Fechar

logo

Fechar

Arimatéa Souza

segunda-feira, 26/04/2021

Nova prorrogação

Aposta bilionária

Reportagem do jornal O Globo, neste domingo, mostrou a ampliação do interesse dos fundos de investimento no setor privado da educação básica.

Apesar da subtração de milhares de alunos, devido à crise econômica que empurra essa legião de estudantes para a rede pública, os números do segmento são expressivos: 40 mil escolas, 8 milhões e 800 mil alunos, com receitas anuais da ordem de R$ 80 bilhões.

Garimpo

O mesmo jornal publicou uma longa entrevista do governador de São Paulo, João Doria Júnior (PSDB).

Quatro frases chamaram a atenção. Seguem.

´Mea culpa´

“Errei ao votar em Bolsonaro (em 2018) e assumo isso. Como eu, milhões de outros brasileiros também votaram nele contra o PT, e cometemos um grave equívoco. Eu assumo tacitamente isso. Mas não vou errar novamente.

“Psicopata”

“O Brasil não tem um presidente, não tem um líder. Tem um psicopata. Se tivesse um líder, ele teria liderado o país pela vida, pela saúde, pela vacina, pela retomada econômica, pelo combate à miséria, à pobreza, ao desemprego e à fome.

A perder de vista

“O Brasil é um oceano de fracassos: na saúde, na ciência, no meio ambiente, na educação, na proteção aos mais pobres. Vai demorar para recuperar o Brasil depois de Bolsonaro.

Ação

“É preciso ter coragem para fazer as coisas. Ser populista é fácil. Ser bom gestor é difícil”.

Nada muda

Ao cabo do encontro com o novo ´dono´ do Pros na Paraíba, deputado Eduardo Carneiro, os vereadores da legenda em Campina Grande – Carol Gomes e ´Rui da Ceasa´ – reafirmaram o apoio à gestão do prefeito Bruno Cunha Lima (PSD), mesmo a legenda tendo estreitado a sua relação, em nível estadual, com o governador João Azevedo.

´Poligamia…

Essa reunião em Campina trouxe à tona particularidades de momento na política estadual.

Eduardo Carneiro preside o PRTB no Estado, mas passou a controlar o Pros por intermédio de seu irmão, Fábio Carneiro.

… Partidária

O senador Veneziano Vital do Rêgo preside o MDB na Paraíba, mas tem as rédeas do Podemos através do ex-vereador campinense ´Galego do Leite´.

À espera

Tem outro exemplo singular. Devido à possibilidade de punição por infidelidade partidária, o deputado-presidente Adriano Galdino (ALPB) permanece no PSB, mas já tem indiretamente o comando do Avante.

´Explosão´

Cresceu de maneira impressionante, no ano passado, a quantidade de contas 100% digitais abertas no país: mais de 67 milhões.

O ´Capitão´

“O nosso Exército, se precisar, iremos para as ruas. Não para manter o povo dentro de casa, mas para restabelecer todo o artigo 5o da Constituição (liberdades individuais). E se eu decretar isso, vai ser cumprido esse decreto. As Forças Armadas podem ir para a rua, sim”.

Na sua passagem pelo Amazonas, sexta-feira última.

Rito a ser…

Projeto do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) estabelece que a busca de um acordo seja obrigatória antes de uma das partes acionar a Justiça em conflitos relativos ao Direito do Consumidor.

… Cumprido

A intenção alegada pelo autor é conter o que chamou de “inchaço” de ações no Judiciário.

Papa Francisco

“É preciso uma forte vontade política que tenha a coragem de decidir mudar as coisas para que não sejam os pobres a pagar o preço mais alto desses dramas que estão atingindo nossa família humana”.

Mensagem aos Chefes de Estado reunidos para a XXVII Cúpula Ibero-Americana, dias atrás.

Devassa

Desde o começo da pandemia (março de 2020), já foram substituídos 16 secretários estaduais de Saúde, sendo que cinco deles estão sendo investigados – quatro chegaram a ser presos -, devido a acusações de desvio de recursos e/ou superfaturamento.

´Apagados´

Na última sexta-feira, o presidente Bolsonaro teve quatro vídeos de seu canal no Youtube apagados, por “violação das políticas de desinformação médica sobre a Covid-19”.

2ª feira filosófica

“Tempo é o que impede tudo de acontecer de uma vez.”

Archibald Wheeler, físico norte-americano.

Salgado

De acordo com cálculos do Ministério da Economia, o socorro ao setor de turismo – e outros agregados quando da tramitação da proposta no Congresso Nacional – deverá implicar num impacto de R$ 243,5 bilhões nas contas públicas, ao longo dos próximos cinco anos.

Concessões

O Perse (Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos) suspende por cinco anos o pagamento de impostos (PIS, Cofins, CSLL e Imposto de Renda) e permite a renegociação de dívidas tributárias com descontos de até 70% e prazo de até 12 anos, informou o jornal Folha de São Paulo.

O detalhe

No caso de débitos previdenciários, cinco anos.

´Olho do furacão´

O segmento do turismo foi o primeiro a ser penalizado com a pandemia e, certamente, será um dos últimos a ter o chamado ´novo normal´ na sua rotina.

Empregabilidade

De acordo com a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) 6 milhões de pessoas trabalham no setor, que fatura o equivalente a 2,7% do PIB (produto interno bruto) nacional.

Pulverização

Ainda de acordo com a entidade, dos cerca de 1 milhão de estabelecimentos no segmento, 93,4% são de micro e pequenos negócios.

Vida longa

Nos corredores do Congresso Nacional e do Ministério da Economia já é dada como provável a prorrogação, por mais quatro meses, do auxílio emergencial, com custo estimado em R$ 43 bilhões.

Pragmaticamente, esse auxílio deverá ir ´até às urnas´, no ano que vem.

Por que o apoio do Progressistas despertou o interesse de João Azevedo?...
Share this page to Telegram

Arquivo da Coluna

Arquivo 2019 Arquivo 2018 Arquivo 2017

2018 - Paraiba Online - Todos os direitos reservados.

BeeCube