no momento com relação à Câmara de Vereadores.

Afastamento

No caso da denúncia de acumulação da vereadora-presidente Ivonete Ludgério (PSD) – como parlamentar e servidora municipal -, houve a comunicação de sua licença no começo de outubro último, em uma dessas apurações.

Peregrinação

A Secretaria de Agricultura da PMCG informou ao Ministério Público que Ivonete dava “expediente externo no turno da tarde”, totalizando 30 horas semanais.

Sem controle

A Pasta não enviou a ´folha de ponto´ solicitada, sob a alegação de que “não há exigência de folha de ponto para trabalho externo”, ou seja, não há qualquer tipo de acompanhamento.

Negativa

Em outro ´procedimento preparatório´ do MP, foi informado pela mesa diretora da própria Câmara ao promotor de justiça Alírio Batista que a presidente não nomeou – como fora denunciado – uma irmã e duas cunhadas, razão pela qual “não se vislumbra a prática de nepotismo”.

Situando

O ofício assinala igualmente que as pessoas citadas não estão “subordinadas” à presidente, direta ou indiretamente, sendo uma lotada na Secretaria de Saúde da PMCG e outra na Procuradoria Jurídica do Legislativo, nomeada desde 1999.

Sem vínculos

“Não há qualquer vinculação de parentesco, consanguíneo ou civil” com a procuradora da Câmara, grifa o documento remetido ao MP.

Ativa

Nesse processo do MP, há um ofício de setembro último da Secretaria de Agricultura da PMCG informando que Ivonete atua regularmente “no exercício funcional”, e que “há compatibilidade de horário” com as suas funções legislativas.

Há meses

Nesse mesmo procedimento existe uma apuração em curso – iniciada em 2016 – contra o vereador Pimentel Filho (PSD), tratando da prática de nepotismo.

Cobrança

Em renovados ofícios – o último deles datado de 18 de outubro passado -, o promotor recomenda à PMCG o desligamento de três parentes do parlamentar (esposa e dois filhos).

Nas alturas

Um dos destaques da decoração natalina deste ano, em Campina Grande, será uma árvore de Natal (22 metros de altura), às margens do Açude Velho.

O detalhe

Será oferecida uma estrutura para a comercialização de produtos natalinos no local.

Bateu o pé

O deputado Artur Lira (AL), líder do PP na Câmara Federal, avisou publicamente que o partido não votará nenhum projeto de interesse do governo enquanto não houver uma reforma ministerial que afaste os ministros filiados ao PSDB.

Negativa

O vereador campinense Álvaro Farias (PSC) garantiu que não estabeleceu conversações para votar no deputado estadual Manoel Ludgério (PSD) no ano que vem, e que já fez a sua opção pelo deputado Renato Gadelha (PSC).

Para dar sorte

Os governadores reunidos ontem em Brasília decidiram apoiar a legalização dos ´jogos de azar´ no País, desde que o produto dos impostos que venham a ser gerados no segmento seja destinado exclusivamente à segurança pública – algo inicialmente estimado entre R$ 12 bilhões e R$ 18 bilhões anuais.

Recondução

O ex-deputado Ruy Carneiro ´acertou os ponteiros´ com Romero Rodrigues e deverá ser consensualmente reconduzido ao comando do PSDB/PB.

“Ele apresentou alguns argumentos e eu considerei interessante”, frisou RR.

Agendada

Superado esse impasse, a convenção estadual foi marcada para o próximo sábado, no auditório da Asplan, no centro de João Pessoa.

O detalhe

Romero e o ex-vice-prefeito campinense Ronaldo Cunha Lima Filho deverão ser eleitos para a vice-presidência do PSDB.

Impasse

A situação do partido em Campina, ao que se informa, não foi resolvida.

O atual presidente, deputado Pedro Cunha Lima, não deseja permanecer no comando partidário.

Expectativa

Nesse mundo ´dinâmico´ da política, aguarda-se a presença do senador José Maranhão, presidente do PMDB/PB, na convenção ´tucana´.

Desilusão

Em declarações ontem, Romero externou desalento com a política, após vários dias em ´quarentena´. Confira

“Dar um tempo”

“A política está muito desestimulante no Brasil. Vou continuar me concentrando mais firmemente nas questões de gestão, que são fundamentais. Vamos dar um tempo e esperar o Brasil virar essa página desse desgaste do ponto de vista ético e econômico, que é muito grande.

Esperar

“De certa forma, é um período muito desestimulante para a política brasileira e paraibana. Estou dando um tempo em relação a essa questão especifica, e vou ver o que acontece.

Profissionalizar

“Os partidos políticos têm que se modernizar, para colocar alguém (no comando) que não vai disputar cargo eletivo e (apenas) cuidar especificamente da organização partidária e do fortalecimento da legenda.

Protocolo na polícia

Ainda Romero: “Não adianta a gente falar em candidatura esse ano, porque nenhum partido vai decidir ou fazer opção numa candidatura com tamanha antecedência. As pré-candidaturas se mantêm. Eu só não vou fazer isso com obsessão, porque – repito – está muito desestimulante fazer política no Brasil e na Paraíba.

– Aliás, eu tenho a impressão de que no próximo ano as candidaturas serão registradas na central de polícia, e não mais no TRE. Está muito desgastante esse processo eleitoral paraibano – desabafou.

Mudança no IPTU em Campina Grande...

Me Aguarde

Palanque

Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube