Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

sábado, 11/08/2018

O ´batismo´ na tela

Simplificação

Dois presidenciáveis estão propondo a redução da quantidade de impostos existentes no País.

Marina Silva (Rede) pretende unificar cinco impostos (PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS) em apenas um, chamado por ela de Imposto sobre Bens e Serviços (IBS).

Geraldo Alckmin (PSDB) também propõe unificar esses tributos, para juntá-los no que está chamando de IVA (imposto de valor agregado).

´Plano B´

O candidato a governador João Azevedo (PSB) esclareceu ontem que “a partir do momento que não se concretizar o registro da candidatura de Lula, o partido (PSB) vai ter que se reunir para tomar uma outra decisão”.

“O partido vai definir qual o posicionamento”, reforçou.

´Dominó´

A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, deve incluir na proposta orçamentária do ano que vem a previsão reajuste de 16,38% nos salários dos procuradores da República.

Protocolado

A empresa Consult (RN) registrou uma pesquisa eleitoral no TRE/PB.

É autofinanciada.

Solitário

O candidato a senador Roberto Paulino (MDB) disse ontem que a coligação do seu partido (MDB/PR/Patriotas) só deverá lançar uma candidatura ao Senado.

Sábado é dia de poesia

“… Você anda pela tarde/ E o seu olhar tristonho/ Deixa sangrar no peito/ Uma saudade, um sonho/ Um dia vou ver você/ Chegando num sorriso…” (Caetano Veloso, que esta semana comemorou 76 anos de idade).

Pouca adrenalina

A estreia dos debates televisivos da atual campanha, no tocante à sucessão presidencial, foi considerado ´morno´ por diversos analistas e cientistas políticos.

Garimpo

Vale a pena resgatar algumas frases marcantes dos oito participantes, além do inesperado fato de o mediador, jornalista Ricardo Boechat, ter chamado Ciro Gomes (PDT) de “playboy” a certa altura do programa.

Álvaro Dias (Podemos)

“Peço ao povo brasileiro que abra o olho. Quando aparece alguém falando de corrupção, é para se perguntar onde estava quando o país estava sendo assaltado.

Linha de frente

“A força-tarefa da Lava-Jato vai ser a tropa de elite do combate à corrupção no meu governo.

Óbice

“Não permitiremos que o BNDES empreste para nações comandadas por ditadores corruptos e sanguinários que esmagam seu povo na miséria”.

Boulos (PSOL)

“O ex-presidente Lula que deveria estar aqui, mas está preso injustamente em Curitiba enquanto o Temer está solto, lá em Brasília.

Tiro direto

“Deputado Bolsonaro, o Brasil todo sabe que você é racista, machista e homofóbico.

Sorriso geral

“Temos aqui no estúdio 50 tons de Temer (vários concorrentes próximos ao presidente). Gente que se diz contra o Temer, mas aprovou emendas e medidas dele nesse mandato.

Sem tabu

“Ninguém é a favor do aborto. É a favor de não ser considerado crime. No nosso governo, aborto não vai ser tema do Código Penal. Vai ser tema de SUS. É caso de saúde pública”.

Alckmin (PSDB)

“A candidata Marina (Silva) saiu do PV dizendo que era incompatível e fundou um partido novo, a Rede, que acabou se coligando com o PV.

´Centrão´

“Construímos aliança com siglas do centro para aprovar reformas que população precisa”.

Daciolo (Patriotas)

“Eu sou o Cabo Daciolo, servo do Deus vivo, cristão, bombeiro militar, e quero dizer ao meu companheiro Bolsonaro, que não é o único, não, irmão, eu estou aqui.

Desamor

“O grande problema que a nação está enfrentando hoje é a falta de amor.

Sonegação

“Vou fazer auditoria da dívida. Temos 400 bilhões de sonegadores, incluindo emissoras, banqueiros. Dinheiro é o que mais tem.

“Engravatados”

“Os maiores bandidos desse País não são os do Comando Vermelho, são os engravatados do Legislativo, Executivo e do Judiciário. No Congresso, há uma quadrilha.”

Ciro Gomes (PDT)

“Ajudarei 63 milhões de brasileiros endividados no SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). Eu sei fazer.

´Re-reformar´

“Vou propor nova reforma trabalhista, corrigindo imperfeições da antiga. Essa do Temer é uma selvageria. São 13,7 milhões de desempregados, e 11 milhões que nem estudam nem trabalham. Na luta do mais fraco contra o mais forte, a reforma tem que proteger o lado mais fraco”.

Meireles (MDB)

“Ao contrário do que muitos aqui pensam, não se cria emprego no grito. Se cria emprego com a política econômica correta.

´Ficha limpa´

“O importante é a competência e honestidade, porque sou o candidato sem processo.

Ignorância

“Há candidatos que não conhecem os fatos básicos de administrar a dívida pública”.

Bolsonaro (PSL)

“Não vim aqui para bater boca com um cidadão desqualificado como esse aí”

(em resposta a Guilherme Boulos).

Na prateleira

“O cidadão de bem foi desarmado, apoiado pelo partido do ex-governador (Geraldo) Alckmin (PSDB). Devemos permitir que o cidadão possa comprar armas para sua legítima defesa”.

Marina (Rede)

“Sobre o aborto, eu defendo a forma que já está prevista na lei, mas, se tiver que ampliar, defendo que seja feito um plebiscito, escutando o conjunto da população brasileira.

´Na floresta´

“O condomínio (poder público) está cheio de lobo mau querendo roubar o dinheiro da vovozinha.

´Moeda´

“As alianças são sempre por tempo de televisão, para se manter no poder.”

Trava

“O teto de gastos congelou por 20 anos os investimentos em saúde, educação e outras áreas.

Ausência ignorada

Os participantes do debate da ´Band´ – a exceção feita, numa ocasião, por Guilherme Boulos – exorcizaram um dos ´fantasmas´ que era prenunciado para a sua realização: o ex-presidente Lula, mesmo liderando as pesquisas de intenção de votos, ficou praticamente à margem das discussões.

O mesmo não se pode dizer de Michel Temer, a ´Geni´ atual da política brasileira, para mencionar a célebre música de Chico Buarque.

Quando sairá o ´parto´ da escolha do novo desembargador paraibano?...

Arquivo da Coluna

Arquivo 2018 Arquivo 2017 Arquivo 2016
Simple Share Buttons

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube